Autora: Janine Boissard
Editora: Arqueiro
Páginas:
 224
Classificação:
 4/5 estrelas 

Pela Luz dos Olhos Seus é um livro que chegou por engano aqui em casa, pois apesar de sua sinopse atraente a nota do dito no Goodreads foi suficiente para eu dar prioridades à outros livros da editora que prometiam mais. Pois é, como gosto não se discute, eu agora mordo a língua: adorei o livro!

Como é gostoso amar você.

A história gira em torno de Laura Vincent, uma garota comum, de cidade pequena, que decidiu sair em busca de seu próprio espaço, e Claudio Roman, um dos maiores tenores da atualidade, conhecido também pelas bebedeiras, mulheres e sua recente deficiência visual.

Com cada um tendo sua oportunidade para narrar, em poucas páginas vamos conhecendo um pouco da infância de Laura, sua necessidade de se destacar de alguma forma por não ser A Bela da família, muito menos a mais requisitada. Agora com vinte e seis anos, ela foi escolhida para ser a guia de Claudio e, após ouvir sua voz, sabe que é impossível não se apaixonar. Já o tenor não acredita no amor e se está disponível para algo é uma boa trepada, nada além disso. Entretanto, conforme o tempo passa e eles se unem, Laura fica mais decidida a convencer Claudio a fazer uma operação que pode devolver parte de sua visão, mesmo que após o sucesso seja hora de ela ir embora e deixá-lo ser seu próprio guia.

Ele era o homem para mim; e eu estava ciente de que jamais seria a mulher para ele. E não me importava.

Bem, é isso o que dá para revelar sem falar demais. Aliás, a própria sinopse é um tanto errada pois conta metade do que acontece no livro, sem exageros. E de início a obra ficou entre o esperado, a narração mostrou-se bem chatinha e incomum. Os trechos que me puxaram realmente foram de Claudio soltando seu talento, e é maravilhosa a forma como a autora conseguiu passar isso através das páginas, a dor e o lado sombrio do personagem, era quase como ver O Fantasma da Ópera tomando vida em outra história. Foi mágico, e a partir de então eu também me apaixonei, assim como Laura.

E não sei como acabei também por me apegar a Laura e suas incertezas, pela garotinha que foi eternamente uma sombra de sua irmã loira e bonita, pela mulher que queria dançar entre os altos e,  principalmente, por seu amor pelo pai. Em suma, a autora fez tudo na medida certa, e até o puxa e estica que seria irritante em qualquer outra história ficou interessante. Claro que o livro conter pouco mais de duzentas páginas ajuda, qualquer leitor sabe que se tiver para ter um final feliz, ele está a poucas páginas e vale a pena aguentar o suplício.

Então, dessa vez, há de se perdoar a narrativa confusa e alguns outros pontos negativos. Com a paixão entre os personagens escorrendo entre as páginas, ela não merece nada menos que quatro estrelas.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2321 pessoas visitaram
Publicado em 18/10/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Danielle disse:

    Perdoe, mas o livro é maravilhoso, a narrativa não é confusa, ela é estruturada como um paralelo com a história da Ópera La Traviata, baseada no famoso romance de Alexandre Dumas ” A Dama das Camélias”. Laura está para Violleta, assim como Cláudio está para Alfredo. Enfim, uma narrativa dramática e poética.

    Danielle

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!