Autora: Ursula K. Le Guin
Editora: Aleph
Páginas: 384
Classificação: 5/5 estrelas

Urras é um planeta onde o capitalismo, as diferenças sociais, as guerras e disputas politicas são parte da realidade. Um grupo então resolve colonizar a lua que orbita neste planeta e criar lá uma sociedade igualitária e anárquica, surge então a colônia de Anarres. Muitos séculos se passam e a relação entre os dois planetas é distante e se resume a poucas trocas comerciais. Isso muda quando o físico Shevek de Anarres é mandado a Urras com o intuito de um intercambio de conhecimentos. Só que Shevek, como um anarquista, acaba sofrendo um embate ideológico ao conhecer melhor a sociedade em Urras, fazendo com que ele repense seu papel nessa viagem e que nem tudo é o que parece.

Este é um livro essencial para você interessado em ideologias politicas e teorias sociais. Ou se você é daqueles que fogem desses assuntos. O que a Ursula faz neste livro é traçar paralelos entre essas teorias que estavam voga nos anos 70, ainda na guerra fria, a época em que o livro foi escrito.

O sofrimento existe; É real. Posso considera-lo um engano, mas não posso fingir que não existe ou que um dia deixará de existir. O sofrimento é a condição em que vivemos.

A critica social é o que mais chama atenção no livro, ela traça paralelos a nosso modo de vida capitalista e o sonho do comunismo ou anarquismo que eram muito fortes naquele contexto. Mesmo hoje em dia, após 43 anos desde o lançamento deste livro, você consegue enxergar com ainda mais clareza as semelhanças com nossa época. Além dessas questões ela também debate feminismo de uma forma muito clara e forte e mais atual como nunca.

Shevek é um personagem muito bem construído, complexo, cheio de camadas, e a medida que vamos conhecendo ele, mais interessante ele vai se tornando a nossos olhos. O livro gira em torno dele, tanto no presente quanto em flashbacks.

A vida é uma luta e o mais forte vence. Tudo o que a civilização faz é esconder o sangue e encobrir o ódio com palavras bonitas.

Os Despossuídos é essencial e nos faz refletir muito sobre nossa condição política e social atual; é um livro que se tornou atemporal pois a essência humana nunca mudou e acredito que nunca mudará.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
7619 pessoas visitaram
Publicado em 10/07/2017
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!