Autora: Lisa Gardner
Editora: Novo Conceito
Páginas:
232
Classificação:
4/5 estrelas

Desculpe pelo péssimo resumo que segue, sinceramente ele não chega nem perto da maravilha que é esse livro. Lisa Gardner sabe conduzir o leitor de uma forma magnifica, ela te joga para uma linha de pensamento e depois muda pra outra, assim poucas são as chances de você saber o que vai acontecer no fim.

Sangue na neve limpa e branca.

Quando a investigadora D.D Warren foi chamada para trabalhar em um caso de violência doméstica seguido de homicídio, tudo parecia ser rotina, o único fator que alterava isso era o fato de que havia uma menininha desaparecida. No entanto, enquanto a investigação progride e nem todos parecem estar falando a verdade, a investigadora precisará trabalhar contra o tempo para descobrir a verdade e salvar a vida de Sophie.

Amei esse tom de suspense que ela pincelou em seu livro e como cada informação vai mudando a sua ideia do que acontece. Além disso, os personagens são escritos de uma forma maravilhosa, cada um com características diferentes e de uma profundidade soberda.

A Detetive D.D Warren me lembrou a Anita Blake, no aspecto de ser uma policial durona e que faz acontecer. Eu gostei muito dela, mesmo que em alguns momentos ela tenha me irritado, mas a personagem é um ótimo retrato de uma policial e muito crível. No entanto, eu senti falta de saber mais sobre ela e sobre os eventos dos outros livros. Já Bobby, parceiro de D.D nesse caso, é surpreendente legal. Mesmo que ele não tenha tanto destaque, ele foi uma forma de contra balancear a agressividade de D.D, espero que ele apareça mais e eu vou amar descobrir sobre o que aconteceu entre os dois. Há também outra personagem que amei e não posso divulgar quem pois seria spoiler, o que posso comentar é que a autora trabalhou nela de forma incrível e fico feliz em ver uma personagem assim não ser subestimada, tudo bem que no começo não gostei muito dela, mas sinceramente, uma pessoa que consegue pensar friamente e planejar quando tudo aquilo estava acontecendo é algo bem diferente do que se vê por ai, vou confessar que o livro foi muito bom só por causa dela.

Além disso, posso dizer que a autora usou um tom bem realístico na investigação, aqui os personagens cometem erros e precisam voltar ao ponto inicial. Assim, a trama vai evoluindo aos poucos, os mistérios vão se revelando e  Lisa vai te conduzindo até um desfecho ótimo. Algo que não falta também é uma ação, a trama nunca fica parada ou você entediado.
 
Um único ponto que eu não gostei muito foi esse título. No original, ele é Love you more, que na tradução do livro fica algo como “quem você ama mais”, sendo que esse aparece essa frase diversas vezes na obra e tem bastante significado na trama. Também espero realmente que a Novo Conceito invista em começar a saga com o primeiro livro, você acaba sentindo falta de algumas coisas e seria muito legal ter essas partes preenchidas, além de que temos alguns spoilers sobre acontecimentos anteriores.
 
Em suma, sabe aquele livro que você não consegue descrever muito bem? Que você só quer falar: por favor, leia  e você não vai se arrepender. Bem, Sangue na Neve é um desses, é um livro que eu super recomendo e isso é algo bem difícil de me ouvir falar.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
1737 pessoas visitaram
Publicado em 19/08/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Luana Farias disse:

    É verdade o título em inglês faz mais sentido mas a capa brasileira está de parabéns. Adorei sua resenha e concordo com você a autora fez a gente não querer largar o livro.

    Beijos
    http://www.partesdeumdiario.com/

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!