Segundo o site The Hollywood Reporter, o livro “A Culpa é das Estrelas“, sucesso em vendas do autor John Green, foi proibido em escolas públicas em Riverside, na Califórnia.O motivo da proibição seria pelo romance apresentar morte e conteúdo sexual. A iniciativa surgiu da mãe de um dos alunos da Frank Augustus Miller Middle School, Karen Krueger, que após ler o livro, segundo ela mesma, afirmou que estava chocada com o fato da obra, que trata de morte e sexo estar disponível para crianças.

“Eu não acho que o conteúdo seja apropriado para crianças de 11, 12, 13 anos de idade”, disse ela.

Após a reclamação de Krueger, foi reunido um comitê, o qual foi decidido por maioria de votos a remoção dos exemplares do livro.

Questionado sobre a decisão, John Green comentou em sua página no Tumblr a proibição.
“Fiquei feliz e triste com o que aconteceu. Fiquei feliz porque, aparentemente, esses jovens de Riverside nunca irão testemunhar a morte, já que elas nunca vão ler meu livro. Por outro lado, também estou triste porque esperava poder introduzir a ideia de que pessoas podem morrer a essas crianças e acabar com suas esperanças de imortalidade.”

“A Culpa é das Estrelas”, recentemente virou adaptação cinematográfica estrelada por Shailene Woodley (Divergente) e Ansel Elgort (Carrie), com a direção de Josh Boone (Ligados pelo Amor).
O filme arrecadou US$ 271 milhões pelo mundo. No Brasil, a editora Intrínseca publicou o livro.

Diagnosticada com câncer, Hazel Grace Lancaster se mantém viva graças a uma droga experimental. Após passar anos lutando com a doença, ela é forçada pelos pais a participar de um grupo de apoio cristão. Lá, conhece Augustus Waters, um rapaz que também sofre com câncer.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1134 pessoas visitaram
Publicado em 30/10/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!