Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record 
Páginas:
320 
Classificação:
4/5 estrelas

Quando falam muito de um livro, eu normalmente corro pra ler e tento descobrir se é tudo isso mesmo que estão falando. Foi assim que conheci Um Caso Perdido, de Colleen Hoover, e logo em seguida Sem Esperança.

Posso adiantar que os dois livros não são as melhores obras da autora. Mas já que comecei, não parei até saber tudo que acontecia com Sky e Holder.

A última coisa que se espera sempre é a primeira coisa a acontecer.

Não sou uma grande fã do primeiro livro da série, achei a história forte, porém rasa. Os momentos finais do livro foram como uma corrida para pegar o último trem, mas eu precisava entender Dean Holder e então decidi ler o segundo livro e que bom que fiz isso.

Nessa sequência envolvendo esses dois personagens podemos conferir a visão de Holder. Aquele cara ‘dócil’ de Um Caso Perdido mostra a sua verdadeira face, transtornado e assombrado por não ter salvado Hope e nem Less, ele se tornou uma pessoa agressiva e temos a visão clara de como tudo que aconteceu com Hope afetou também a família de Holder.

Nós sabemos que Sky/Hope tem um passado difícil, uma história de mentiras e violência, mas a vida do mocinho também não foi nada fácil.

Depois de perder ‘Hope’, Dean se sentiu culpado por anos por não ter intercedido por sua amiga e acabou negligenciando um pouco o que acontecia em casa. Anos mais tarde, Dean também perde Less, sua irmã, e quando ele descobre um dos motivos para tudo ter acontecido, a culpa volta a assolar o pobre rapaz.

Depois de tanto sofrimento (porque olha, o pobre sofre viu), Dean encontra Sky e as coisas começam a se encaixar, ele começa a perceber que ela é alguém que ele conhece muito bem e tudo aquilo que vimos no primeiro livro, apreciamos novamente, mas através dos olhos do rapaz.

… Ficar com ela me fazia pensar no amanhã e no dia depois de amanhã e no dia seguinte e no ano seguinte e na eternidade. Preciso disso agora, pois se eu não abraçá-la de novo… vou terminar olhando para trás mais uma vez, deixando o passado me engolir completamente.

Mas caso você pense que é uma boa deixar esse livro de lado pois é uma repetição de acontecimentos, pense novamente. Posso dizer que as lágrimas que não caíram no primeiro, apareceram e muito no segundo. Um livro lindo, forte, e que superou as minhas expectativas.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
3245 pessoas visitaram
Publicado em 07/05/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Evelyn Souza disse:

    Olá! Nossa, eu sou apaixonada por Um Caso Perdido. Foi a história mais bem finalizada que eu já tinha lido em toda vida. E com Sem Esperança, por já saber o tal segredo/ mistério da Sky, foi menos impactante que o primeiro. O que não menospreza o segundo, pois também há surpresas a serem descobertas, além de ser contado pelo ponto de vista do maravilhoso Dean Holder.
    Bjs

    http://garotablockbuster.com

  2. Lu disse:

    Qual foi o melhor livro da autora que já leu? Me deixou curiosa, eu amei Um Caso Perdido. *-*

  3. Tana disse:

    Olá Nanne, vc poderia me dizer se esse livro é o msm que “Uma nova esperança” as Resenhas são muito parecidas, só que não encontro muito informação sobre “Hope-Uma nova esperança” .

  4. rafaele disse:

    Depois de ler essa resenha fiquei em duvida das outras que li, porq eu amo esse livro (um caso perdido) e não achei a historia rasa como vc falou na resenha. Todos os livros da CoHo são maravilhosos e nem um pouco vagos, pelo contrario todos com muito conteúdo.

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!