Autora: L.H. Cosway
Editora:
Páginas: 355

Acho que esse livro vai te tirar da zona de conforto. Não, não estamos falando de nada muito pesado, mas Painted Faces da L.H. Cosway começa a abrir sua mente para assuntos peculiares, principalmente pro mundo das drag queens.

O livro conta a história de Nicholas e Freda. O nosso ‘mocinho’ é um cara com a mente aberta. Apaixonado pelo sexo feminino, ama andar de saltos e adora as expressões delicadas das mulheres. Por conta desse amor todo pelo mundo feminino, Nicholas acaba escolhendo uma carreira artística bem interessante: artista de cabaré, uma Drag Queen, a linda Vivica Blue.

Então, isso sou eu querida, uma completa e total contradição.

Por outro lado, temos a nossa mocinha Freda, uma mulher cheia de inseguranças, muito sarcástica, um pouco gordinha e que vive num mundinho fechado. E ao se deparar com a beleza de seu novo vizinho (Nicholas), ela fica encantada e totalmente arisca, porque tem certeza que um homem tão perfeito como ele não poderia dar bola para ela. Mas o rapaz é pra lá de insistente e provoca Freda e todos os leitores com seus elogios, flertes e investidas quentes.

Muita gente deve achar que por ele amar o universo feminino, ele poderia ser gay ou algo assim, mas isso ultrapassa qualquer sentimento homem-mulher. Vivica Blue é pra ele uma espécie de alter ego, uma forma de ficar mais próxima a sua própria mãe. E ele ama tanto as mulheres, que essa é a forma mais sincera e bonita de homenageá-las.

Nicholas nos emociona a cada conversa sobre a mãe, a forma delicada de tratá-la. É o tipo de relação de amor e orgulho. E ele e Freda tem uma química enorme, você consegue sentir através do papel, de cada página. Os dois formam uma amizade linda e um relacionamento de tirar o fôlego. Quando finalmente ela descobre que Nicholas é Vivica, você poderia pensar que ela teria um certo preconceito, até porque ela vem de uma família simples, vive uma vida simples e não está acostumada com esse meio, mas então ela vem e surpreende a gente com todas as emoções a flor da pele e o desejo enorme por ele. (vestido ou não de mulher)

Pra mim uma Drag Queen se veste como uma mulher puramente para performar e é desse jeito que eu me vejo.

Esse livro entrou na minha lista de favoritos da vida! A autora transforma um mundo que nem todo mundo está acostumado em algo completamente apaixonante. Os diálogos entre os dois são um dos maiores pontos positivos do livro. Nada daqueles papos sem graças que encontramos em vários romances por aí. Os dois são sarcásticos e divertidos, sempre soltando alguma ironia.

Deixem o preconceito de lado e se apaixone por Vivica, por Nicholas e por Freda!

Eu sinto que nenhuma pessoa na história amou outra pessoa como eu te amo. Eu te amo tanto que dói. Você me faz sorrir, você me faz dar risadas, você me faz queimar.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
5926 pessoas visitaram
Publicado em 23/11/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Cristina disse:

    Eu amo “Painted Faces”, é um dos melhores romances que já li. a história de amor de Nicholas e Freda é incrível, eles formam um dos meus casais favoritos. L. H. Cosway é sensacional!!
    Recomendo também a leitura de “Killer Queen”, livro contado do ponto de vista do Nicholas na forma de diário, com acontecimentos anteriores ao livro e cenas que mostram o futuro do casal.

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!