Autora: Stephanie Perkins
Editora: Intrínseca
Páginas: 304
Classificação: 5/5 estrelas

Antes de começar a resenha de Isla e o Final Feliz, preciso expressar meus sentimentos sobre a autora — Stephanie Perkins. Ela não apenas me ganhou em seu primeiro livro, Anna e o Beijo Francês, como me fez chorar com Lola e o Garoto da casa Ao Lado e vomitar arco íris com Isla e o Final Feliz. Sério, eu não sei por onde começar a explicar o quanto eu achei o livro fofo, lindo, meigo, com vontade de apertaaaar!

Voltando ao normal, vamos falar desse livro que eu li em menos de 7 horas. Em Isla e o Final Feliz voltamos (ainda bem) a Paris, para a escola onde conhecemos o nosso primeiro casal dessa trilogia (Anna e St. Clair), voltamos a SOAP. Mas paraaaaaa tudo! Antes de voltar as aulas, um encontro inusitado acontece entre um casal pra lá de improvável: Isla e o nosso bad boy das artes Josh. Em um momento pra lá de vergonhoso, Isla apareceu um tanto quanto dopada num café onde Josh estava e os dois tiveram uma conexão imediata. Pena que ela estava tão ‘maluquinha’ que mal lembrava o seu nome.

Na saída, a porta fica congestionada. Josh está bem atrás de mim e, quando viro a cabeça para responder, ele sorri (está flertando comigo, sem dúvida) e agora não sei mais qual é meu nome, em que país moro e muito menos em qual lugar do universo estou neste exato momento.

Já em Paris, os dois finalmente se reencontram e a conexão é imediata. Tão diferentes e tão próximos. Eles vão se conhecendo, a amizade vai ficando cada vez mais intensa até que os dois começam a viver um romance. Entre artes, passeios por Paris (e outras cidades), Isla e Josh vão nos encantando e se encantando.

Além dos dois persoangens principais, temos Kurt, o melhor amigo de Isla, que as vezes é bruto e ao mesmo tempo fiel, inteligente e possessivo; Conhecemos também as duas irmãs da nossa protagonista – Gen e Hattie; além, é claro, da volta dos nossos personagens favoritos – Anna, Etienne, Lola e Cricket.

Mas como o final feliz demora um bocado pra chegar, os dois acabam passando por alguns momentos conturbados, problemas no paraíso e nas decisões futuras. O mundo fica de perna pro ar, mas quem acredita sempre alcança, né? #MomentoClichê

Não sei se é porque eu amei os dois primeiros livros da Stephanie, mas eu sinto que o terceiro fechou com chave de ouro a história desses jovens. São história próprias, mas que no fim sempre se conectam de alguma forma. Eu chorei, eu suspirei, eu amei o livro. A forma como a arte é pulsante em cada página, como a Isla vai amadurecendo como mulher a cada página… É, eu acho que tenho um favorito na listinha de 2015.

Ele tem gosto de champagne. De desejo. Josh tem o gosto dos meus desejos mais profundos finalmente realizados.

Isla e o Final Feliz me surpreendeu do começo ao fim! E antes de terminar essa resenha eu tenho um pedido a fazer: CADÊ PETIÇÃO PRA TRANSFORMAR ESSA SÉRIE EM FILME?? CADÊ??

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
4683 pessoas visitaram
Publicado em 03/12/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Lili disse:

    Anna e o beijo francês foi uma surpresa maravilhosa, eu amei, e quando fui ler Lola nem sabia que ia ter a participação “especial” nos personagens do livro anterior, o que me agradou demais e outra vez amei mais um livro de Stephanie Perkins, a escrita dela me encanta e apesar de ainda não ter lido Isla, acho que vou amar também. Ótima resenha. 🙂

  2. Natália disse:

    Estou no comecinho e dei só uma olhadinha de leve na resenha com medo de spoiler hahaha Mas amei os outros dois livros da autora, então… Volto pra ler a resenha novamente quando terminar o livro haha

  3. Ravena disse:

    O mais amorzinho dos livros de Stephanie é que eles levam seu tempo pra se apaixonarem de verdade, mesmo que role um clima desde o começo. Amei todos!

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!