Autora: Katie McGarry
Editora: Verus
Páginas: 420
Classificação: 3.5/5 estrelas

No segundo livro de Pushing the limits, No Limite da Ousadia, conhecemos um pouco mais de Beth que nos foi apresentada no primeiro livro como a garota punk, amiga de Noah.

Emoção é algo ruim. As pessoas que me fazem sentir são ainda piores. Eu me conforto com a pedra que está dentro de mim. Se eu não sinto, não me machuco.

Beth tem uma vida bastante complicada, abandonada pelo pai ainda criança, mãe alcoólatra e viciada em drogas, e, como se não bastasse isso, o namorado de sua mãe tem como passatempo espancá-la. Seu porto seguro é a casa de sua tia onde moram Isaiah e Noah, seu melhores amigos. Porém, após mais uma tragédia, Beth se vê obrigada a abandoná-los e ir morar com seu tio em uma outra cidade.

Nesta cidade Beth encontra algumas pessoas de seu passado, como sua melhor amiga de infância, e também Ryan, o garoto que algumas noites atrás tinha insistido em pegar seu telefone, que lhe foi negado. O que Beth não sabia é que tudo não se passava de um desafio entre Ryan e seus amigos… Ryan não esta acostumado a perder e vê nesse novo encontro uma oportunidade de vencer a aposta.

Ryan passa boa parte do livro tentando ganhar seu desafio e se aproximar de Beth, já ela nesse período está buscando uma maneira de voltar pra casa. Até que uma noite o relacionamento entre eles muda e os dois percebem que existe um sentimento muito forte nascendo entre os dois e a partir deste ponto eles tem que decidir o que fazer com isso. Beth está presa demais ao seu passado para acreditar que o príncipe da cidade está realmente apaixonado por ela, enquanto Ryan (que é um fofo) luta para que Beth acredite em seus sentimentos e está disposto a enfrentar as consequências de inserir uma garota como Beth em seu mundo.

Você se parece muito com aquele pássaro. Você está com tanto medo de que ficará enjaulada que você não pode ver uma saída. Você se debate contra a parede uma e outra vez. A porta está aberta, Beth. Pare de correr em círculos e saia.

Comparando com o primeiro livro da saga — e é impossível não comparar — , No Limite da Ousadia ficou devendo no quesito romance. A impressão que me passou foi que Noah e Echo tinham muito mais química do que Ryan e Beth, talvez o grande erro da autora foi não ter resolvido bem a relação de Beth e Isaiah, a forma como a “relação” dos dois terminou não me convenceu. No primeiro livro tínhamos a impressão que o sentimento dos dois era mútuo e de repente tudo muda e não era bem assim…

Em geral, eu gostei do livro, não teve o mesmo impacto que o primeiro, porém Katie McGarry tem uma escrita que te prende e isso é um diferencial. Agora me resta aguardar Crash Into You e torcer para que Isaiah tenha seu final feliz e que compense o tanto que ele sofreu neste livro.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
3670 pessoas visitaram
Publicado em 21/08/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!