Shield of Winter (Psy-Changeling, #13), de Nalini Singh

Lançamento: junho de 2014
Comentário: AAAAAAH! Mais um livro da saga Psy/Changeling. Amo demais, é tudibam e mais um pouco.

Assassino. Soldado. Flecha. Isso é o que Vasic é e sempre será. Sua alma escorre sangue, sua consciência pesada sob o peso de tudo que fez. Ele existe nas sombras, longe da esperança que seu povo quase pode tocar — se não se afogarem na loucura assassina de um vírus mortal primeiro. Para deter a onda de mortes, Vasic deve completar a missão mais simples e difícil de sua vida.

Para que a raça Psy sobreviva, os empaticos devem despertar… Depois de construir sua vida após o “tratamento” médico que violou sua mente e afogou suas habilidades, Ivy deve fugir do flecha vestido de preto com olhos gelados como o inverno. Mas Ivy Jane nunca fez o que deveria. Agora, ela vai lutar por sua gente, e pelo flecha que se ergue como um escudo e que acredita estar além do perdão. Mas a medida que o mundo se torna mais vermelho, a feroz vontade de Ivy pode não ser suficiente para salvar Vasic da fria escuridão.

Thief’s Magic (Millenium’s Rule #1), de Trudi Canavan 

Lançamento: 2014
Comentário: AAAAAAH! Mais um livro da autora da trilogia Mago Negro. Amo, amo, amo, amo <3 e AMO!

Em um mundo onde a revolução é alimentada por magia, Tyen, um estudante de arqueologia, descobre um poderoso livro em um túmulo antigo. Vella era uma jovem criadora de feitceiros até ser transformada em uma ferramenta útil por um dos maiores bruxos da história. Desde então, ela tem reunido informações, incluindo uma pista vital para o desastre que o mundo de Tyen enfrenta.

Em outro lugar, em uma terra governada pelos sacerdotes desde que uma guerra terrível esgotou a todos, menos a magia, Ryelle, filha do tintureiro, foi ensinada que usar magia era roubar os Anjos. No entanto, ela sabe que possui um talento, e que há pessoas dispostas a ensinar-lhe como usar isso, se ela alguma vez precisar correr o risco com a ira dos anjos

Mais longe, um pouvo chamado de Travellers vivem sua vida inteira em movimento, trocando mercadorias de um mundo para outro. Eles sabem que cada mundo tem sua própria fonte de magia, reduzindo ou aumentando as habilidades de um feiticeiro, de modo que se entrou em um mundo fraco ele pode ser incapaz de sair desse mundo novamente. Cada família mantem uma rota comercial segura transmitida de geração por geração e são modificadas cada vez que conflitos acontecem. Mas esse não é o único conhecimento que os Travellers guardam dentro de suas histórias e canções, coletados através de milênios e universos. Eles sabem que uma grande mudança está adiante, e que a mudança vem junto com perdas e oportunidades.

Flirting with Chaos (Crazy in Love #1), de Kenya Wright

Lançamento: essa é a nova capa, já foi publicado
Comentário: Mais um new adult awwwn. Apesar de ser um tanto cliche – o garoto baladeiro com a menina tímida e estudiosa -, amei tanto a sinopse quanto a capa do livro. New adult nunca é demais, com certeza vou ler.

Caos nunca foi tão bom!

Aviso: Apenas para adultos! Essa novela é obscura, cheia de reviravoltas, e realmente sexy! Absolutamente não é para uma pessoa de coração fraco.

Rain tem lavado o sangue das suas mãos há muito tempo. Depois de cinco anos, ela aceita o fato que ela ainda é um pouco louca, mas sente que finalmente tem tudo sob controle.

Festas, drogas e sexo inundavam a vida de Jude, e música e escândalo corria por suas veias. Ele é o filho de um deus do rock e neto de uma lenda do jazz. Não é nenhuma surpresa que sua estrela está em ascensão, e com tantos fanáticos disputando por sua atenção, sua melhor amiga de infância Rain o mantem preso à realidade.

Ela não é nada parecida com ele – uma estudante de arte que não faz ideia da sua própria beleza, que prefere se enroscar em um romance de ficção científica do que ser o centro das atenções de uma festa. Tudo muda quando ela pede um favor único para ele: ela quer que ele tire sua virgindade. Ele está mais do que disposto a faze-lo. Mas as coisas se complicam quando seu pai é envolvido. Enquanto isso, sentimentos intensos aparecem, sentimentos que nem Rain ou Jude estavam preparados para lidar.

Se o relacionamento deles tem alguma chance de sobrevivência, ela deve confrontar os demônios do seu passado e deve encarar os do presente. Quando a fumaça estiver apagada, será que eles vão descobrir que sexo entre melhores amigos é uma boa ideia, ou irão descobrir que eles têm flertado com o caos o tempo inteiro?

Valour and Vanity (Glamourist Histories #4), de Mary Robinette Kowal

Lançamento: 8 de abril
Comentário: Não me matem mas… eu nunca li livros da Jane Austen. Então não sei realmente o que esperar desse aqui. Sim, gostei da capa, mas não fui fisgada pela premissa.

A aventura mágica que poderia ter acontecido se Jane Austen tivesse escrito Ocean’s Eleven.

Valour and Vanity é a versão de um filme de roubo com dose saudável de magia.

Depois do casamento de Melody, os Ellsworths e Vicents acompanham o jovem casal em sua turnê pelo continente. Jane e Vicent planejam se separar da festa e viajar para Murano para estudar com vidraceiros lá, mas o navio deles é atacado por corsários Barbary quando estava a caminho. Sua sorte é que eles não estão escravizados, mas eles perdem tudo para os piratas e chegam como indigentes em Murano.

Vicent inventa um plano imprudente para recuperar o dinheiro. A aventura que se segue é uma previsão gloriosa de todas as melhores partes de narrativas de assalto, mas em um ambiente Regency com mágica.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2034 pessoas visitaram
Publicado em 12/12/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Gabi disse:

    Adoro a Trudi Canavan!!!! E amei essa noticia… Mal posso esperar!

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!