Autor:  Kelley Armstrong
Editora: Plume Books/Rocco
Páginas:
 436

Aaah, Bitten! Quem diria que um dia eu estaria aqui, recomendando-o. Não, com isso não quero dizer que ele é ruim, mas a saga é um tanto complexa, dificilmente em uma única resenha posso passar todo seu potencial, quão boa ela começa, e quão melhor ainda ela se torna. Então, meu amigo, você me pergunta o motivo por eu recomendá-la. Bem, ela virou série de tevê, vai bombar, e acho que chegou o momento perfeito.

Deus deve estar ocupado com alguém mais importante. Ele me ignorou e eu aprendi a responder da mesma forma.

O livro é o primeiro da saga Women of the Otherworld, e o nome tem lógica pois foca em várias mulheres importantes, são treze livros e pouco a pouco vamos conhecendo todas. Em Bitten conhecemos Elena, uma garota que foi transformada em lobisomem contra sua vontade e, desesperada para escapar tanto do mundo que nunca esperou ser parte como do homem que a tornou o que é, escapa para uma nova cidade. Entretanto, ela precisa retornar à Matilha quando mulheres mortas começam a aparecer e os olhares se viram para o estranho comportamento dos homens em Stonehaven.

Quando retorna a Stonehaven, a loba em Elena sabe que o problema são os vira latas, homens lobos sem matilha, mas por quê só agora? Enquanto tenta descobrir o que estão planejando, Elena deve decidir finalmente onde está seu verdadeiro lar, com Philip, o homem com quem se comprometeu, ou com o lobo que a traiu e mudou sua vida para sempre.

“Noite perfeita, não?”

“Poderia ter sido.” Eu sorri para ele. “Mas você está aqui.”

Bem, antes de mais nada, vale destacar que essa não é uma saga comum. Eu tenho um sério problema com sagas onde as protagonistas mudam, sou ciumenta e tenho a tendência a me apegar a primeira protagonista apresentada, entretanto Kelley Armstrong tornou isso natural em Women of the Otherworld, Elena é a protagonista nos dois primeiros livros, tem presença ativa em outros e retorna como protagonista mais adiante, e todas as outras mulheres são interessantes, a cada página eu queria saber o que aconteceria com elas e se o felizes para sempre seria possível para todas. Então, se você, como eu, também tem um certo receio em relação a isso, vai fundo porque esses livros merecem uma chance!

Voltando ao livro, em Bitten é retratado o passado de Elena, como ela foi adotada diversas vezes, sofreu abusos, vendeu o corpo, e tornou-se a mulher incomum que é, mas quando finalmente aparece uma nova chance de formar uma família e ser feliz, ela é traída pelo homem que amava e precisa aprender a aceitar uma nova realidade, como loba, para poder seguir em frente. Pouco a pouco, somos apresentados a homens maravilhosos, como Clayton e Jeremy, e divertidos como Nick. Sinceramente, tem para todos os gostos!

O que pode incomodar a alguns é o quão descritivo o livro é. Particularmente, gosto disso pois somente assim para conhecer todos os pensamentos de Elena, como ela discute consigo mesma e tenta fingir que é possível deixar de amar e esquecer, e é algo que senti falta no primeiro episódio da série de tevê Bitten. Aliás, já no primeiro episódio é possível ver que os produtores decidiram não serem fiéis em alguns pontos, se isso será importante ou não ainda não é possível saber.

De qualquer forma, se a série conseguir passar metade do vício, da pegada desses livros, então eu aposto que o número de leitores vai aumentar bastante. E se você leu o livro e não se apegou tanto, sério, leia o próximo, porque a tendência é melhorar. Kelley Armstrong  escreveu algo divertido, sexy, sem deixar de lado o drama e a ação. A autora soube focar bem em cada ponto e fazê-lo crescer, e sim, ela erra, mas livro a livro é possível ver que ela também sabe acertar e aprender com os erros. Apesar de fantasia urbana não ser tão bem aceita pelos brasileiros, torço para que a série seja suficiente para, logo, encontrar esses livros maravilhosos aqui — a Rocco publicou o primeiro, mas não seguiu em frente com os lançamentos.

“O que é isso?” Nick disse. “Hora da soneca?”
Ninguém o respondeu. Mantive os olhos fechados.
“Você parece positivamente contente, Clayton,” Nick continuou. “Isso não tem algo haver com o fato de que Elena está aconchegada com você, tem?”
“Faz frio aqui,” eu murmurei.
“Não parece frio.”
“Está frio,” Clay grunhiu.
“Eu posso começar um incêndio.”
“Eu também poderia,” Clay disse. “Com sua roupa. Antes de você conseguir sair delas.”

A série apresenta conteúdo um tanto similar com True Blood. NÃO INDICADA PARA MENORES.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
21187 pessoas visitaram
Publicado em 21/01/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Maria Eduarda disse:

    Huum, verdade, eu sou sempre enciumada com personagens e com a primeira protagonista da série. Demais até! Tive um ataque de nervos depois dos três primeiros livros protagonizados por Elena e Raphel, da série Guild Hunter, o quarto veio com Dmitri e Honor. (Tipo, nada contra Dmitri, eu gosto dele, mas a Honor me irrita). Depois veio o de Jason, apesar de eu não ter lido ainda.
    Bom, mas quem sabe eu deva superar minha raiva lendo uma séria que, apesar de trocar de personagens, eu não sofra.
    Ou não.
    Fazer o quê, sou uma pessoa difícil.
    Adorei a resenha, beijos.

    1. Gabrielle disse:

      Eu também sou, Mari!! e prefiro Elena e Raphael também, o casal do Dmitri poderia ser melhor construído, seila! Mas seu sempre me apego ao primeiro casal…

  2. Carla disse:

    Tb prefiro as séries q não ficam mudando o foco dos personagens a cada livro. Já ouvi falar dessa série, não sabia no entanto que ela tinha sido adaptada.
    Vou ler o livro pra ver se curto a história e quem sabe a série. ótima resenha!!!

    http://lapiselivros.blogspot.com.br/

  3. amanda k. disse:

    Oi eu queria que vc me desse os nome dos livros da serie de bitten não estou achando.

  4. Ótima resenha, ainda não li este livro, mas vou coloca-lo na minha lista. Pré-resenha- Assassinato no expresso do oriente. http://goo.gl/dPJeDv

  5. Thays disse:

    Pleaaaaaaaaaaaaase, me diz onde você comprou, me vende o seu, please. Eu tô doida nesse livro e nos outros da série desde que vi o primeiro episódio da série!!! Eu vou morrer. Preciso demais!

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!