Autora: Megan Maxwell
Editora: Suma de Letras
Páginas: 280
Classificação: 4/5 estrelas

Vai Sonhando! é mais um livro de Megan Maxwell publicado pela Suma de Letras, mas com uma pegada COMPLETAMENTE diferente de Peça-me o que quiser. O humor continua? Sim, claro, mas o erotismo é leve, o romance está mais para um chick-lit, digamos, um pouco picante.

Como pretende que depois de te conhecer eu continue vivendo sem você?

Daniela, nossa protagonista, é uma fisioterapeuta que precisa batalhar diariamente, seu futuro é incerto e cada amanhecer é um presente que ela recebe de sorriso aberto.

E então temos Rubén Ramos, o touro espanhol, um craque conhecido mundialmente, jogador do Inter, rico, gostoso e rodeado por mulheres. Porém, quando ele se fere em uma partida e é enviado para cirurgia, ele acaba encontrando Daniela, uma mulher que Rubén vê como gorda e sem muitos atrativos, mas quando suas personalidades se chocam ele percebe que seus ataques não funcionam com essa mulher e ele vai precisar mudar se quer ser o que Daniela precisa.

Quando conheci Megan Maxwell, foi justamente por livros como esse que me tornei sua fã. Antes dos romances eróticos ganharem o mercado editorial, seus livros estavam mais voltados para o humor mesclado com algum drama e doses picantes de paixão, nada de swing, ménage à trois e outras lambanças. E sério, eu realmente senti falta disso, adoro o casal de Pídeme lo que quieras, mas certos trechos são simplesmente bizarros.

E nesse romance encontramos um casal similar, Daniela não leva desaforo para casa, mas, diferente de Judith, ela não quer drama em sua vida, dificilmente coloca mais lenha na fogueira, Dani só quer viver porque sabe que o futuro é incerto. Tudo bem que adoro o drama que essa autora constrói, mesmo que seja do tipo novela mexicana, me divirto com cenas de entre tapas e beijos, o que até aconteceu algumas poucas vezes nessa trama, mas com intensidade baixa.

Ela o fazia passar da fúria ao riso em décimos de segundo.

Mas algo que não faltou em Vai Sonhando! foram risadas. A cada capítulo, algo acontecia, algo fofo, ou simplesmente muito bobo, e a risada rolava solta; e quando ela parava, mais uma situação louca acontecia e eu me acabava novamente.

No geral, esse foi um livro ótimo.  Antes de explorar o romance, Maxwell tentou investir na imagem da mulher sem um par, uma mulher que sabe o que quer, luta por sua carreira, desejos, e não deixa seu mundo girar em torno de uma paixão. É raro acontecer, mas dessa vez eu torcia para que esse fosse o primeiro volume de uma série (não é o caso) para que as personagens desse livro conseguissem maior espaço, afinal é uma perda grande a desvairada irmã de Rubén, Malena, não ter um livro só dela. Alias, esse livro perde pontos justamente por não explorar personagens e momentos que tinham grande potencial, mas ao todo é uma leitura que vale a pena, Daniela e Rubén proporcionam bons momentos e todo felizes para sempre é valido, se ele vem acompanhado de boas gargalhadas então, melhor ainda.

A vida, querida, nos leva,  e você só tem que aproveitar tudo do caminho.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
10755 pessoas visitaram
Publicado em 28/01/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Ilda disse:

    Li esse fim de semana! gostei! o Rúben é um gostoso! e a Dani também foi uma ótima personagem! recomendo

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!