Autora: Ali Cronin
Editora: Seguinte
Páginas:
 282
Classificação:
 3.5/5 estrelas

Apesar de ser o segundo volume da série Garota <3 Garoto, Dizem por Aí é o primeiro livro da saga que leio. E, bom, ele conseguiu me conquistar o suficiente para dar uma chance ao primeiro e aos livros seguintes da série. Muitas vezes quando lemos queremos apenas fugir da realidade, mas um pouco de realismo não faz mal a ninguém, não é mesmo?

Sou apenas eu. Ashley Greene. E nunca fingi ser outra coisa.

Ashley é uma garota diferente da maioria que vemos por aí. Ela sabe o que quer e não se importa com a opinião dos outros. Diferente de todos da sua idade, ela não está tão preocupada com a faculdade, afinal para que se inscrever para algo que ela nem tem certeza do que quer? Ashley também nunca foi de ficar sonhando com o príncipe encantado, as coisas para ela funcionavam de uma maneira diferente: festas, diversão, bebidas e sexo sem compromisso. Tem coisa melhor?

Porém, tudo isso muda quando ela conhece Dylan. Ele simplesmente parece ter nascido para ela. Ashley nunca passou por isso, de gostar de um garoto e ele não gostar dela. Esse será um novo desafio para ela, conquistar Dylan. Mas parece que ela não é o suficiente para ele, ele é muita areia para o caminhãozinho dela. Por este motivo, Ashley começa tomar decisões imaturas como sair com garotos que não gosta apenas para esquecer o que realmente importa, ou beber até não se lembrar do que aconteceu na noite passada. Mas será que esse é o melhor modo de chamar a atenção de Dylan?

Parece que esse fim de ano não está sendo muito bom para ela, além de todo o problema com Dylan, ainda tem a sua irmã, Sasha que não é nada menos que perfeita. Ashley está cansada de ser comparada com ela e de ser vista como a ovelha negra da família. E as coisas parecem que pioram quando sua irmã fica noiva de um cara riquíssimo. Mas com a chegada do ano novo, Ashley vai repensar em suas atitudes e, quem sabe, talvez, ganhar Dylan no processo.

Bom, Ali Cronin não foi tão surpreendente em Dizem por Aí, o livro ficou no nível do esperado. Porém, alguns pontos fizeram com que eu aumentasse meu conceito sobre o mesmo. Um deles foi a história da Bridget e como Ashley se importava com ela, foi algo que gostei muito e que gostaria que a autora tivesse se aprofundado mais. Também apreciei o fato da protagonista não ser aquele tipo de garota inocente, frágil e medrosa. Ao contrário disso, ela era totalmente individualista e não estava nem ai para que os outros pensassem, realmente é algo digno de nota. Gostaria que tivesse mais personagens assim no mundo literário.

Entretanto, infelizmente, o ponto principal da trama, o romance entre Dylan e Ashley, não convenceu. Não tinha química e nem mesmo entendi o motivo de Ashley ter se apaixonado por ele, depois de tantos passarem em sua vida e ela não notar nenhum. Ficou meio sem explicação e foi um romance que não deu muito certo a meu ver. Porém, o ponto principal do livro ter falhado não o fez um livro ruim, acredito que os pontos positivos foram maiores do que isso.

Com uma narrativa rápida e bem crível com as histórias que vemos acontecendo por aí em nosso dia a dia, Dizem por Aí é uma ótima recomendação para quem gosta de tramas adolescentes. Talvez não seja o melhor da autora, mas é difícil não ficar curiosa pelo que está por vir.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
3848 pessoas visitaram
Publicado em 06/11/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!