Autora: Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Páginas:
392
Classificação:
4.5/5 estrelas

Todos acreditam conhecer Libby, para eles ela é só aquela garota que chegou a ser a adolescente mais gorda dos Estados unidos, aquela que precisou ser resgatada dentro da própria casa por não conseguir passar pela porta, aquela com o pai desajustado que não prestou atenção no quanto a filha comia e a deixou chegar ao peso de 296 quilos. Mas ninguém sabe o real motivo da Libby se deixar chegar nesse estado, e depois de passar dois anos dentro de casa, Libby decide que é finalmente hora de voltar a viver. Está pronta para voltar para o colégio, pronta para o amor e pra qualquer possibilidade que a vida oferecer.

Há três anos, eu era a adolescente mais gorda dos Estados Unidos. Cheguei a pesar 296 quilos, o que significa que eu estava mais ou menos 226 quilos acima do peso. (…) Perdi 136 quilos. Duas pessoas inteiras. Ainda preciso perder outros noventa, mas tudo bem.

Para todos que o conhecem, Jack é só mais um adolescente normal, tem namorada, amigos e uma inteligência acima da média. Porém tem um detalhe sobre ele que o diferencia de todos os outros: ele tem prosopagnosia, uma doença neurológica que o impede de reconhecer o rosto das pessoas. Quando olha para alguém, ele consegue ver o rosto, consegue lembrar que tal pessoa tem o cabelo escuro, a pele clara, um nariz grande ou uma orelha pontuda, porém tudo é um quebra-cabeças onde ele não consegue “juntar os pedaços”. Ele é obrigado a gravar essas pequenas características das pessoas para conseguir diferencia-las na multidão. E ele nunca contou sobre isso para ninguém, sempre lidou sozinho com essa dificuldade.

Tenho uma coisa chamada prosopagnosia, o que quer dizer que não reconheço rostos, nem mesmo das pessoas que amo. Nem mesmo o da minha mãe. Ou o meu.

A vida dos dois se cruzam depois de uma brincadeira cruel onde Libby foi o alvo. E a partir daí uma amizade improvável começa a aparecer. Com dois personagens com características tão marcantes e no ensino médio, é de se imaginar qual o tema abordado, não? Isso mesmo, Bullying!

O que mais gosto nos livros desse tema é como eles mostram o quanto as brincadeiras que muitas vezes achamos inofensivas podem machucar. Além de ajudar quem sofre com isso, dá um tapa na cara de quem acha divertido fazer com os outros. Ninguém merece ser menosprezado por ser muito gordo, muito alto, muito baixo ou o que for. E por mais inofensiva que a brincadeira pareça aos olhos de quem faz, pode ser o maior pesadelo para o alvo.

Mas o que mais me chamou atenção foi a personalidade da Libby. Ao contrário dos personagens da maioria dos livros que já li que abordam essa temática, a Libby transborda felicidade e confiança, mesmo com tudo isso. Claro que os acontecimentos a machucam, mas ela sempre enxerga um lado bom, ela sabe que não é seu peso que define quem ela é, sabe o que quer e corre atrás. Ela não deixa ninguém falar que ela não pode, porque ela sabe que pode, os outros é que ainda não se deram conta disso.

— A gente não pode lutar a batalha das outras pessoas, por mais que dê vontade.

— Mas a gente pode correr atrás dos babacas que mexem com elas.

A amizade entre os dois protagonistas é daquelas que nós falamos “eu quero uma dessas pra mim”, não tem interesse e vemos o quanto um torce pelo outro, mesmo quando não estão se falando, e o desenvolvimento do romance foi delicioso de ler, acontece devagarzinho e logo conquista nosso coração. Dois adolescentes quebrados que acabam achando força um no outro, uma amizade que aos poucos vai se tornando algo a mais e nos deixa na torcida para que algo ocorra.

E além de toda essa amizade e superação de problemas, o livro vem recheado com uma mensagem maravilhosa, uma mensagem pra dar força pra quem sofre com o bullying ou pra qualquer pessoa que acha que está sozinha no mundo. Ela deixa claro que não estamos sozinhos, alguém gosta da gente, somos necessários e amados.

Lembrem-se: Alguém gosta de você. Grande, pequeno, alto, baixo, bonito, comum, simpático, tímido. Não deixe ninguém dizer o dizer o contrário, nem você mesmo. Principalmente você mesmo.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
4287 pessoas visitaram
Publicado em 24/11/2016
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!