Finalmente chegou a tão aguardada première de “Shadowhunters,” que aconteceu ontem no Freeform (ABC Family) e que será transmitida para diversos países hoje (13) através do nosso tão querido Netflix. E vamos dizer que para dois fãs da série de livros, foi uma experiência um tanto engraçada (e traumática em alguns momentos).

Para mostrar nossas reações de forma um tanto natural, aí vai um resumo do chat que aconteceu durante a transmissão do episódio entre eu e o Rafael e você pode pular porque há mensagens de baixo calão e alguns poucos spoilers:

Gabi: Luke que voz é essa. Nossa.

Rafael: Super curti ele. Já Madame Dorothea virou Dot que trabalha pra mãe da Clary. Nossa. Pera. Me perdi aqui.

Gabi: Simon apareceu. Simon > Jace. Pelo menos o ator de Simon tá melhor que o esperado, Jace melhore.

Rafael: Sim. Ai me julguem, mas sinto falta do Jamie Bower.

Gabi: Nossa.  Achava ele subnutrido.

Rafael: vdds. Mas era carismático

Gabi: Comparado com o novo não fica difícil. E a Clary? Eu curti ela.

Rafael: Ela parece menos Mimizenta que a Lily. Gosto dela, não da cor de água de salsicha do cabelo mas gosto dela. Gosto da Jocelyn também, achei sucesso já.

Gabi: sim, mas efeitos blergh.

Rafael: E desnecessário a Maureen e a Dot. Quando colocaram Luke como policial ao invés de livreiro fiquei tipo meh, mas acho que super casou, acho que vai fazer muito bem pra série o personagem (um lobisomen) ser o chefe de Polícia até porque o submundo acaba invadindo o mundo mundano ai entra ele.

Gabi: Maureen devem mudar muita coisa ainda. Já Jocelyn poderosíssima, diva lacradora.

Rafael: desde o filme. Lembra dela batendo nos cara com uma frigideira ? Jocelyn ta 100% pra mim.

Gabi: E quero esse luke na minha cama

Rafael: Nossa, até eu.

Gabi: E efeitos podres demais.

Rafael: Demais, esses aparatamentos desnecessários.

Gabi: Nossa, achei Jace super tosco até agora, mas essas mãos, esse corpo, tá difícil não dar uma chance ahahhaha

Rafael: ai esse Jace zzzZzzZ

Gabi:  fio imagina as mãos, adoro mãos de homem ave

Rafael: Só dou crédito pra heterocromia

Gabi: Estava pensando nisso agora

Rafael: Sucesso, quero os sêmen dele, todos os genes

Gabi: Vamos ter bebês verdes e azuis, amigo

Rafael: Você gera pra mim?

Gabi: Só se a reprodução for carne a carne

Rafael: Achei que ele fosse um ator melhorzinho. Em VA ele tava sucesso

Gabi: Nem lembro dele em VA,  que passável. E Izzy tá diva demais

Rafael: Maravilhosa

Gabi: E o Alec também porque achava ele detestável no primeiro livro, ele tá bem nessa onda tipo cretino gostoso.

Rafael: zzzZ enrustido, nunca fui loco pelo alec mas gosto dele na série.

Gabi: Mas ele com Magnus é tão escrito nas estrelas, sofro por eles.

Rafael: Sim, isso é.

Gabi: Depois de magnus o Alec é outro pra mim, eu me coloco na pele dele, é o unico jeito de pegar magnus de alguma forma.

Rafael: HUAUAUAHAHAUAUAUA miga pare Huajauauau adoro isso da Clary.

Gabi: Nossa, essa Clary foi um up dos céus.

Rafael: Ela quer A MÃE DELA, adoro isso. Cabeça dura capricorniana do meu jeito ou do meu jeito.

Gabi:  Eu adorava no livro o Jace não sabendo se poderia fazer runas nela, ou ela criando a primeira runa, e não sei se vai ter isso.

Rafael: vamos pular pra parte que eles são irmãos

Gabi: Acabou com isso no ar, sera que dá pra atingir um pouco do potencial do livro.

