Autora: Samantha Young
Editora: Quinta Essência
Páginas: 400
Classificação: 4/5 estrelas

On Dublin Street gira em torno de Jocelyn “Joss” Butler. Quando menina, ela tinha uma vida normal, com uma família feliz, sua melhor amiga Dru, e quem sabe algumas paqueras na escola, mas com quatorze anos um acidente muda isso, e Joss começa a usar drogas, beijar todos os garotos possíveis, e em alguns casos até transar com estranhos. Quando ela completa dezoito anos e percebe que a vida que leva nada tem a ver com ela, Joss se muda para a Escócia e começa novamente, sem jamais esquecer que ela não deve criar laços.

O futuro e o que pode acontecer, me dá medo.

E sua vida solitária vem funcionando bem, até que se muda para um novo e maravilhoso apartamento em Dublin Street, onde conhece um homem que vai abalar seu mundo. Braden Carmichael está acostumado a conseguir tudo o que quer, e ele está determinado a ter Jocelyn. Ao perceber que ela é contra um relacionamento, ele faz uma proposta: por seis meses, eles vão satisfazer a paixão que sentem um por outro, sem qualquer amarra ou compromisso. Mas depois que Joss aceita, ela logo percebe que Braden tem outros planos, e ele não vai deixá-la ir facilmente.

Feliz? Eu não era feliz. Somente estava a salvo.

Depois de ler esse livro, logo ficou claro que a sinopse não fez jus a ele. O romance entre Joss e Braden desde o início mostrou-se mais do que um acordo, e Braden está longe de ser um personagem frio, pelo contrário, o cara é bom demais, e sabe se doar com estilo. Já em relação a Joss, eu nem sempre concordei com as atitudes dela, pelo contrário, mas nem isso me fez largar o livro. On Dublin Street ganha o leitor logo no início, com um primeiro capítulo repleto de acontecimentos, e depois há os outros personagens que vão aparecendo e que acabaram me sugando entre uma página e outra.

Estou quebrada, Braden. Deixa de tentar me arrumar e somente me deixe quebrada!

Eu sei que há vários livros com protagonistas cheias de passados nebulosos e de partir o coração, que isso é bem clichê, mas não me canso desse tipo de livro e o mártir que são seus personagens, e ainda não parei de me emocionar com eles. Eu já havia lido outros livros de Samantha Young, porém de fantasia e não eróticos, mas novamente a autora me surpreendeu. A história de Jocelyn, sobre deixar o medo de lado e batalhar por uma segunda chance, novamente provou que essa autora sabe escrever bem e cativar o leitor. Longe de ser um conto de fadas, On Dublin Street é ideal para os amantes de um bom romance.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2557 pessoas visitaram
Publicado em 01/08/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Carla disse:

    Eu amei esse livro. Puro sofrimento. E que cara foda.

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!