Autora: Laurie Halse Anderson
Editora: Valentina
Páginas: 248
Classificação: 5/5 estrelas

O livro gira em torno de Melinda, uma menina de quatorze anos e a sua vida está bem difícil, ela perdeu todos os seus amigos depois de destruir a típica festinha dos veteranos e ainda mandou vários colegas para cadeia. Assim, ela tem que passar todo o ano tendo que lidar com ser a pária do colégio e também sobre o que realmente aconteceu nessa festa.

Ninguém quer realmente ouvir o que você tem a dizer.

Fale! é um livro difícil de resenhar, porque ele mexeu muito com meus sentimentos e é difícil descrever como esse livro é diferente e especial ao seu próprio modo. Lauren foi muito sucinta em contar a história, mas ela sabe como ninguém transmitir emoções e te fazer gostar dos personagens.

Sim, a autora te faz amar, se irritar, compreender e querer proteger Melinda, ela construiu uma personagem tão humana e normal que a protagonista poderia ser qualquer pessoa que você conhece, sua prima, sua sobrinha, sua colega de classe ou uma completa estranha.

Melhor ainda, ela mostra a frustração ao perceber que a mídia e a maioria da sociedade, eu inclusive, dizemos sempre que as pessoas devem falar, mas quantos de nós estamos dispostos a parar para ouvir? Porque Melinda só queria falar só que ninguém parecia querer ouvi-la. Ficamos tão preocupados com nossos problemas ou julgamos uma pessoa em razão de uma ação ou até mesmo um preconceito que acabamos por esquecer que outras pessoas precisam ser ouvidas e compreendidas. Às vezes, o maior grito de socorro é o silêncio.

Quanto aos outros personagens, eles são diferentes e é interessante ver como eles também influenciam a trama ao seu próprio modo, porém se eu tivesse que escolher favoritos, eles seriam o professor Freeman, que incentiva os seus alunos a refletirem e se expressarem de modos inusitados, e David Petrakis, que é estranho e um amor de qualquer jeito.
Acredito que Fale! seja muito honesto em retratar o mundo dos adolescente, o modo como eles pensam e quão cruéis eles podem chegar a ser, mas também soube abordar sobre temas difíceis como o abuso em qualquer gênero-físico e psicológico, sendo que foi uma verdadeira mudança para aquela época e ainda continua sendo na nossa.

Eu deveria, talvez, contar para alguém, simplesmente contar para alguém. Dar um basta nisso. Desabafar, soltar o verbo, pôr para fora o que aconteceu!

Esse livro é uma discussão sobre estupro. A cultura de estupro e sobre como isso afeta a vida de algumas pessoas não é feita frequentemente na nossa sociedade, por isso ainda existe muitas pessoas que não relatam esses casos ou sofrem em silêncio, já que muitos tendem a culpar a vítima e não o criminoso, seja apontando o modo de vestir ou de agir da pessoa como incorreto.

Fale! é um livro que realmente merece ser lido, na verdade deveria ser uma leitura obrigatória, ele mudou uma geração nos Estados Unidos e acredito que ele pode trazer várias mudanças no Brasil, e, maior do que qualquer coisa, ele pode ajudar uma pessoa a finalmente falar e pedir ajuda.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2662 pessoas visitaram
Publicado em 19/05/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Natália disse:

    Oi!

    Estou procurando esse livro há um tempão para ler, mas nunca acho… Estou precisando de uma história que mexa um pouco comigo, que me faça pensar. E acredito que “Fale!” é um ótimo livro!

    Beijos! || ape56.blogspot.com

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!