Rafael: Ai adorei essas propagandas sobre cigarro americana, quase me deu vontade de parar de fumar.

Gabi: Sabe o que é o foda? Os efeitos na propaganda do cigarro estão melhores que os efeitos de Shadowhunters.

Rafael: SSIIIIIMHUAHAUAHAUA  OS EFEITOS DA PROPAGANDA DAO INCRIVEIS HAISHSIA

Gabi: Acabou?  a maquiagem do magnus parece melhor no segundo epi, da pra ter esperança. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH IRMAOS SILENCIO.

Rafael: SEGUNDO EP PROMETE RAFAEL RAPHAEL

Bem, espero que você tenha passado direto por essa conversa mais pecaminosa do que instrutiva. Voltando as primeiras impressões de uma forma mais séria, e digna, separamos alguns dos pontos fracos e fortes.

Particularmente, achei que foi bom o suficiente para empurrar a pessoa a assistir o próximo episódio, como esperado houveram várias mudanças, algumas podem ser boas, outras podem ser trágicas, mas gostei de já mostrar Jocelyn e Clary como um par de mulheres poderosas. Faltou mais do Simon, talvez. Mas uma mudança ótima foi Lukelicious.

Rafael – Então, no meu caso já comecei com um pré conceito muito grande. São 6 livros completos então eu já tenho todo o mundo Shadowhunter pronto na minha cabeça, a série trouxe uma abordagem nova, uma reformulação desse mundo que eu (e todos os leitores da serie) já tem pronto e isso não foi de todo ruim, a maior reclamação são os efeitos especiais. Porém, mudanças como idade e outros detalhes foram ótimas. Sem contar que é só o piloto da série e por incrível que pareça já foi apresentado mais da metade de Cidade dos Ossos de uma forma até que natural, sem correr muito com a trama e quase da a sensação de algo bem construído. Quanto ao Simon, realmente faltou mais presença, e isso provavelmente se deve porque não vão se aprofundar tanto no Simon Mundano e mais em um Simon Vampiro, o que não sei se é bom porque ele sempre será o Simon Mundano. Quanto aos outros personagens, Clary, Jocelyn, Luke e Izzy estão com tudo, já os outros: vamos melhorar, por favor.

Enfim, pode não ser o melhor dos melhores, há várias falhas, alguns acertos, e acreditamos que dá para chegar lá. Vamos acompanhar cada episódio até o final e ficar ansiosos em todos.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
3741 pessoas visitaram
Publicado em 13/01/2016
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Lídia disse:

    Provavelmente várias pessoas vão reclamar das mudanças, mas acho que a maioria foram necessárias. Porque no livro sempre há espaço pra desenvolvimento e conversas e situações que não significam nada, já numa série com cada episódio de 40 min não podem ficar enrolando tem que chamar a atenção – principalmente no pilot.
    Sobre o Dominic como o Jace ficou infinitamente melhor do que o Jace do filme, que sério dava desgosto de ver ele! Acredito que na série vão mostrar primeiro o Jace bad boy, e colocar ele interessado na situação da Clare para depois ele interessado nela, pra não ficar um romance forçado.
    E eu simplesmente amei o Simon, quando vi o ator não tinha certeza mas ao ver ele como o personagem – mesmo que pouco – me apaixonei.
    A Clary ficou incíivel, – não sei se estou exagerando – mas ela parece mais decidida e confiante – acho que por isso a mudança da idade – e ela está completamente focada em achar a mãe dela.
    Acredito que para o pilot foi muito bom, agora é só esperar a Netflix lançar o próximo episódio ( só dia 20 D: ).

  2. Fabiana Lima disse:

    Não gostei da Clary. Achei a atuação dela péssima, a mesma expressão para todas as cenas, não me convenceu…

    Adoro a série e já li todos os livros, sabia que mudanças teriam de der feitas, afinal, NUNCA SERÁ A MESMA COISA, seja filme ou seriado.

    Adorei o Magnus, bem como o Alec e Izzy, Jace apesar de ser lindo, perdeu a veia cômida que ele tem no livro e também no filme ( Jamie foi bem melhor nessa parte).

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!