Autora: Tahereh Mafi
Editora: HarperCollins
Páginas: 352
Classificação: 5/5 estrelas

Aaaah, ACABOU! Meu Deus, ACABOU! Não acredito.

Partindo do início, comecei essa saga ao ler uma entrevista da autora mencionando que se inspirou na vampira de X-Men para escrever a obra, e eu, muito viciada na personagem, decidi comprar  a edição americana em pré-venda (foi o primeiro em inglês completo que li!). O que encontrei foi uma escrita que se encaixava perfeitamente com meu humor a tantos anos atrás, um livro lírico, que escorre sentimentos e uma descrição delicada. Sim, eu amei. Mas com tantas distopias com seus finais horrorosos, confesso que temia o que ia encontrar com esse. Pois bem, Ignite Me, de certa forma, chegou para quebrar a sequência de finais dolorosos que andam sendo publicados.

Vingança. Acredito que ela nunca pareceu tão doce.

Mas, antes de ler o que eu achei do livro, indico que você pense bem antes de seguir em frente. Apesar de não liberar spoilers, é provável que muitos considerem o que vou escrever adiante algo bem óbvio e por si só já descubram o que vai acontecer. Não sei, vai de cada leitor, mas estão avisados. Siga em frente por conta e risco!

O enredo segue instantes depois de onde Fracture Me, conto narrado por Adam, parou. Warner revela para Juliette que Ponto Ômega não existe mais, e ambos acreditam que estão todos mortos. Entretanto, ela não está disposta a aceitar isso sem antes conferir por si mesma, e o que ela encontra no local onde costumava ser o porto seguro de tantos rebeldes são destroços e morte. Com Juliette obrigada a se adaptar novamente a uma nova realidade, ainda há mais segredos a serem revelados antes da garota que todos temem escolher qual caminho seguir.

“Eu não quero que você morra—Eu não quero te perder novamente—”
“Isso não é sobre você, Adam.”

É  muito, muito, muito complicado mesmo resenhar esse livro. Para vocês terem uma ideia, anotei mais de cinquenta frases da obra que achei bem intensas, uma por capítulo, no mínimo, mas não vou e nem posso colocar todas aqui. Aliás, as melhores decidi nem listar para não estragar surpresas e outras reações. O que posso dizer é que tudo se encaixou — apesar de sentir uma certa ingenuidade na forma como tudo ocorreu nas últimas páginas. Warner simplesmente roubou as cenas, esse garoto acaba comigo, há muito tempo não sentia um fogo tão grande por um personagem, os últimos foram uma decepção.

Já Juliette é como uma criança, engatinhando, se erguendo, para finalmente mostrar para o que veio nessa última parte da trilogia. Juntos, eles formam um casal explosivo, tiro minha calcinha para o Warner, as cenas, a pegada, tudo que ele sofreu e que ainda vai sofrer. Eu sei que não sou nada imparcial quanto a ele, mas é visível que apesar de Juliette ser a chave, é o badboy que forma toda a estrutura da saga, ele foi vítima desde que se conhece por gente, e trabalhou para mudar isso. Com seu jeito sarcástico, cruel e verdadeiro, ele é o homem que torna Juliette uma mulher. Aliás, Cinquenta Chibatadas de Cinza para quê quando temos o Kama Sutra da distopia nesse livro? Nossa, que calor! E que inveja. Nada como sexo selvagem para me manter acordada durante a madrugada…

Deus, ele parece tão bom sem suas roupas.

Sei que eu deveria comentar mais sobre o Adam, mas leia e tire suas próprias conclusões. No fim, nenhum personagem pode ser apontado como santo, todos mostraram seus defeitos, vários, aliás, e fica a escolha do leitor aceitar isso ou não. Mas outro personagem que surpreende tanto quanto ele é Kenji. Ele foi construído de tal forma a preencher lacunas que um tema tão complicado deixa, seus diálogos são leves, divertidos, e enquanto o mundo acaba ele faz todos rirem. Kenji é o personagem que foi construído para brilhar como coadjuvante, mas não se contentou com isso e sugou o espaço de outros personagens também. Foi graças a ele que a autora conseguiu abordar melhor o que é a verdadeira amizade, indiferente se o livro trata de uma ficção distópica ou não.

“Eu estou aqui por você, criança. É para isso que amigos são feitos.”

