Autor: Don Winslow
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Classificação: 5/5 estrelas

Se há um autor que eu precise tirar o chapéu e dizer que ele é simplesmente foda incrível, esse seria Don Winslow. Claro que tem outros, mas esse cara sabe escrever uma história completamente diferente de tudo o que você já leu e ainda fazer você se apaixonar por ela.

Dá muito trabalho ser eu. […] Ele está certo. Dá mesmo muito trabalho ser ele.

Desta vez, conheceremos Frank Machine, o Cara das Iscas. Frankie tem uma loja de iscas, todos gostam e respeitam ele. Ele está tentando levar um relacionamento com Donna, mas ele sabe que Patty — com que já fora casado e que tem uma filha — não facilitará as coisas. Não basta somente a pensão, ela precisa de favores todos os dias. E pode até parecer que sua vida é repleta de problemas, mas pelo menos é a vida que ele escolheu. Entretanto, ele uma vez fora Frankie Machine, o assassino de aluguel ligado à máfia e, se ele realmente achou que ficaria muito tempo aposentado, vendendo iscas e brincando de papai e mamãe, ele estava errado.

Tempestades trazem lembranças do mesmo modo como trazem madeira para a praia. Coisas que você pensa que estão perdidas para sempre e, então, subitamente, lá estão: vagas, gastas, mas de volta.

Sexo. Máfia. Violência. Drogas. Tire as crianças de perto desse livro, porque se tem algo que o autor sabe fazer muito bem é ser politicamente incorreto. Acima de tudo os livros de Don terão a máfia como tema central e uma boa história envolvendo o tema não pode esconder a violência e mortes, muito menos o consumo deliberado de drogas e a prostituição, sendo esse último o foco de O Inverno de Frankie Machine —  mercado de prostituição e filmes pornográficos, mais especificamente.  Ou seja, se você não tem idade ou acredita que algo tão pesado não cairá bem para você, realmente recomendamos que passe para o próximo livro.

Mas, voltando ao nosso protagonista, Frankie tentou viver sua vida e deixar de lado aquela época em que fazia parte da máfia, mas o passado voltou para tentar matá-lo e sua única opção agora é fugir enquanto tenta descobrir quem o quer morto e o por quê e assim Don Winslow apresenta mais um personagem que só ele poderia construir tão bem. Frank é um cara sarcástico, um ótimo matador e, principalmente, não é um traidor. Ele nunca entregaria toda a merda que ele sabe. Há, claro, outros personagens importantes: Dave é um dos melhor amigos de Frank, eles sempre surfam juntos e participam da Hora dos Cavalheiros, e ele é um policial; Mike é seu amigo e parceiro de crime, os dois sempre resolveram os problemas da maneira antiga, metendo bala.

 Um condenado acredita em qualquer coisa que lhe dê alguma esperança.

A dica de todo esse quebra cabeça é que o leitor precisa prestar atenção aos detalhes e mergulhar de cabeça na história — não que isso seja difícil, principalmente com todo o sarcasmo que se encontra no livro, algo já característico do autor. Mas não é só de sarcasmo que é composto O Inverno de Frankie Machine. Enquanto caminhava para o final, o que encontrei foi um ritmo de leitura alucinante.  Se durante todo o desenvolver da história o autor conseguiu me surpreender, o desfecho foi completamente inesperado. De todos os finais possíveis, o autor conseguiu assombrar o leitor novamente com toda aquela adrenalina que só Don Winslow consegue, eu senti como se estivesse vendo um filme diante de meus olhos.

Assustar o pássaro. O pássaro pode estar em segurança, oculto na mata, mas ele vê o caçador e voa; e é isso que o mata.

Em suma, essa é uma obra inteligentemente sagaz, com uma história de altos e baixos e cheia de reviravoltas, escrita de uma maneira incrível e que faz com que o leitor entre de cabeça em um thriller viciante do começo ao fim. Don Winslow é um dos poucos autores que conseguirá te prender tanto em uma história e te surpreender a cada página.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1630 pessoas visitaram
Publicado em 01/08/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!