O ano mal começou mas tem colunista do site EW dizendo que Tempest, romance de estreia de Julie Cross, é um dos melhores livros de 2012. O livro conta a história de Jackson Meyer, que tem a habilidade de viajar no tempo. Um dia, em 2009, estranhos lutam contra ele e sua namorada, Holly, que acaba fatalmente ferida. E, sem prever, Jackson acaba pulando no tempo, para 2007, sem conseguir voltar para o futuro. Será ele capaz de salvar Holly? A autora concedeu uma entrevista falando o que está por vir nessa nova trilogia. Confira:

ENTERTAINMENT WEEKLY: De onde veia a ideia de Tempest?
Julie Cross: Tempest se formou em camadas. Tudo começou com uma premissa atraente: um cara testemunha o assassinato de sua namorada; salta no tempo e fica preso ali, tentando não apenas conhecê-la e faze-la apaixonar-se de novo, mas também pensando em evitar sua morte que acontecerá em dois anos. Os personagens rapidamente se encaixaram depois de estabelecer a premissa, então em um capítulo de cada vez, a trama cresceu mais e mais. Eu não fiz um monte de planejamento inicialmente. Eu só escrevi e guiei a história nos cantos loucos do primeiro rascunho.

Quanto da trilogia está escrita neste momento?
O segundo livro está escrito e o terceiro está totalmente delineado e várias cenas já elaboradas. Depois que comecei alguns passos no processo de edição de Tempest, eu realmente tive de pensar sobre onde eu levaria as sequências. O que exigiu uma série de planejamento com antecedência, a do contrario do meu livro experiência, o primeiro. Alguns dos elementos de planejamento agora provavelmente mudarão à medida que avançarmos, mas eu estou cem por cento segura sobre o fim da trilogia.

Tempest foi lançado há apenas algumas semanas, e eu já estou morrendo de vontade de ler o segundo livro. Quando sai? E o que você pode revelar sobre ele?
Eu não tenho uma previsão de lançamento para o segundo livro ainda, mas eu ouvi que provavelmente seja para janeiro de 2013. Como o livro, tenho dois segredos: a viagem no tempo é definitivamente explicada. Há também alguns novos personagens que eu realmente gosto de escrever. O leitor aprenderá um pouco mais sobre o pai de Jackson e alguns dos mistérios que o cercam. Depois de um prólogo curso, o livro acontece após três meses do fim de Tempest. Três meses que Jackson tem vivido por inteiro—normal, sem pulos no tempo.

Eu já li vários Young Adult (escrita para jovens), e não é tão comum um homem como personagem principal. Por que você decidiu conta esta história a partir do ponto de vista do Jackson?
Eu queria que o leitor entrasse na cabeça de Jackson, caminhando por esta excitante—e por vezes assustadora—viagem com ele. Inicialmente, eu não sabia quão poucos protagonistas masculinos haviam nos livros YA, apesar de ler muito. Achei que, na maioria das vezes, eu simplesmente encontrava narradores do sexo feminino. Quando descobri a raridade dos narradores homens, fiquei preocupada por ser arriscado demais ou diferente. Estou muito contente que a recepção tenha sido positiva, porque eu adoro escrever sobre o Jackson agora e não podia imaginar um narrador diferente para Tempest.

Vamos falar sobre o final. Eu não vou contá-lo porque há leitores que ainda não leram ainda, mas me sinto de coração partido com a coisa toda. Por favor, me diga que há algum tipo de resolução.
Eu não posso dar um spoiler sobre isso! Mas apenas continue lendo. Foi um final muito difícil de escrever, acredite em mim. Eu quase não consegui passar por ele. Mas isso é verdadeiramente o que os personagens deveriam fazer e algumas vezes você tem que ignorar suas próprias emoções para fazer a melhor história possível. Além disso, eu amo um pequeno drama nos livros e as lágrimas são sempre bem-vindas.

Quer adicionar algo mais sobre a saga?
Uma coisa que realmente amo dizer às pessoas, principalmente porque honestamente me surpreendeu, é como o público foi grande para Tempest. O retorno positivo veio de garotas de quatorze anos, rapazes adolescentes relutantes com romance, homens de meia idade, e mulheres da idade de minha avó. É incrível ver o quão diferentes são os leitores de Tempest… Assim, mesmo se você não é normalmente um fã de YA ou histórias de amor, é possível que você desfrute deste livro. Ter um personagem principal na idade da faculdade realmente ajudou, e eu adoro escrever para um público amplo. É uma experiência gratificante.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1534 pessoas visitaram
Publicado em 29/01/2012
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Amy disse:

    Otima entrevista com a Julie, pretendo ler a saga.
    beijos

    Amy

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!