Autora: João Varella
Editora: Novo Conceito
Páginas:
 240
Classificação:
 4/5 estrelas

A Agenda gira em torno de Sandra, uma mulher de 40 anos que há muitos anos trabalha em uma empresa de marketing, onde conquistou o respeito de todos e a chefia da mesma. Sandra é uma mulher muito madura e sempre seguiu uma regra na sua vida: não misturar a vida profissional com a pessoal. No entanto, isso tende a mudar à medida que sua vida pessoal vai saindo dos trilhos. Sua filha está fazendo intercâmbio e nem mesmo liga para a mãe. Os seus namorados nunca querem nada com ela, todos são casos de uma noite. Então Sandra decide manter uma relação fora do trabalho com o novo estagiário da sua empresa.

Além disso, ela acaba perdendo sua agenda, onde todos os seus compromissos para o resto do ano estão marcados. Sandra não pode viver sem ela, porque tudo está lá. Também conhecemos Carrano, uma pessoa muito humilde que faz de tudo para sustentar seu sobrinho que ama como se fosse seu próprio filho. Ele ama e vive pela poesia – e é com ela que ganha seu pão de todo dia. Uma obra do destino leva a agenda perdida de Sandra às mãos de Carrano. E quem poderia esperar o que acontece depois disso? Ninguém.

Precisava bater as asas e subir ao céu, sem se importar com essas coisas mundanas.

Não posso dizer que essa foi a melhor leitura do mês, mas sem dúvidas a mais inovadora e surpreendente.  Para começar, eu me apaixonei por essa capa. Como não ser atraído por ela? Depois de abrir o livro você se depara com uma história diferente da que estamos vendo por aí atualmente. Vemos uma história madura, com o ambiente profissional envolvido (amei o fato de finalmente alguém citar um estagiário – afinal, também sou uma) e como o destino pode mudar na vida de alguém.

Uma diagramação linda e com a narração ágil, você termina o livro em pouquíssimas horas e fica deliciado pela bela leitura que acabou de fazer. Se talvez João Varella tivesse explorado um pouco mais a sua personagem principal para que pudéssemos conhecer melhor ainda sua vida, poderíamos ter aproveitado ainda mais do livro. Ainda assim, já estou ansiosa para conhecer mais livros do autor. E algo que não me passou despercebido foi o prefácio feito por Gustavo Piqueira que já dá um ótimo pontapé inicial à obra.

Escrever poesia era uma necessidade tão natural quanto a fome.

A Agenda é uma leitura realista que vai além do que estamos acostumados a ver no mercado por aí. Além de nos mostrar a beleza e o poder transformador da poesia. Se você gosta de todos os fatores mencionados acima, não hesite em conhecer a obra de Varella.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1480 pessoas visitaram
Publicado em 22/11/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!