Autora:  Julie Halpern
Editora: Feiwel & Friends
Páginas: 256
Classificação: 5/5 estrelas se pudesse dar 20,30 eu daria

Não sei o que é, mas sei que estou em uma maré de livros muito bons a espetaculares. O livro do qual se trata essa review não se tornou só o meu preferido, mas me impactou muito. Me identifiquei tanto com a protagonista, com a personalidade dela que teve momentos em que tiver de rir sozinha por pensar tão como ela. A escrita da Julie é soberba, maravilhosa, ela soube tratar de assuntos tão delicados, tão assustadores, de uma forma que mesmo que quase mórbido, o leitor ri, mesmo com os olhos cheios de lágrimas, ele sorri e ri, e por vezes dá vazão a intensidade da trama, dos personagens e da escrita dela. E realmente, o título é perfeito para o livro, F— – It List, fuck-it list, fuck it.

Eu não estava pronta para fazer piadas sobre a Becca ter câncer, e fiquei um tanto desconcertada que ela estava.

O livro nos conta a história de Alexandra, Alex. Uma garota com uma personalidade um tanto sombria, sarcástica, irônica, cínica, ainda que engraçada. Tudo começa no dia do enterro do pai da Alex, um dia que não teve só a despedida do seu pai, como a traição da sua melhor amiga com o namorado que ela pretendia terminar. Obviamente, Alex dá um tempo na amizade com a Becca, afinal, ela tem de processar a morte do pai, assim como a traição da Becca, não que Alex não vá perdoa-la. Quando as férias de verão terminam Alex volta à escola esperando pela Becca, por dizer que tudo passou e blábláblá, só que ela não vem e por meio de outra pessoa Alex descobre que sua melhor amiga está com câncer. A culpa que ela sente é enorme, Alex rejeitou e ignorou cada tentativa de contato de Becca, quando a amiga mais precisava.

Existe por aí algum manual, Como agir com pessoas que tem câncer, porque eu não sabia o que era apropriado e o que era evidentemente um fora.

Mesmo temendo pelo pior, Alex vai atrás da amiga e a acompanha na luta contra o câncer. Mas, como as duas tem um lado dramático bem intenso, Becca vem com uma lista de coisas que ela quer fazer antes de morrer, mesmo que a probabilidade disso acontecer seja baixa e os médicos digam que ela tem grandes chances. As amigas acabam chamando a lista de Fuck-it list, que a Becca começou quando tinha mais ou menos 8 anos, e Becca precisa que sua melhor amiga faça algo por ela, ajude-a a realizar os desejos que estão ali, caso ela não consiga completar tudo. Com toda essa carga emocional, Alex acaba saindo por ai e encontrando com Leo Dietz, um crush dela que meio que ela stalkeia, e com quem ela completa alguns itens da lista da Becca, e se torna algo mais do que ela gostaria, mais do que ela pode lidar.

“[…] E se eu aprendesse sobre taxidermia, preenche-se você, e aí levasse você comigo em todos os lugares que eu fosse até completar a lista?”

Isto, não é uma história de amor cheia de frufrus e confetes, esta é a história de uma garota que passa por situações pesadas, que tem de lidar com perdas e com o medo de lidar com situações onde fica vulnerável. Assim como não é a história da garota com câncer, não, e sim da melhor amiga dela e como isso impacta a vida dela. De como a melhor amiga que ainda em luto tem de dar o melhor de si para não quebrar, mesmo que sem querer quebre alguém com quem ela se importa, mesmo não querendo. Alex não tem papas na língua, fala o que não deve nos piores momentos e mesmo sendo um tanto ‘escura’, é uma das melhores personagens que eu já li.

Como já comentei a escrita é soberba, surpreendente, emocionante, cruel, as vezes até atroz, ainda que delicada e vulnerável. Não tenho criticas e nem vi falhas, furos ou coisas absurdas. Não um livro de ‘e eles viveram felizes para sempre’, e sim de ‘eles viveram’, isto em um livro com tantas perdas, tanto luto, assim como luta, é tão real que me deixou sem palavras. Parabéns Julie, sua escrita, seus personagens e sua trama foram fodasticas. Afirmo que este se tornou um dos meus livros favoritos, assim como me apresentou mais dois personagens que nunca vou esquecer, Alex e Leo. Fiquem de olhos abertos para o que sair dessa autora, pois vale cada lágrima e risada.

Esquecer sobre aquele dia, assim como sobre muitos outros, parecia ser uma constante meta. Eu só esperava que chegasse um dia que eu quisesse me lembrar.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
13123 pessoas visitaram
Publicado em 24/01/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Maria Antonia disse:

    Em que livraria eu posso encontrar esse livro?

  2. Júlia disse:

    Gostei muito da sua resenha! Esse livro me lembrou um pouco de A Lista Negra, e vou procura-lo. Parece ser realmente muito bom 🙂

    Júlia — vidadecliches.wordpress.com

  3. Júlia disse:

    Ps.: Há algum rumor sobre esse livro ser lançado no Brasil?

    1. Gabrielle disse:

      Nadika, Ju );

  4. Katieli disse:

    Tem esse livro pra ler online, ou pdf?

  5. Natasha disse:

    Onde eu posso conseguir o pdf desse livro? inglês ou português

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!