Autora: Celia Bryce
Editora: V&R
Páginas: 206
Classificação: 3.5/5 estrelas

Uma canção para Jack narra a história de dois adolescentes, Megan e Jack. Megan é uma garota de 13 anos que acaba de ser diagnosticada com câncer e não entende muito bem pelo o que está passando. No hospital, onde começará seu tratamento, ela conhece Jack, a alegria da ala onde vai ficar. Todas as crianças e enfermeiras se divertem com ele. Jack tem câncer também mas isso não significa que ele é triste e só fica “enfiado em seu quarto”. Por causa de Jack, Megan consegue ser mais feliz e compreender a situação que está passando, mas, vendo que isso não é o fim do mundo.

Jack tem 16 anos e por ter a idade muito próxima a de Megan, acabaram por ter uma grande conexão. E isso não foi fácil. Até Megan conseguir admitir estar longe de seus amigos, familiares e que iria ter de se “contentar” com Jack foi difícil. Mas por dentro, Jack também tinha seus problemas e dificuldades que ninguém enxergava. E o amor construído da amizade vai mostrar como a vontade de viver é grande para ambos os adolescentes.

Antes de ler Uma canção para Jack, eu vi muitas criticas devido as comparações com A Culpa é das Estrelas. E depois de ler eu chego à conclusão de que tais críticas são completamente sem fundamento. Sim ambas as obras se tratam de protagonistas com câncer. Mas, excluindo isso, não consigo ver nenhuma outra semelhança. Megan é simplesmente uma garota que nem mesmo sabe pelo que está passando. Ela sofre com a distância dos amigos e Jack é uma pessoa alegre apesar de tudo.

Que sentido faz quebrar todas as regras se ninguém te pega?

Em minha opinião, eu não vejo a história como um amor romântico já que eles são tão novos. Vejo mais como uma forte amizade construída em meio a tantas confusões. Além disso, há algumas cenas realmente muito tristes ao longo do livro. Eu chorei várias vezes com elas. Já aviso que você tem de estar preparado. Não faça como eu: lê-lo em um ônibus completamente lotado com várias pessoas te assistindo chorar.

Porém, apesar de tantos pontos positivos, Uma canção para Jack não está inteiramente salvo por um motivo: pouco desenvolvimento. Era uma ótima história, mas é tão curto que às vezes parecia que eu nem conhecia os personagens muito bem. Provavelmente se Celia Bryce houvesse construído um pouco mais sua trama, o livro poderia ser ainda melhor. Mas não deixe de ler por isso. Uma coisa é garantida: você com certeza irá se emocionar com a história desses dois.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2463 pessoas visitaram
Publicado em 16/10/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!