fortune

Autora: Bertrice Small
Editora: Arx
Páginas:
351
Classificação:
5/5 estrelas

Fortune é o terceiro volume de Legado de Skye, spin-off de uma outra saga, o que é um pouco confuso, mas basicamente cada livro possui um protagonista, e não obrigatoriamente você deve ler na ordem, principalmente porque aqui no Brasil a saga não foi completamente publicada e prefiro não me apegar ao pensamento de ler os próximos para não ficar deprimida.

Dizem que ele é belo como o pecado, e malicioso como o próprio diabo.

Protagonizado pela mulher que deu o nome ao livro, até o momento ele é o meu favorito. Fortune Lindley é vista como a filha mais pratica de Jasmine, longe de ter sonhos românticos como sua irmã India e sua própria mãe. Ela também não acredita que sua vida seja para grandes aventuras e acontecimentos como acontece com as mulheres de sua família. Até ela ir a Irlanda para se casar e encontrar no irmão do homem com quem deveria se casar algo que nem sabia que estava procurando: o amor.

Em uma época de perseguição religiosa, Kieran Devers foi deserdado por escolher seguir a Igreja Católica. Longe de estar amargurado pela decisão de seu pai e fiel ao que acredita, ele é quem despertará os sentimentos de Fortune, mas com seu irmão mais novo criando uma paixão obsessiva pela garota de cabelos de fogo, o casal vai precisar enfrentar grandes decisões e, talvez, buscar um novo lar para fugir do fanatismo e finalmente serem felizes.

Eu tenho um sério problema com romances históricos (leia-se romances históricos, não de época). Tantos fatos verídicos fazem meus dedos coçarem para pesquisar quais informações realmente se encaixam, quem realmente viveu e como morreu. Com Fortune isso não foi diferente, mas fiquei tão viciada na narrativa de Bertrice que anotei tudo e só depois de finalizar todo o livro é que fui atrás de mais pesquisa. Ah, que livro!

Melhor amar o homem errado do que passar a eternidade infeliz ao lado do homem certo.

O que, provavelmente, me ganhou tanto nesse livro foi a perseguição religiosa. Em cada livro de Bertrice ela retratou de forma bem verídica, com uma pegada forte, coisas não tão bonitas do passado e esse é o forte de seus livros. Encontrar finalmente um livro que mostre que o fanatismo era tanto da parte dos católicos quanto por parte dos protestantes foi ótimo. E os trechos, ah!, de partir o coração. É difícil não se sensibilizar com algo que acontece e até mesmo parar um pouco para aliviar cenas mais fortes da mente. Me arrependo de ler esse livro no transporte público porque teve momentos que eu queria chorar como um bebê e ainda sinto a dor presa no peito.

Já o romance não ficou a desejar em nada. Sério, não é só o cabelo de Fortune que lembra o fogo, e nosso homem celta está mais do que disposto a ajudá-la a trabalhar e até colocar mais lenha no fogo dessa megera. Eita homem de vigor!

Tudo nesse livro foi tão bem descrito, o perdão e a intolerância que a autora soube desenvolver tão bem, então não posso descrever esse livro como nada menos que delicioso. Cruel e exalando talento puro, Fortune, uma mulher impetuosa finalmente me fez entender porque Bertrice Small é referência no gênero.

A vingança é minha, disse o Senhor.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1789 pessoas visitaram
Publicado em 23/12/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!