Autora: Katy Evans
Editora: Novo Século
Páginas:
328
Classificação:
3.5/5 estrelas

Meu é o segundo livro da série Real sobre um lutador Remy e sua obsessão e fisioterapeuta Brooke. Dessa vez, o livro vai girar em torno da luta de Remy para ganhar o campeonato que perdeu propositalmente e, junto com Brooke, lutar por um relacionamento.

Negro e azul, cada centímetro de seu eu magnífico é meu.

Brooke jamais imaginou que iria cair tão forte por um cara, que sua vida iria girar em torno de uma pessoa, e Remy nem sequer esperava ser capaz disso. Com seu transtorno bipolar, ele sabe que as chances de ter um relacionamento sadio são nulas, mas quer Brooke a seu lado e está disposto a ceder tudo para que isso ocorra.

Sem surpresas, esse segundo livro passou pela maldição da sequência e não é tão bom quanto o anterior. Remy continua com tudo em cima; um pouco instável, é verdade, mas cheio de amor para dar, gostoso e com covinhas. Porém, em contrapartida temos Brooke, que nunca esteve mais chata. A garota simplesmente encontra problema onde não tem, a primeira parte do livro é totalmente voltada para seus humores e realmente fiquei em dúvida se não era ela quem sofria de transtornos bipolares.

Eu quero você. Quero que você me toque, que coloque sua boca na minha como antes. Quero que você me ame. Pare de ficar me punindo, Brooke. Eu te amo.

Outro ponto que me irritou sobremaneira é o sexo. Sexo para lá, sexo para cá, sexo, sexo, e sexo, e sem uma real necessidade disso, não é algo que acontecia naturalmente, Brooke e Remy simplesmente cafungavam um no outro, sentiam os feromônios e se transformavam em dois cachorros no cio. Tudo bem, concordo que com um homem como Remy ao meu lado eu realmente pensaria bastante em sexo, mas a autora não deixou que isso se desenvolvesse de forma natural, a sensação era que as cenas foram escritas para ocupar espaço enquanto algo mais interessante não pintava na área.

E entre trancos e barrancos, algo apareceu. O que mais me conquistou no primeiro livro foi a parte psicológica, os problemas de Remy, e novamente isso ganhou espaço, conhecemos a fundo como sua família lidou com ele quando criança, e como ele precisou seguir em frente dia a dia. Apesar de não ter o espaço merecido, é uma parcela do livro que faz valer a pena a leitura e torcer por esse cara tão espancado pela vida. Então, se você precisa de uma razão para continuar essa série, aí vai: Remy! A escrita de Katy Evans continua tão fácil quanto antes, acabei o livro em um passar de horas, mas a verdadeira razão de seguir em frente e ir para um terceiro livro é esse homem maravilhoso que a autora criou. Sofro do pecado da ganância e a culpa disso é totalmente dele.

 Aprendi que você não pode correr se romper um ligamento, mas o seu coração pode ser partido em um milhão de pedaços, e você ainda pode amar com todo o seu ser.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1951 pessoas visitaram
Publicado em 22/01/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!