Ignite Me é lindo, triste, e até um tanto cruel, e é assim que todas as sagas deveriam terminar, com a sensação de dever cumprido, por mais que o final não seja algo bonito, mas acabar assim, sentindo que a autora deu seu máximo e soube criar cada personagem a ponto de tomar forma e seu próprio rumo, cara, é perfeito. Estou triste pois é o último, chorando, mas estou tão, tão, tão feliz com todas as sensações que esse livro me deu. Eu disse inicialmente que comecei a ler Tahereh Mafi em razão de ela usar de inspiração uma personagem de HQ que eu adoro. Hoje, continuo a ler porque a autora, além de se inspirar, soube mostrar talento, conseguiu pegar um mocinho malvado que aprontou todas e virar nossas mentes a seu favor. Shatter Me nunca será considerado um clássico distópico, e nem acredito que a autora tenha esse desejo, mas ainda bato palmas para Mafi, porque originalidade é sempre bom, mas conseguir adaptar seu trabalho para conquistar milhares de leitores também tem seu mérito.

Ignite, my love. Ignite.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
18244 pessoas visitaram
Publicado em 04/02/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Juliana Bartholomei (@julianabarth) disse:

    ai meu deus ai meu deus eu acabei de terminar o livro AND I CANT DEAL.

    Preciso de um abraço.

    Ignite Me foi lindo lindo lindo.

  2. Lorrany disse:

    OMD! Amo suas resenhas, como você conseguiu o livro? estou morrendo esperando ele.

    1. Gabrielle disse:

      Obrigada!
      Em português chega pela Novo Conceito em maio, acredito. Mas hoje foi lançado em inglês <3

  3. raquel disse:

    esse livro foi difícil de se ler? tava querendo ler um best-seller em inglês e adorei sua resenha sobre ele,vc recomendaria para uma pessoa que ainda não tem um inglês fluente?

    1. Gabrielle disse:

      Recomendo, os capítulos são curtos e a linguagem fácil

  4. Mareska disse:

    O cacete é que quando começo uma série numa língua, não gosto de mudar no meio por causa de termos e etc, e como comecei essa em português, não rola ler o último agora então quero morrer apenas.

    “tiro minha calcinha para o Warner” MELHOR COMENTÁRIO EM RESENHA DE 2014 NEM LIGO QUE AINDA É FEVEREIRO.

    1. Gabrielle disse:

      shaushausa ele é o homem da minha vida, cara, cadê ele?!!! Amo <3
      Eu acho que essa saga em inglês é mais bonita, lírica, todos li em inglês e depois PT <3 vale a pena, Ma

  5. Juliana disse:

    Ain, decepcionei. Não dá, li o primeiro livro e não curti o rumo que a autora deu a saga quando li os spoilers. Pelo visto gostaria ainda menos do terceiro. Desisto de ler. 🙁

  6. rafaela disse:

    me conta um spolier antes que eu morra, warner ou adam morrem? e quem fica com a juliette no final?

    1. Gabrielle disse:

      entra em contato por email para eu passar?

      1. Bianca disse:

        OH MEU DEUS, SE VC FOI A PESSOA QUE ME MANDOU A RESPOSTA POR E-MAIL , PRIMEIRAMENTE QUERO AGRADECER E PEDIR QUE VC CONFIRME ISSO, PF. PQ A RESPOSTA Q RECEBI ME TIROU O CHÃO, PRECISO SABER SE É VERDADE, FOI TÃOOOOO IMPACTANTE, SERIO. PF, PODERIA CONFIRMAR SE FOI VC Q RESPONDEU MINHA PERGUNTA POR E-MAIL?

      2. Fabiola disse:

        Ain me mande spoiler pf… Quero saber com quem Juliette fica… estou com colicas de vontade de ler esse livro rsrs , mas n sei ingles T.T Spoiler adam ou warner plzzz .–.

      3. Helhinoã disse:

        Eu estou louca para ler está serie, mas ainda estou com receio, desde a primeira resenha que li ano passado fiquei louca pelos livros, mas tive medo de começar a ler, porque logo de cara amei a descrição do Warner e tive medo de ela terminar com o Adam, por favorr eu preciso saber com quem ela acaba, se algum deles morrem para eu poder começar ou não a serie. Se vc puder mandar o spoiler para mim também eu agradeceria eternamente meu email: [email protected]

  7. FEEEEEEEEEEEEEEEEELS, GABI.
    MUITOS FEEEEEEEEEELS!!
    Terminar uma série e tão estranho, sei lá.
    Vou terminar o livro daqui a pouco e vou chorar no twitter. Atente.
    Sobre tua resenha: A+++++++++++++++++++++++++++++

    Beijo

  8. Bianca disse:

    Mto boa resenha. Terminei agora e tb gostei demais! Vai fazer muita falta, era uma série que eu contava os dias para aguardar o lançamento <3. Terminou muito bem, gostei da forma como ela finalmente percebe os sentimentos, como o Warner simplesmente tomou a cena pra si e como o Adam teve o que merece. Estava na cara depois do Fracture Me, onde nem ir salvar a Juliette ele quis. Parece criança…
    Warner! <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3

  9. ana disse:

    Eu ameiiiiiii o Ignite Me ……. livro ótimoooo …. o Warner é demais …. já li muitaaaaaaass distopias, mas essa foi a melhor com certeza.

