Autor: Landulfo Almeida
Editora: Novo Século
Páginas:
 488
Classificação:
 4/5 estrelas

Nada mais era importante para Bruno, para ele o sentido da vida não existia. Até que um dia, fazendo caminhada em um parque, troca olhares com uma garota linda com quem rapidamente encontra uma conexão. No entanto, logo após isso Bruno estranhamente passa mal e desmaia. Ao acordar, Adrianna é a primeira pessoa que vê. Esse é o primeiro passo para uma série de acontecimentos que levarão ambos à uma grande amizade que risca fortemente a linha entre o amor e a amizade.

Adrianna revela grandes segredos inimagináveis a Bruno que em um primeiro momento nem mesmo consegue acreditar. Grandes revelações futurísticas, e um conhecimento extremamente avançado por parte de Adrianna, tudo isso porque na verdade ela não é da Terra e sim de um planeta chamado Aqua. Porém, Adrianna não é a única habitante desse planeta na Terra. Há pelo menos mais um, Kerligan, quem é seu grande inimigo, e que segundo ela tem grandes planos para destruir ou tomar a Terra para si.

Bruno descobre o sentido da sua vida novamente. Se vê nascer de novo: um homem mais forte, inteligente, corajoso e amante da vida, além disso, um bilionário. Mas nem tudo é tão fácil quanto parece. Entre traição, assassinatos, romance e a bolsa de valores, Bruno e Adrianna tentam salvar o futuro do nosso planeta além de embarcarem em uma linda história de amor.

Entre erros e acertos, Landulfo Almeida nos presenteou com uma bela ficção científica e olha que não sou muito fã do gênero. Mas não posso deixar de admitir. A inovação criada pelo autor, o enredo e os personagens são muito marcantes e prazerosos ao se ler.

Naquele momento ele não possuía dúvidas, apenas a certeza de precisar ficar ao seu lado, agora e sempre. O trovão distante parecia a eles um sinal de aprovação dos deuses. Nada poderia ser mais correto, mais juntos, mais perfeito que os dois juntos, para sempre.

Durante a leitura, infelizmente percebi vários erros de gramática e ortográfica, mas que são facilmente esquecidos à medida que você vai se perdendo nas histórias de Bruno, Adrianna e Kerligan. Outro ponto negativo foi a enrolação que o autor apresenta em sua narrativa, muitas vezes sendo cansativa e até mesmo desnecessária toda aquela linguagem empresarial.

Mas, As Duas Faces do Destino ganhou por sua inovação, surpresa e pelos personagens bem construídos. Adriana era uma pessoa extremamente inteligente e forte, e que ao mesmo tempo era doce e apaixonada. Bruno se descobre um novo homem e vai amadurecendo ao longo da obra. Kerligan não é nada do que eu esperava! Temos uma grande surpresa por parte dele no fim, que com certeza o deixará de boca aberta.

Bom é difícil falar dessa obra sem contar grandes spoilers, por este motivo, vou me limitar a isso. E deixar a dica para quem ama ficção científica, e para até mesmo aqueles que não gostam como eu, de se aventurar em um mundo onde nada é o que parece e que os valores da amizade e amor são mais fortes do que tudo.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1945 pessoas visitaram
Publicado em 11/11/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Shadai disse:

    Concordo contigo sobre o livro ser um pouco longo, cansativo demais, com muitas partes empresarias altamente desnecessárias; essas partes me passaram impressão do autor/protagonista estar sendo bem prepotente, querendo mostrar o quanto ele é inteligente nesse ramo, e não gostei nada disso.
    Há também muitas cenas descritivas demais, como cômodos, roupas.
    Resumindo: a história é boa, mas o editor poderia ter feito o autor enxugar bem, dava para cortar umas 100 páginas, assim o começo não ficaria tão cansativo.
    Ah, e sim, está cheio de erros, inclusive um grosseiro: substantivo VIAJEM.

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!