Autora: Colleen Hoover e Tarryn Fisher
Editora: Hoover Ink
Páginas:
 125
Classificação:
5/5 estrelas

“CONTINUA” eu nunca odiei tanto uma palavra quanto odeio essa nesse exato momento. Depois do final excruciante da primeira parte da série Never Never, Colleen Hoover e Tarryn Fisher finalmente nos trazem a continuação para termos respostas e uma conclusão a história, certo? Errado!

Em Never Never: Part Two retornamos ao mistério que atormenta Silas Nash e Charlie Wynwood. O livro começa com mais um lapso de memória e mais uma vez eles não estão juntos ao esquecer o passado, mas Silas se preparou para um momento como esse e está repleto de cartas para facilitar o caminho. Assim, aos poucos ele vai juntando os pedaços do quebra-cabeça. Porém, Charlie não tem a mesma sorte: ela acorda em um quarto, sozinha, sem saber onde está ou ao menos seu nome.

Silas sabe que precisa encontrar Charlie, mas como ele a encontrará se ele nunca a viu (não que ele se lembre, claro)?  À medida que procura informações sobre ambos, ele vai descobrindo que ele a ama há dezoito anos, o relacionamento conturbado entre eles e uma rixa entre suas família -– a mesma que acabou levando o pai dela à cadeia. O amor tão prezado por Silas e Charlie estava por um fio. Mas o que aconteceu? Para onde essas informações os levarão? Ele conseguirá encontrá-la? O amor prevalecerá?

Nunca perca esperança. Nunca pare de me amar. Nunca esqueça.
Nunca Nunca.
Silas.

Perguntas, perguntas, perguntas… Isso é tudo que ganhamos ao ler esse livro. E o pior de tudo é que eu realmente acreditava que seria uma duologia, mas no fim a sensação é que essa história é uma serialização, ou seja, um livro dividido em diversas partes e não vou estranhar muito se juntaram tudo em um único livro quando tudo terminar.

Enfim, tirando as dúvidas sem respostas que as autoras lançam em nossa mente, Never Never: Part Two é in-crí-vel!!! Silas Nash não se lembra de nada da sua vida, mas ao procurar respostas e descobrir que tem uma namorada, o que ele vai aos poucos sentindo novamente? Exatamente, o amor por ela. Eu achei isso tãããão fofo porque isso nos traz a esperança de que o amor é o único laço de união que permanece para sempre.

Se fosse possível ouvir um sorriso, o dela seria uma música de amor.

Além disso, a narração intercalada por Silas e Charlie me pareceu ainda mais misteriosa do que no primeiro volume. Tudo parecia estar acontecendo naquele momento e eu conseguia imaginar a história se desenrolando em minha mente. O que também gostei foi que mesmo colocando mais dúvidas Cooler e Fisher ainda trabalharam em algumas pontas soltas e suas possíveis soluções.

Assim, os únicos pontos negativos desse livro são ele ser curto e ter continuação. Seja serialização ou não, isso é realmente irritante e seria mais simples adquirir toda a história de uma vez. Tirando esse pormenor, Never Never é uma história arrebatadora que te deixa surpreso sobre quão imprevisível ela pode chegar ser. Mas eu vou deixar uma dica a vocês que ainda não iniciaram a leitura: esperem os terceiro volume ser lançado e leia os três juntos. Dessa forma, você não ficará na agonia de descobrir o que acontecerá no próximo ou qual a conclusão da história (e se a terceira parte será realmente o final!!).

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
8397 pessoas visitaram
Publicado em 29/06/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Leillyanne Christina disse:

    Tarde demais rsrs, li com tanta pressa achando q seria o último livro me enganei . tô super ansiosa pro próximo livro .

  2. Milena disse:

    Meu deus, acabei de ler o primeiro hj, não sabia q ia ser trilogia, to ferrada, não sei se leio o segundo ou não. Meu coração não aguenta !!!

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!