Autora: Ransom Riggs
Editora: Intrínseca
Páginas:
416
Classificação:
5/5 estrelas

Talvez seja um consenso entre alguns leitores de que o primeiro volume da trilogia Lar da Srta Peregrine para Crianças Peculiares seja deveras introdutório e pouco explorado, mas se com Cidade dos Etéreos Ransom Riggs mostrou que vinha pra ficar, com o desfecho da saga, Biblioteca das Almas, o autor conseguiu concluir sua história satisfatoriamente. O que ele criou, embora com elementos comparáveis com outras mídias, foi uma nova fábula fantasiosa que tem arrebatado órfãos de sagas marcantes como Harry Potter e Percy Jackson, mas com uma peculiaridade característica que é toda sua.

O livro anterior termina com uma grande reviravolta na vida das crianças peculiares que corriam contra o tempo em busca de recuperar a Srta Peregrine e salvar as fendas do tempo e o mundo como elas conhecem. Começando exatamente do ponto onde terminou, fica nas mãos de Jacob, Emma e um querido personagem nesse capítulo final reverter a grande enrascada em que se meteram. Quem leu sabe como o desfecho de Cidade dos Etéreos é desconcertante para qualquer um que precisasse que aguardar pela continuação!

O problema com o limite entre a imprudência e a burrice extrema é que você normalmente não sabe de que lado está até ser tarde demais.

Os livros se complementam de forma coesa, e todo o desenvolvimento que para alguns estava a desejar foi explorado no desenrolar dos acontecimentos. O universo Peculiar em si se mostrou muito vasto, então Riggs teria estrutura base pra expandir bastante coisa em seu mundo em diversos outros volumes dada a sua criatividade — e o autor realmente prometeu uma nova série no mesmo universo. Por outro lado, me senti satisfeito com as situações que muito contribuíram para o fortalecimento de laços e a criação de outros.

Falando em desenvolvimento, o crescimento dos personagens é um ponto que foi desenrolado de forma sutil de tal modo que o leitor nem percebe de imediato, não soando forçado. Se você pegar o início da história vai enxergar as crianças do Lar como crianças com uma mentalidade mais infantilizada, enquanto que em Biblioteca das Almas os perigos e autodescobertas percorridos em sua jornada os fizeram amadurecer rapidamente (mais ou menos, se levar em consideração as dezenas de anos que as crianças realmente têm, né? Auhahah).

Nós reconhecemos alguns talentos em nós mesmos e nos concentramos neles, excluindo outros. Não é que mais nada seja possível, é que mais nada foi cultivado.

O núcleo romântico Jacob x Emma tem o seu destino traçado aqui, então vocês vão ter que ler para descobrir. Mas adianto que cada escolha tomada foi por um motivo concreto, então o final sendo feliz ou triste, o autor teve um por que para fazer assim. Jacob finalmente mostrou o potencial a qual foi destinado pelo seu sangue, mas mostrando que o controle do seu destino sempre estará em suas mãos. Paralelamente, Emma tem que lidar com os muitos fantasmas de seu passado para poder seguir em frente.

A narrativa continua divertidíssima, e há uma quantidade suficiente de reviravoltas até a sequencia final. Alguns pontos não me convenceram, mas nada que estrague a leitura. O que me pegou mesmo foram as derradeiras páginas, que me deixaram com um aperto no coração até o último instante.
Fechando de uma linda forma sua saga, recentemente foi revelado que Ransom Riggs planeja lançar uma nova trilogia que seria continuação dessa primeira. Acredito fielmente no talento do autor, mas pelo final ter sido tão bom é impossível não ficar com um pé atrás por querer mexer mais. Resta esperar.

Você pode ter lido um livro, dois ou nenhum de Lar da Srta Peregrine Para Crianças Peculiares, mas nesse caso quem tá perdendo é você! Bobeia não. É mais uma história que será lembrada no futuro como referência em fantasia juvenil!

Talvez muitas pessoas passem pela vida sem jamais saber que são peculiares.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
12450 pessoas visitaram
Publicado em 01/12/2016
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!