Autora: Nana Pauvolih
Editora: Rocco Fábrica231
Páginas: 559
Classificação: 5/5 estrelas

Tem coisa mais gostosa do que pegar um livro e ele ir muito além das expectativas? Nana já é famosa entre as autoras que pintam entre as mais vendidas na Amazon, mas há tantos outros autores que estão nessa lista e que comecei a ler o livro com grandes expectativas e acabou saindo bem aquém do esperado, que dessa vez decidi fazer diferente, deixei de esperar algo bombástico para só ler e curtir a leitura. O que encontrei foi um livro que coloca muitos do gênero no chinelo, Redenção de Um Cafajeste é uma grata surpresa.

Quando durmo, é com você que eu sonho.

A história mais uma vez apresenta dois protagonistas de mundos muito diferentes. Arthur é rico, poderoso, e acredita que vale tudo para conseguir o que quer. Já Maiana tem origem humilde, luta para sustentar sua família enquanto tenta realizar o sonho de tornar-se professora. E quando esses mundos se chocam,  faíscas se soltam e Arthur só precisa de uma chance para tornar o mundo de Maiana puro fogo.

Porém, ela não está disposta a deixar tudo que acredita de lado por um caso de uma noite, e Arthur está decidido a enganar, trair e fazer o que for para atrair essa mulher na sua cama, mas nesse jogo de gato e rato, dessa vez vai ser cheque mate e quando um playboy como ele cair, vai ser sem volta.

Nas primeiras páginas, Nana me ganha ao ser fiel ao jeito brasileiro de ser, nossas manias. Maiana é uma garota que cresceu em favelas mas sempre lutou para ir além disso, quer mais, ser mais, e é fácil ver nela e em sua família algo que encontramos em milhares de casas brasileiras; a luta pela independência e uma vida mais digna é algo que grande parte de nós buscamos, mas que sinto falta em livros nacionais, americanizados ao extremo — sim, nossa cultura possui várias influências gringas, mas somos muito mais que isso, somos também o pagode, as escolas de samba, o preconceito, o medo de não voltar para casa, e apesar de nenhuma dessas características serem o foco principal da trama, só de a autora não deixá-las de lado já é uma grande vitória.

Ele acabou com todos os meus sonhos e com o melhor de mim. Ele me destruiu.

Talvez foram essas particularidades que deixaram a sensação tão forte de que o amor entre Maiana e Arthur pode ser possível, que as chances de realmente existir um amor assim em alguma parte do mundo é real — talvez com menos diálogos bizarros envolvendo sexo, quem sabe.

Na medida certa, a autora mexeu com minhas emoções de todas as formas possíveis; me diverti com as amizades dos personagens, ri das bobagens que falaram, e fiquei no chão quando a trama leve deu lugar a um forte drama. Sim, não contive as lágrimas quando o momento da verdade chegou, a traição que Maiana sofreu vai além do que um homem pode fazer com uma mulher, tudo em que ela acreditava, sua confiança no bem contra o mal, foi jogado no lixo, foi uma humilhação que muda a personalidade dos mais fracos e foi impossível não sofrer e quebrar um pouco meu coração enquanto o dela era mastigado, cuspido e e pisado, e ainda assim ela saiu em pé, quebrada, mas pronta para lutar e seguir em frente.

Isso é pelas vezes que me preocupei com você! Por ter me enganado e traído, quando só fiz amar você!

Por essas e outras, Redenção de Um Cafajeste tornou-se um de meus romances eróticos favoritos. Não consigo lembrar um romance nacional que tenha sido tão gostoso, e ele se equipara ou vai além de muitos dos meus favoritos gringos, Nana Pauvolih acertou tanto que eu deixei de lado até os pontos fracos da história e mergulhei fundo. Redenção de Um Cafajeste mostra o primeiro cafajeste a se render e quando um gostoso desses se ajoelha para pedir redenção, ele se ajoelha com o kama sutra na mão, o que torna tudo ainda mais delicioso. E cara, se você busca um livro repleto de erotismo mas que não deixe de lado personagens realmente verdadeiros, ESSE é o livro. Sério, nunca valeu tão a pena deixar de dormir para terminar uma história.

Quando quero uma mulher, pego para mim. Entendeu bem?

A música para esse livro, porque sim!

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
9443 pessoas visitaram
Publicado em 25/03/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Soraya disse:

    Desde a época do lançamento, eu queria ler esse livro. Depois de ler sua crítica, percebi que preciso ler esse livro.
    Parabéns, você conseguiu me deixar ansiosa 😀

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!