sombras

Autora: Cornelia Funke
Editora: Cia das Letras/Seguinte
Páginas:
 304
Classificação:
 5/5 estrelas

[Essa resenha contêm SPOILERS para o livro anterior. Você pode ler a resenha do primeiro livro AQUI.]

Eu esperei muito MUITO, MUUITO por Sombras Vivas. Quase dois anos após o selo jovem da Companhia das Letras nos trazer A Maldição da Pedra, e agora, no seu novo selo jovem adulto, Seguinte, temos o prazer de voltar ao Mundo do Espelho com Jacob e Fux. (pausa *seca uma lágrima rebelde*)

Jacob esta morrendo.
Sim. Morrendo.

Se você leu o primeiro livro, sabe como o caçador de tesouros fez para quebrar a maldição que havia caído sobre seu irmão Will, impedindo-o de se transformar num terrível Goyl. Ele pronunciou o nome da Fada Escura, enganado pela sua antiga amante, a Fada Vermelha. Agora o próprio Jacob esta sob uma maldição que tirará sua vida em alguns meses. Então Jacob deve correr.

— É só um conto de fadas, Jacob.
— E daí? Tudo nesse mundo soa como um conto de fadas. Eu vou morrer por ter pronunciado o nome de uma fada!

Nesse livro não temos a participação constante de seu irmão Will nem mesmo da namorada dele, Clara. Pode parecer um pouco estranho, eu pelo menos achei que esses seriam personagens fixos na série. Ainda mais depois do ocorrido entre Jacob e Clara com a água de cotovias (se você leu, e espero que tenha, sabe a que estou me referindo). Enfim, nesse livro temos Jacob, Fux e o anão Valiant, já conhecidos, e alguns personagens novos, como o Bastardo; um Goyl que também leva a vida como caçador de tesouros no Mundo do Espelho.

O livro se inicia com Jacob em uma de suas tentativas desesperadas de quebrar a própria maldição, correndo atrás de possíveis curas, todas frustrantemente falhas. Até o momento que o rapaz ouve falar de uma legendária Balestra de um rei morto, que pode dizimar exércitos com um único disparo, se usada com ódio, ou salvar uma vida, se usada então com amor.

O amor era terrivelmente fácil de perder.

Mas a lenda é muito antiga, um pouco vaga. Então pode ser arriscado usar a tal balestra… Mas Jacob não quer morrer.

Esse livro é simplesmente fantástico. FANTÁSTICO. Vemos um desenvolvimento nos personagens; Jacob está desesperado, com os sentimentos confusos, mas ainda é o velho Jacob Reckless (bastante reckless rsrs). Temos muita Fux, que é ótimo pois ela é uma personagem incrível, corajosa, apaixonada, e com uma história emocionante em seu passado.

Fux esta crescida, uma mulher agora, e é inegável a atração entre ela e Jacob. Eu sou muito, muito chato com romances nos livros, mas esse casal é tão verdadeiro que segurei às lágrimas várias vezes.

Ela olhou para ele tão desesperada que por um instante ele ficou tentado a tomá-la nos braços e beijá-la até espantar o medo de seu rosto.

Funke vai muito mais a fundo nesse mundo fantástico , cheio de curiosidades, história e política. Ela me surpreendeu muito com certos acontecimentos e personagens, o que só provou sua dedicação e estudo pra fazer um livro maravilhoso.

Cheio de revelações, cenas de tensão, ação, passagens de partir o coração, cenários com elementos steampunk, que pode facilmente ser relacionado a revolução tecnológica e até a segunda guerra mundial, e um final de tirar o fôlego, Sombras Vivas é tão bom, até melhor que A Maldição da Pedra.

A editora — agora pelo selo da Seguinte — manteve o padrão, uma capa metalizada linda, e a ilustração em todos os capítulos só torna a leitura ainda mais agradável.

Muitas pontas soltas foram deixadas no fim, mas só me deixou mais preso a essa saga. Sombras Vivas claramente é um livro de transição para um final muito bom. Recomendadíssimo,  assim como o primeiro livro.

Não se esquema dela, Jacob.
Se esqueça de você mesmo, mas não dela.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2011 pessoas visitaram
Publicado em 28/11/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!