Autora: L.J. Smith
Editora: Amazon Kindle Worlds
Páginas:
191
Classificação:
3/5 estrelas

Gostaria de começar essa resenha explicando o porquê da autora L.J. Smith precisar fazer fan fics para continuar escrevendo sua série. Muitos ao verem a notícia no Livros & Citações, ficaram dizendo que não fazia sentido ou que estávamos errados com o anúncio publicado pela autora. O que acontece é que L.J. vendeu os direitos de seus livros à editora, e eles queriam decidir como sucederia os acontecimentos das séries. Vendo isso, ela decidiu se demitir porque gostaria de escrever seus livros da maneira como achasse melhor. E a única maneira que viu para continuar escrevendo, foi por meio da plataforma Kindle World da Amazon – onde ela poderia publicar sua fanfic (que não faz parte da sequência de livros originais da série Diários do Vampiro) sem nenhum problema.

Sempre será nós.

Essa fanfic, intitulada Paradise Lost, tem seus acontecimentos iniciados logo após o último livro escrito pela autora quando ainda era a autora oficial pela editora, que é Meia-Noite. Em Meia-Noite, temos um trágico destino ao melhor personagem de todos os tempos: Damon. Sim, ele morre e depois disso Elena e seus amigos conseguem apagar da memória de todos os habitantes de Fell’s Church as lembranças sobre os eventos bizarros que aconteceram na cidade.

Em Paradise Lost, já temos Damon de volta dos mortos (não entendi bem o porquê ou realmente não foi explicado), e Elena e todos os seus companheiros estão cursando a faculdade. Stefan e Elena estão em um relacionamento perfeito e todos estão felizes. Porém, certo dia Elena vai ao quarto de Stefan na faculdade (o que é proibido) e as coisas vão muito além do que o que havia sido planejado – o que deixa sérias consequências para Elena. Stefan fica desorientado, não sabe o que fazer depois do acontecimento e decide que o melhor para todos é que ele se afastasse e fosse embora.

Seguindo com essa linha de pensamento estúpida, Stefan apaga da memória de Elena e de todos os seus conhecidos qualquer lembrança sobre ele. E, adivinhem, coloca Damon em seu lugar. O problema é que está começando a aparecer outros casos como o de Elena pela cidade. E fica a pergunta: quem é o grande vilão da vez?

Eu sou um monstro. Eu sou um demônio. Não posso nem mesmo amar sem destruir.

Em minha opinião, ao ler um livro de Smith, você tem que literalmente abrir sua mente. Nunca ninguém está preparado para ler as loucuras da autora –- sim você leu certo, loucuras. Muitos já desistiram da série por tantos livros ou plots desnecessários propostos. Mas, eu sou fã, então apesar de não estar gostando dos últimos livros, eu ainda persisto. E em Paradise Lost, L.J. esqueceu um pouco daquele sobrenatural bizarro e nos abriu os olhos sobre o mal que tanto Damon quanto Stefan fazem para Elena.

Sim, eu sou Team Delena, mas nessa fanfic é difícil escolher um lado. Ambos tomam decisões erradas que prejudicam a nossa heroína e tudo o que eu consegui pensar é que dessa vez estou tomando o lado de Elena. Afinal, ninguém tem direito de bagunçar a mente de outra pessoa como eles estão fazendo com ela e com todos osu seus amigos.

Eu poderia matar você em uma batida de coração se o amor fosse uma guerra.

Além de nos mostrar esse outro lado – o que foi o único ponto positivo dessa fan fic – L.J. Smith apenas encheu linguiça para dar continuidade à série que tanto ama escrever. Não me levem a mal, eu amo Diários do Vampiro, mas já deu o que tinha que dar. Acredito que já passou da hora da nossa querida autora partir para outra e nos levar para um novo mundo louco.

Para ter acesso a fan fic, clique aqui.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
6900 pessoas visitaram
Publicado em 07/12/2015
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!