Autora: T.Greewood
Editora: Novo Conceito
Páginas: 448
Classificação:  3/5 estrelas

Dois Rios conta a história de Harper Montgomery, dividida em duas narrativas acompanhamos a trajetória intercaladamente o passado e o momento atual em que o personagem se encontra. Assim a autora encontra uma forma de nos contar como Harper passou de um jovem apaixonado e com diferentes planos para a vida, para um homem que mesmo após 12 anos está se recuperando da morte de sua esposa e apreendo a ser um bom pai para sua filha.

T.Greewood é uma boa autora, ela consegue fazer com que a narrativa flua de um modo surpreendente e delicioso ao ponto de o leitor passar as páginas com uma rapidez impressionante. Assim, devo dizer que a razão de que esse livro não ser um dos meus preferidos ou talvez um dos que eu goste muito seja porque eu esperava algo completamente diferente ou pelo menos que fosse melhor explorado.

Esse algo seria o mistério que a sinopse aponta, afinal parece encantador e delicioso saber qual seria o propósito de uma moça grávida procurar o Harper e querer ficar com ele, além da sugestão de que ela poderia estar envolvida em algo que ele participou no passado já me deixou salivando por algo que parecia um bom thriller. No entanto, é realmente fato que quando as expectativas são altas, dificilmente elas serão atendidas.

É ai que a trama maravilhosa de vingança e tudo mais deixa de parecer uma realidade e nos deparamos com o lado mais sombrio da vida do Harper ou melhor a sua paixão, que mais parecia uma obsessão, pela sua amiga de infância e mais tarde namorada, Betsy. A personagem toma espaço, e aliás mais do que merecido pois é ótima, cativante e nada convencional, Betsy serve como uma boa balança para a personalidade de Harper, só que o romance acaba ficando chato em razão da obsessão que Harper tem por ela, sinceramente comecei a ficar com raiva quando apareciam trechos do passado.

Aliás, preciso destacar o quão decepcionante foram os trechos envolvendo o passado do personagem e, pior, grande parte da narrativa girou em torno disso, assim acabou deixando forçado o desenvolvimento atual dos problemas de Harper ou com as pessoas ao redor, além de ter deixado o final corrido e pouco crível. Isso foi, pelo menos na minha visão, uma pena, afinal se a autora tivesse investido mais na situação atual que o personagem passava, aposto que a classificação desse livro agora seria positivamente outra.

Outra coisa que me incomodou foi a forma como a autora aborda em Dois Rios alguns temas bem pesados como o preconceito e questões de tratamento das mulheres naquele época, uma pena também que esses assuntos não sejam aprofundados ou discutidos, afinal seria muito interessante entender e discorrer como tudo isso afetava a população comum dos Estados Unidos.

Assim, devo dizer que essa ficção no romance acabou prejudicando a narrativa como um todo e foi difícil se apegar a todos os personagens para que, enfim, eu me importasse com eles. Acredito que esse seja um livro para pessoas que querem desfrutar um romance ou uma abordagem mais superficiais de alguns problemas que eram e ainda são comuns na nossa sociedade.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1332 pessoas visitaram
Publicado em 03/01/2014
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!