Autora: Kamran Pasha
Editora: Editora Record
Páginas:
 406
Classificação:
 4/5 estrelas

A Sombra das Espadas é um livro que relata três lados na Terceira Cruzadas. Nele, temos Ricardo I da Inglaterra, mais conhecido como Ricardo Coração de Leão, o guerreiro muçulmano e sultão Saladino e a linda judia Miriam. Essas três vidas se encontram durante a guerra e tudo pode mudar.

Eu estava com uma enorme vontade de ver um histórico cheio de guerra e ação e devo dizer que À Sombra das Espadas realmente cumpre esse propósito. As lutas são bem impressionantes e detalhadas, te deixando numa grande expectativa pelos acontecimentos.

Eu nunca li muito sobre as cruzadas, só algo rápido em uma aula de história e algumas referências em séries, então foi muito bom conhecer mais sobre pessoas como Ricardo e Saladino, mas o melhor mesmo foi se aprofundar nessa época e descobrir através das perspectivas muçulmanas e judias sobre o que estava acontecendo.

Então, já vou avisando que a autora não poupa detalhes, então se você não tiver estômago forte não encare esse livro. Kamran conta tudo, desde mortes à torturas, sinceramente tinha horas que eu me sentia repugnada com alguns acontecimentos feitos pelos Francos, eles pareciam os verdadeiros bárbaros dá história.

E, claro, eu amei a escrita da autora, ela é fluída e te faz querer ler mais. Além do livro ser escrito de diferentes pontos de vista, como os três principais e outros personagens, ela pincela tão bem as características de cada um que é impossível se perder entre eles.

Outra coisa que eu amei foram as intrigas da corte, que claro não podem faltar em um livro de época e estiveram bem presentes aqui, em ambas as cortes. Eu amo essas partes, pois a maioria das pessoas que fazem essas intrigas são as mulheres e isso mostra que quem manda na verdade são elas, não importa se você está na Inglaterra ou no Oriente Médio.

Eu gostei de alguns dos personagens principais, mas o sultão Saladino realmente conquistou  meu coração, primeiro porque morenos são sempre os meus preferidos e também porque ele é simplesmente um fofo, inteligente e uma pessoa que acredita na convivência pacífica entre os três povos de diferentes religiões. Já Ricardo e Miriam poderiam ir dançar a conga no Havaí ou desaparecer em um vulcão que eu não me importaria.

Aliás, o romance foi a parte que eu menos gostei, talvez porque acho mais interessantes os personagens sozinhos, menos a Mirian — porque os gênios não bateram — e o Ricardo, tudo bem que ele é bem legalzinho, mas esse desprezo que ele mostra pelas mulheres francesas meio que me irritou e me fez ficar com raiva. No resto, do triângulo, eu acho que só o Saladino se salvava.

Sinceramente, não acho que as pessoas deveria ver esse livro pelo romance, como promete a sinopse, mas sim por algo mais, com guerras e suas consequências, um aprofundamento histórico e mergulhar na visão de outras pessoas e entender um pouco mais sobre religiões, e eu adorei descobrir mais sobre o judaísmo e o islamismo.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2053 pessoas visitaram
Publicado em 15/09/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. sarah disse:

    Oi, fiquei super interessada por esse livro. Mas tem romance com final feliz? Tem cenas quentes também? Bjkas

  2. Amanda Dutra disse:

    Vi algumas resenhas super positivas desse livro, e com essa agora, com certeza vou querer ler 😀
    Obrigada pela dica

    Beijo

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!