Autora: Alice Clayton
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 272
Classificação: 4.5/5 estrelas

Ah meu Deus, para tudo porque estou para começar a resenha do livro mais divertido desse ano. Infelizmente, cometi o erro de lê-lo no transporte público. Sim, senhoras e senhores, ri as gargalhadas, feito uma louca ensandecida, para todo mundo ver, quase cai porque estava tentando ler em pé em um ônibus onde o motorista acreditava piamente que estava carregando a sogra, esses foram só alguns dos micos que paguei em razão dessa leitura, e mal vejo a hora de sair a sequência para repetir a dose.

O livro gira em torno de uma trintona que está perseguindo seu sonho de entrar no  show business. Em sua primeira tentativa, há cerca de dez anos, ela saiu de Los Angeles com o coração partido e a auto estima em pedaços. Desde então, ela engordou vários quilos, sua autoestima virou pó e ela tentou aceitar a vida como uma mulher normal, mas Grace é tudo menos normal.

Agora, ela se une a uma antiga amiga e agora famosa agente para lutar por seus sonhos novamente e enquanto prepara o corpo e a voz para isso ela vai encontrar um cara que pode mexer com ela como nenhum outro. Jack Hamilton é o novo queridinho da indústria de entretenimento, prestes a protagonizar a adaptação de uma história que deixou as mulheres babando por todo o mundo, mas com alguns anos menos que Grace e com ela com tantas coisas para lidar e talvez com sua grande chance aparecendo, será que um romance é realmente possível ou esse será somente mais um caso de algumas semanas?

“Ok, olha. Cada vez que ouvia alguém dizer que sentia “faíscas” eu normalmente achava que isso era um monte de merda. Quer dizer, já me senti atraída por outras pessoas, sério, e até mesmo senti aquela luxuria instantânea. Mas as faíscas? Por favor… Então ele tocou minha pele. Faíscas. Faíscas. Faíscas. Faíscas quentes. Faíscas brilhantes. Jesus, Maria e José faiscantes.”

Esse livro definitivamente me fez fã dessa autora, ela sabe divertir o leitor, sabe escrever algo despreocupado e pegar problemas que encontramos em nosso dia a dia e tornar isso divertido, algo pelo qual muitos passam e não só a gente, e, melhor ainda, senti que esse livro tem mais potencial do que Wallbanger, que é até legal, mas só gira em torno de uma mulher que precisa ter um orgasmo (tudo bem, vai além disso, mas vocês entenderam). Já A Ruiva Misteriosa é sobre uma mulher que precisou aceitar quem realmente é e tentar novamente, fiquei tão ansiosa esperando para ver essa garota brilhar, seja cantando ou atuando, que tanto romance chegou a me incomodar. Aliás, o romance é o ponto positivo e negativo dessa história.

Quando li Wallbanger, também de Alice Clayton, e tão divertido quanto, eu realmente adorei, mas preciso destacar que há o mesmo problema também nesse livro: a autora perde o toque lá pelo meio do livro e começa a focar somente no sexo. Antes do sexo, havia toda uma história, a luta da protagonista por ter seu espaço, e essa nova jornada de Gracie só volta a aparecer nas últimas páginas. Isso mesmo, mais cem páginas de sexo e mais sexo. Nada contra, o casal tem química, Jack é viciante, mas o que eu tanto gostei nesse livro é da protagonista ter seus sonhos e metas além do cara perfeito e lindo que quer para toda a vida.

Ter uma trintona protagonizando um livro desses é algo super diferente, entre os vários chick-lits que já li, entre outros romances, nunca encontrei algo sobre uma mulher que passou de seu tempo de validade — os 20 anos — e realmente se acha capaz de conseguir um espaço no show business. Esse é o único ponto negativo em A Ruiva Misteriosa, mas pensando no fato que é algo super divertido e gostoso de se conferir, só posso dizer para não ligar para minhas reclamações e simplesmente ir fundo nessa leitura.

Porque isso era a vida real. E na vida real, você é testado, simples assim. Nós seremos testados e temos que ver como lidaríamos com isso.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
8312 pessoas visitaram
Publicado em 23/05/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Larissa disse:

    ADOREI A RESENHA VOU COMPRAR 🙂

  2. Thassy disse:

    Que liiiiiiiiiindo, você escreve super bem.
    Ouvi falar desse livro ontem, fiquei afinzona de compra-lo, mas tava com o pé atrás. Agora vou fundo na leitura sim, como você disse <3

  3. Auuuuunw, eu gostei da resenha.Também adoro histórias assim, são divertidas e nos distraem né?ahahahhaha. Ah, vai ver a autora está sendo levada para o romance erótico por isso foca mais no sexo…? HAUAHAUHAUA. Brincadeirinha <3
    Sei lá, nem todo escritor é perfeito né?O Nicholas Sparks, por exemplo,sempre mata alguém nas histórias dele. rs

    beeijão.Adorei aqui *_*

  4. NandA disse:

    Sinceramente sua resenha é espetacular se tivesse lido antes teria comprado o livro sem hesitar.Mas vale ressaltar que o livro nem de longe lembra um chick-lit tradicional.A cada pagina do romance meloso só me vinha a sonsa da Anastacia na cabeça.Esperava mais da autora,nao conhecia seu trabalho e agora que o li foi pura decepção.Conseguir terminar o livro foi um sacrificio enorme.

  5. Camilla Souza disse:

    Comprei esse livro (confesso, pela capa haqhahahahaha) e estou louca pra começar a lere logo!!!! E ainda mais com essa resenha incrivel!!!

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!