Sem categoria

[REVIEW] “Beautiful Player” – Christina Lauren


Autora: Christina Lauren
Editora: Gallery Books
Páginas: 432
Classificação: 5/5 estrelas

Beautiful Player é o livro que encerra a trilogia Cretino Irresistível — há um conto após esse livro-, com o primeiro volume publicado inicialmente como uma fanfic e, claro, com seu sucesso bombástico o mesmo chegou as livrarias e, depois, até mesmo um filme deve ser produzido. Além disso, esse livro também é o que marca o ápice da escrita de Christina Lauren (é um nome para duas autoras), ele foi tão surpreendente que dá gosto falar sobre ele.

Por favor, não me machuque.

A história segue Hanna “Ziggy” Bergstrom, uma nerd que passou a vida toda repleta de livros e projetos, mas quando ela vai para a cidade de Nova Iorque para sua pós, sua família pede a ajuda de Will Sumner para que a garota finalmente comece a ter uma vida social mais ativa. Já Will acredita que a responsabilidade em relação a irmã pequena nerd de seu melhor amigo estará limitada a um jantar ocasional. O que ele não sabe é que Ziggy está pronta para sair do território de rato de biblioteca. E o mulherengo Will é a melhor pessoa para ensiná-la um novo campo de estudos: os encontros.

Will assume o desafio com uma saudável doses de cepticismo e senso de humor, mas logo se dará conta que Ziggy só precisava de um pequeno empurrão e não um mundo de mudanças para tornar-se a mulher que cada homem vira para olhar. Logo Ziggy se foi e a inocentemente sedutora Hanna Bergstrom entrou em seus sentidos como nenhuma mulher antes — e uma noite suas lições vão parar entre lençóis.

“Ben,” Max disse, reclinando-se sobre sua cadeira com seu sorriso gigante. “Finalmente aconteceu.”
Gemi, apoiando a cabeça em minha mão.
“Você menstruou?” Bennett perguntou. “Parabéns.”
“Não, idiota,” disse Max, rindo. “Estou falando sobre Will. Ele caiu de quatro por uma garota.”

Hanna é a protagonista mais doida, diferente e divertida que há tempos não encontro. Já Will é tão perfeito em sua fofura, insegurança e amor. A forma como se encaixam é deliciosa e eles se destacaram tanto que fica difícil de falar dos personagens secundários (acho que George precisa de mais espaço nos livros, sério), até mesmo daqueles que já foram protagonistas em livros anteriores, porque Hanna e Will são demais, sugam todo o brilho e não dá para parar de lê-los e rir com eles. Quando eu pensava “okay, já chega, não tem como ser mais engraçado do que isso,” algo acontecia e superava a cena anterior.

Beautiful Player é também a prova de como as autoras evoluíram em sua escrita, como elas amadureceram para formar algo bom e gostoso de se indicar. Não que os livros anteriores tenham decepcionado, pelo contrário, mas vejo o primeiro como algo bom, casual, o segundo como algo ainda melhor, e o terceiro é o exemplo claro de que é possível sim haver uma literatura sensual e erótica sem apelar para o vulgar. Pois mesmo com toda a sedução, as autoras não deixaram de lado algo de bom gosto, inocente, e um toque bonito na relação entre Hanna e Will.

“Você é tão bonita,” eu não disse.

“Eu te amo tanto,” eu não disse.

Talvez o que eu tenha gostado tanto nesse livro seja que ele está muito dentro de um possível romance que encontramos por aí (tirando os orgasmos infinitos!), e a relação dos personagens, não só amorosa mas entre suas famílias e amigos, é algo tão legal de se conferir, tão bem descrito e apaixonante. A trilogia também mostra que é possível encontrar algo de qualidade, que mesmo um clichê, quando bem trabalhado, pode resultar em algo diferente e imperdível.


Gostou? Compartilhe com os seus amigos!

0
Gabrielle

"Guerra é Paz. Liberdade é Escravidão: Ignorância é Força"

Primeiros comentários

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  1. Eu comecei a ler essa trilogia só por sua causa, agora estou totalmente viciada! A pena é que esse livro só será enviado ano que vem.

    Amei a resenha|!

  2. Fiquei completamente viciada nessa trilogia.
    Me surpreendi tanto com a narrativa das autoras.
    O primeiro livro ainda é meu queridinho, cai de quatro pelo Bennett, rsrsrs.
    E surtando para ler Beautiful Playe, já tinha curtido muito o Will no livro anterior e fiquei doida para conhecer mais dele.

    Bjs,
    Garotas de Papel

  3. Oi, você sabe quando vai sair aqui no Brasil o conto que acontece entre estranho irresistível e esse playboy irresistível? O nome nos EUA é BEAUTIFUL BOMBSHELL, mas não vi nenhuma notícia de quando vinha pra cá! Queria muito ler ele antes de ler playboy irresistível! =/ Até porque é uma sequência né?!
    Beijos

  4. Acabei de ler o livro e o achei TÃO fofo. O mais fofo entre os três. E também o mais engraçado. Não tem como não amar a Hanna, a mais original entre as três. E o Will é o Will. E morri de rir na primeira vez que trocam mensagens safadinhas e de amor na última mensagem.

  5. Gente esse livro é perfeito! li ontem amei amei amei! não tem como ser mais lindo que o Will! sem condições! o melhor dos 3! são muito fofos!

  6. adoro todas trilogias li 50 tons 2 vezes le também a trilogia tods sua ,profundamente sua e para sempre sua estou tentando ler essa trilogia também estou completamente viciada,adoro e também estou tentando ler a serie renegade angel que é muito boa também é uma pena que não ytem todos os livros on line…

  7. não vejo a hora desses filmes serem lançados e indico a a serie crossfire adoro estou anciosa pra ler mais romances é minha paixão…

Choose A Format
Quiz Personalizado
Série de perguntas que pretende revelar algo sobre a personalidade
Trivia quiz
Série de perguntas com respostas certas e erradas que pretende verificar o conhecimento
Votação
Votar para tomar decisões ou determinar opiniões
Notícia ou resenha
Texto formatado com incorporações e visuais
Lista
Os clássicos da Internet Listicles
Lista aberta
Envie seu próprio item e vote para o melhor envio
Lista Rankeada
Vota ou desce para decidir o melhor item da lista