Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas:
 352
Classificação:
 5/5 estrelas

Depois de tantas confusões, aventuras, romance proibido e beijos roubados, Maxon finalmente terá de fazer sua escolha. Quem viverá ao seu lado durante o resto de sua vida? Porém, essa escolha não é apenas de Maxon, não se ele quiser se casar com America, a garota que nunca esperou tornar-se uma princesa, mas também nunca imaginou que ficaria indecisa entre um príncipe e o cara que ela acreditava ser o homem de sua vida.

Pior, América precisa enfrentar não só essa escolha como também lidar com o ódio que a persegue por todos os lados, mas ela pode mudar a mente de todos ou isso é somente mais um sonho impossível? Para colocar mais lenha na fogueira há a revolta dos rebeldes, que nesse último livro aparece com uma estranha aliança. Afinal, o que será do palácio, de Maxon, das garotas da Seleção e da própria população?

Quanto tempo esperamos para finalmente saber o fim desse livro? Aspen ou Maxon? Quantas vezes essa pergunta me tirou do sério… Então, para a felicidade de todos, a Seguinte lançou A Escolha simultaneamente com os Estados Unidos e, assim, foi possível saber a resposta tão breve quanto os fãs americanos.

Mas, depois de ler A Elite não sei dizer se estava ansiosa ou lamentava a aproximação do último livro. Porém, esse último volume foi uma surpresa deliciosa que me deixou boba, apaixonada, feliz, triste, com raiva e a beira de um ataque de nervos. Sim, Kiera Cass conseguiu provocar todas essas emoções em mim. E adivinhem: eu simplesmente não consegui fechar esse livro. Desde o momento em que ele chegou à minha casa até eu termina-lo, ele não saiu de perto de mim.

“Pode partir meu coração. Mil vezes, se desejar. Sempre foi seu para machucar como quiser.”

Infelizmente, houve alguns acontecimentos trágicos que tiraram um pouco do brilho da obra. Cass parece ter sido forçada a escrevê-los e não saiu de uma boa forma. Não foi espontâneo, senti que um pouco do que foi escrito ficou sem sentido e direção. Mas, no quesito romance a autora acertou 100%, acertou tanto que eu até mesmo consigo perdoá-la por seus grandes erros em certos momentos.

America está finalmente decidida do que quer da sua vida. Não é mais aquela garota chata e cheia de dúvidas de A Elite. Já Maxon é finalmente um homem. Em A Escolha consigo enxergá-lo como um rei e não um mero príncipe bobão. Enquanto isso, Aspen não foi esquecido de forma alguma. Ele foi simplesmente fundamental em momentos decisivos, além de ter amadurecido – mais do que já era.

Quando alguma coisa em nossas vidas foi justa?

Bom, o que dizer? É um livro magnífico de arrancar suspiros e corações. Não sei quando encontrarei uma série que me toque tanto quanto A Seleção me tocou. Quero sempre saber que os contos de fadas são possíveis que uma vida melhor está na nossa frente. O príncipe encantado? Sim, ele existe, só que não no cavalo branco que sempre esperávamos. Afinal, quem é perfeito? Ninguém. Só posso agradecer a Kiera Cass por trazer de volta todas essas esperanças de criança de volta à minha vida e só posso esperar que elas continue fazendo do mundo um lugar melhor escrevendo suas deliciosas histórias.

Você não é o mundo, mas é tudo o que torna o mundo bom. Sem você, minha vida ainda existira, mas só.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2872 pessoas visitaram
Publicado em 21/07/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Alisson disse:

    Essa saga é simplesmente PERFEITA!! Já li inteira, mas, ainda não escrevi minha resenha para postar em meu blog, mas, uma coisa posso dizer amei amei sua resenha!!

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!