  10. aline cristina disse:

    OMG OMG OMG OMG……….
    Ahhhhh quero tanto mais tanto mais tanto ler Ignite Me, terminei de ler liberta-me e fiquei AH NÃO ACREDITO QUE ACABOU!!! e ter que esperar o lançamento aqui no brasil sei que vai me matar de ansiedade!!! 🙁
    Que distopia mais perfeita, to sem chão até agora!!

  11. Ana Carolina disse:

    Concordo com vc amiga, há tempos não me excitava tanto com um livro!!
    Tiro minha calcinha para o Warner ²
    LOL
    His amazing!!!!! I’m in love ♥
    Adorei sua resenha e seu blog!

  12. Virna disse:

    Meu Deeeus , eu preciso saber o que acontece ..me conta ? Ela fica com quem ?

  13. Laura Júlia disse:

    Lindo!!! Maravilhoso!!! Não aguentei e li o livro em inglês. AMEI!!! Nem acredito que acabou. Quero mais!!! Buaaaaa!!! A única coisa que ressalto é o final que deixou a desejar. Ela poderia ter colocado mais ação, mais luta. Porém, no geral, foi perfeito! E pra finalizar I LOVE Warner <3 <3!!!

  14. Serena disse:

    Amei a resenha…Suspirando como se não houvesse amanhã! #teamwarner

  15. Amanda disse:

    MDs… (eu juro que se a Juliette morrer no final, eu vo pessoalmente trocar um “papo” com a Mafi) eu amo essa saga, sinceramente depois da sua resenha, eu estou ainda mais loca pra ler esse livro… nossa eu vo ter que compra ele. #PartiuLivraria

  16. Jéssica Alves disse:

    Assim, tipo, tô bem atrasada em relação a resenha!!!! Mas acabei de ler ontem a série e simplesmente estou maravilhada que tia Mafi não destruiu meus dsonhos de infância… Meu DEUS QUEM É ESSE WARNER??? Por que ele não é real?????
    “Tiro minha calcinha pro Warner” é bem o que todas queria! Aaaahh. Mas eu queria só mais um pouquinho do futuro. Sera que ela colocou uns capítulos extra em Unite me? Tô procurando em português mas ainda não achei… Se conseguir faria a enorme gentileza em me avisar onde? Gabi, você é espetacular na arte de fazer resenhas!!!
    XOXOXO
    Meu email: [email protected]

    1. Gabrielle disse:

      hahaha obrigada! E pode parar de se iludir, não tem nada sobre o futuro no Unite me, muito triste. O lado bom é que uma adaptação está sendo feita, mais Warner para a gente!

      1. Jéssica Alves disse:

        Kkkkkkkkk verdade! Depois que comentei achei a resenha :'(. Mas tudo bem, apesar de estar enlouquecendo (em 3,2,1!!!!!) por causa da ansiedade da adaptação ficar pronta, estou satisfeita que vai ser feita por um estúdio muito bom, tirando a computação gráfica ser um pouco fraca… Mas só de saber que vai ter uma versão real do Warner compensa qualquer coisa!! Bjs linda, obrigada pela atenção!

  17. Alana disse:

    OH MEU DEUS. Eu comecei a ler o 1.5 (Destrua-me), e sinceramente eu preciso de spoiler. NA VERDADE, EU NECESSITO AGORA MESMO (AGOOOOOOOOOOOOORA) SABER COM QUEM ELA FICA NO FINAL E QUEM VAI MORRER!!!! No primeiro livro eu amei ambos: Adam e Warner. Mas eu estava torcendo pro Adam. Mas ai fui ler resenhas e todo mundo tá falando que o Adam muda, que ele fica chato, seco, bruto ou sei lá. E que Warner é perfeito! Eu estou indecisa pq nem sei pra qem torcer no final dessa história toda. E eu preciso me preparar para as decepções. Então, pfpfpfpfpfpf, me mande o quanto antes o spoiler por email. EU TO SURTAAAAAAANDO!

  18. Larissa disse:

    Me manda spoiler de tudo por favorrrr!! to muito curiosaaaa

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!