Autora: Ruth Warburton
Editora: LeYa
Páginas: 344
Classificação: 3.5/5 estrelas

Uma Bruxa na Cidade é aquele livro que lembra muito um blockbuster, aliás até me lembra muito um filme que vi quando mais nova. O que isso quer dizer? Bem, que a história é batida, você vai encontrar o mesmo ‘plot’ em outras centenas de livros, história essa que vende.

O livro gira em torno de uma garota, Anna, que sempre se considerou uma pessoa cética, longe de acreditar no sobrenatural e outros mundos, até certo dia que ela resolve mexer com o desconhecido e sua vida muda, talvez não para melhor.

Acontece que o pai de Anna está sem dinheiro, o que a obriga a mudar-se de cidade e se adaptar a uma nova casa, uma nova escola, novos amigos, e algumas dessas novas amigas vão até sua casa, que sempre foi conhecida como mal assombrada, e encontram um livro em mal estado que aparentemente é mágico. É claro que elas decidiram testar um dos feitiços e nada acontece, pelo menos para as amigas de Anna porque o seu desejo se realizou: de repente, o galã da escola deixa sua namorada e está apaixonado por Anna.

Eu sabia que ele me amava. Sabia isso com cada osso do meu corpo, cada nervo, cada célula. Só não sabia por quê.

Viu? Isso não é clichê puro? E eu esperava que todo o livro focaria nos esforços de Anna para desfazer o feitiço e se livrar do garoto apaixonado, mesmo que ela própria tenha sentimentos por ele, e até acontece isso, mas então o mundo normal e o mundo sobrenatural se chocam na história e Ruth Warburton torna tudo muito mais interessante.

Anna não é só uma bruxa, ela pode ser uma das mais poderosas dos últimos tempos e um grupo de bruxos quer esse poder para si e aí, finalmente, a aventura começa. Apesar da falta de detalhes — estamos falando de um livro bem curto –, é a partir dessa parte que eu comecei a enxergar o potencial da trilogia Winter, essa luta de bem contra o mal sempre me conquistou e dessa vez não foi diferente.

Em suma, Uma Bruxa na Cidade não traz grandes emoções, não é o melhor do gênero, mas também não é o pior. Se eu esperava mais? Não sei, o livro foi me ganhando aos poucos e estou bem ansiosa pelo segundo, que segundo várias resenhas é maravilhoso, mas no geral esse é um livro para jovens, não é épico, mas vai te fazer passar um bom tempo e esperar por mais.

Não se pode mudar a alma de alguém com um feitiço, Anna — não se pode fazer alguém amar, não amor de verdade, não assim.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2722 pessoas visitaram
Publicado em 16/05/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!