Autora: Madeline Hunter
Editora: Arqueiro
Páginas: 240
Classificação: 5/5 estrelas

Jogos do Prazer conta a história de Roselyn Longworth, que teve sua vida devastada quando seu irmão mais velho morreu e o mais novo cometeu fraude contra seus clientes e fugiu para o exterior com todo o dinheiro.

Deixe acontecer. Solte-se.

Assim, com suas finanças arruinadas e com as chances de um bom casamento indo por água abaixo também, torna-se fácil para ela acreditar nas promessa ilusórias de um visconde, algo que acaba mal quando ela não satisfaz suas exigências e ele decide leiloa-la em uma festa em sua residência. Roselyn acredita que um fim trágico a espera, só que as coisas mudam quando ela é arrematada por Kyle Bradwell, um homem que não tem berço nobre, mas foi o único naquele lugar a trata-la com gentileza e respeito, sendo que ela mal podia imaginar como aquele resgate ia mudar totalmente suas vidas.

Quem é leitor sabe que quando você lê vários livros de um certo gênero é fácil começar a perceber que os autores utilizam um certo padrão na forma de conduzir a história, os famosos clichês, sendo que isso deixa os livros quase uma cópia do outro, sempre naquela mesmice que cansa e que deixa o leitor enjoado daquele gênero. Só que nós sabemos também que existe certos autores que conseguem pegar esses clichês e transformá-los em uma história maravilhosa e envolvente, algo que a Madeline Hunter faz com maestria nesse livro.

Você faz meu coração arder, doer e se encher de orgulho. De toda a sorte que tive na vida, você foi o maior presente que o destino me deu.

De longe ela é minha autora predileta de todas as que foram lançadas pela Arqueiro até esse momento, principalmente porque ela sabe como construir um romance da forma mais realística possível, os personagens não se apaixonam avassaladoramente um pelo o outro nos primeiros cinco minutos que se conhecem. Existe no primeiro momento uma atração que vai crescendo aos poucos e te deixando tão apaixonado pelo livro quanto  Kyle e Roselyn ficam um pelo o outro.

Além disso, todos os assuntos não resolvidos acumulados nos livros anteriores, como a fraude cometida pelo irmão de Roselyn, Timothy, e suas consequências, são trabalhados nesse livro. Assim, a trama pode ser considerada mais rápida se comparada aos outros da série, principalmente porque vamos chegando a conclusão dos fatos que ocorreram no primeiro livro, dessa forma a autora aproveita para fechar as pontas que foram soltas e também se aprofundar e desenvolver melhor os laços que se formam e personagens como Kyle, que é um herói atípico dos romances de época, já que ele conseguiu tudo através do seu esforço e suor do seu trabalho, mas que mesmo ascendendo socialmente em relação aos seus pares nunca deixou de carregar suas raízes em seu coração.

E claro, Madeline Hunter não se esqueceu dos personagens secundários; os Rothwell continuam cativantes e Christian já ganha uma parcela do coração do leitor, é difícil não ficar louca para ler seu livro. Além dele, nós também conhecemos Jean Pierre, o amigo cientista de Kyle, que acaba roubando a cena em várias partes do livro, sendo que o seu romance com a Henrietta só coroou sua participação.

Jogos do Prazer é mais um romance arrebatador da autora, com outra trama deliciosa de se conferir e mais personagens para desvairar as mulheres. Tem como não indicar?

Ela perdeu a fortuna e a inocência. Ele a fez esquecer todos os erros do passado.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2546 pessoas visitaram
Publicado em 30/01/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!