“Cinquenta Tons de Cinza” está em primeiro lugar nos filmes que estrearam, dominando o cinema internacional. A adaptação do bestseller erótico de EL James garantiu mais 38 milhões de dólares na sexta-feira, chegando a 66 milhões de dólares em dois dias. Isso coloca o filme a caminho de 158 milhões após três dias e pode colocar o filme estrelado por Jamie Dornan e Dakota Johnson como uma das maiores estreias com a classificação R-rated (classificação nos EUA para filmes adultos que envolvam violência, nudez, etc, onde o menor deve estar acompanhado de um responsável), tirando o posto de “Matrix Revolutions” com 117 milhões.

O cenário ainda pode melhorar e é previsto que os números ultrapassem 200 milhões de dólares em seu primeiro final de semana, um número impressionante para um filme que custou 40 milhões e mais do que garante a sequência da franquia.

Com cenas picantes, muito foi discutido sobre a classificação do filme no país, que permite maiores de 16 anos nas salas de cinema, enquanto o mesmo filme foi proibido em países como China — o segundo maior mercado cinematográfico do mundo -, Malásia, Indonésia e Quênia, porém em países como a França “Cinquenta Tons de Cinza” está classificado como permitido para pessoas acima de 12 anos. Apesar de toda tensão, no Brasil ele é colocado como a maior estreia do ano e a quarta maior estreia da história. Somente em sua estreia foram arrecadados cerca de 7 milhões de reais e assistido por 500 mil espectadores, segundo a distribuidora.

Com direção de Sam Taylor-Johnson, Dornan será Grey na adaptação, com Dakota estrela como Anastasia Steele.

O filme segue a história do jovem bilionário de 27 anos, Grey, e seu romance com a estudante universitária Steele. Os livros já foram traduzidos em 52 idiomas e já venderam mais de 100 milhões de cópias.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1931 pessoas visitaram
Publicado em 14/02/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Moises Silva disse:

    Ha ha, nunca li o livro, não gosto muito desse gênero se não vier seguido com uma história sobrenatural, estilo Ladrão de Almas de Alma Katsu.
    Mas discriminação? Nunca. Sucesso pro filme e mais sucessos pro livro.

    ” Consideramos justa toda fora de gêneros, na na na na na na”

  2. Tarsila Martins disse:

    Eu assisti o filme e gostei, ouvia tanta crítica negativa que fui esperando ver um fracasso, mas foi um ótimo drama. Agora, como filme erótico é meio besta, acho que o sexo foi apenas um detalhe importante na obra. Espero que continue sendo um sucesso, e que as pessoas consigam ver o filme com outros olhos, como realmente um drama que pode ser analisado de diversas formas.
    Beijos!

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!