Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Classificação: 5/5 estrelas

Antes de mais nada, eu ENCHO a boca para falar desse livro, então se prepare para uma resenha extensa. É sempre um prazer enorme indicar O Príncipe dos Canalhas e não nego que ele é de longe um dos meus favoritos do gênero e sem dúvidas o favorito entre todos que a Arqueiro já publicou — se eles um dia publicarem Julie Garwood esse cenário muda (não pago nada para sonhar).

Sognavo di te. Sonhei com você. Ho bisogno di te. Preciso de você.

Quanto ao livro, apesar de parecer curto ele é bem desenvolvido para dividir a história em três partes. Primeiro, começamos com a infância de Dain, como ele tornou-se o homem ranzinza que é, e então anos depois conferimos como sua amizade com o tapado do Bertram Trent coloca-o frente a frente com Jessica Trent, a mulher que vai despertar sentimentos indesejados em Dain e fazer a sociedade vê-los como um novo A Bela e a Fera.

Jessica é uma solteirona, que, pelo fato de ter criado vários meninos, sabe lidar com homens; afinal, são todos um beberrões, não? E apesar de seu irmão não ser nenhuma criança, ela deve meter-se em problemas quando o cabeça de vento deixa-se levar por Lorde Dain, ou Belzebu, para os íntimos; um canalha convicto.

— Se eu não aceitar, vai tentar destruir a minha reputação.
— Não será uma tentativa.
— Pois eu gostaria de vê-lo tentar.

Entretanto, ambos vão além desses preceitos. Jessica pode parecer uma lady, mas é uma femme fatale de vontade ferrenha e, apesar de fazer parte de uma sociedade que Dain ama odiar, ela é também a única disposta a entendê-lo e até enfrentar se for necessário. E o embate dos dois solta faíscas para todos os lados, é delicioso, divertido e mais tarde chega a emocionar quando Loretta Chase usa do passado de Dain para jogar sua cartada final e nos fazer cair de vez pelo personagem.

— O que eu fiz de tão imperdoável?
Você me fez desejá-la, disse ele na língua de sua mãe. Você fez com que eu me sentisse solitário, apaixonado. Você me fez desejar o que eu jurei que nunca precisaria, que nunca procuraria.

Mas Dain acredita que consegue não se deixar levar por essa mulher durona e tão cabeça dura quanto ele. Menosprezado por seu pai, abandonado por sua mãe e a humilhação em seus anos na escola tornaram-no um homem amargurado; ele está decidido a não deixar-se apaixonar, e, mesmo que não haja casamento, que problema há em alguns apertões e roupas rasgadas? Para Jess, Dain pode  apertar e rasgar as roupas de quem quiser, desde que não envolva seu irmão em suas farras. Mas quando ele a envolve em um escândalo, que atitude ela deve tomar? Bem, ela escolhe atirar.

— Comece a rezar, Dain.
— Jess – sussurrou ele.
Ela puxou o gatilho.

Ao todo, é um história intensa, que foge do comum e claro que foi escrita justamente para quem está cansado de histórias com mocinhas bobas e homens indestrutíveis.

Afinal, quem não gosta de um canalha? Melhor ainda, chega de receita de bolo, eu adoro vários livros de Loretta, mas foi esse que me ganhou e é uma prova de que o gênero romance de época  pode sim produzir grandes histórias, emocionar e fazer as mulheres suspirarem, não por ser uma história doce, mas por relatar com perfeição a história de duas pessoas que não imaginavam possível — ou até dignos — se apaixonarem e viverem seu próprio felizes para sempre. Tudo se encaixa e o fogo entre Dain e Jess só é um bônus que me faz gostar ainda mais desse livro. Porque um canalha é ótimo, mas uma mocinha a altura é melhor ainda.

— Se você fugir de mim – disse Dain, ferozmente -, eu irei caçá-la sem descanso. Vou segui-la até os confins da terra.

*Alguns personagens desse livro aparecem novamente em The Last Hellion, já confirmado no Brasil

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
13361 pessoas visitaram
Publicado em 22/05/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Amy disse:

    Não conhecia o livro, mas curti bastante. ‘-‘
    a capa é bem romântica. 😉
    beijos

    Amy 😉

  2. Tonks disse:

    Esse livro é ótimo. Maravilhoso. Adoro a cena do “Reza, Dain”. E tão inusitada nos romances, não? Quando li não acreditei. rsrsrsrs

    bjokas

    1. Gabrielle disse:

      Sim! Amei, principalmente porque a Jess não perde a cabeça em nenhum momento, tirando os hots, claro. Me lembra a Duquesa mas acho que ela não chega aos pés da Jess ;x

  3. NERY disse:

    Este livro é dos melhores de banca. Pena não ser lançado no Brasil, mas há em ebook traduzido pelas fãs. Imperdivel. Seu site é nota dez GABI. Parabéns.

  4. mikaela disse:

    A pergunta que encerrou sua resenha foi oque me fez querer lê-lo. ♥

  5. Lígia disse:

    Olá! Procurando uns livros legais para ler, me deparei com esse blog. Gostei muito das resenhas, sou apaixonada por livros e leituras e estou há duas semanas “sozinha”. Me apaixono facilmente pelos meus pesonagens e sofro de uma ressaca terrível quando o livro acaba. rs.
    Bom, me interessei pelo livro mas tenho uma dúvida: esse é o terceiro da saga, certo? Quais os outros?
    Ele já foi lançado no Brasil?

    Aguardo resposta!
    Beijos ;*

    1. Gabrielle disse:

      Nenhum foi lançado no Brasil. É o terceiro, mas não se preocupe com a ordem

      1. The Lion’s Daughter – O encanto de um patife
      2. Captives of the Night – Cativos da Noite
      3. Lord of Scoundrels – Abandonada em seus
      4. The Last Hellion – Tudo Por Um Beijo

  6. samylla disse:

    Gostaria de saber qual livro me indicaria de Nicholas Sparks. Bjs

  7. dirce de moura disse:

    preciso desse livro, urgente

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!