mel e amendoas

Autora: Maha Akhtar
Editora: Planeta
Páginas:
 448
Classificação:
 3.5/5 estrelas

Mouna Al-Husseini é a proprietária de um salão de beleza em Beirute chamado Cleópatra, onde a vida de várias mulheres acabam se cruzando após se encontrarem lá.

Mouna é considerada velha dentre as pessoas de sua religião e desprezada por sua mãe por ainda não ter arranjado um casamento. Mas isso é o que menos importa para ela. Mouna é dona de si e faz tudo conforme sua consciência manda, incluindo não se vestir conforme sua religião.

No Cleópatra, ela tem uma assistente, Amal. Amal é uma mulher estranha que não se veste bem e que está sempre presa em seu mundo, nunca deixa suas emoções transparecerem e conversa o menos possível. No entanto, ninguém conhece o grande segredo de sua vida — e posso dizer que é  algo inimaginável.

Depois de conhecermos as mulheres que trabalham no salão, aparecem as outras personagens que são fundamentais no desenrolar da trama. Uma delas é Imaan Sayah, uma importante diplomata libanesa, disposta a colocar sempre seu trabalho em primeiro.  Nina Abboud, que influenciada pela linda história de seus pais quer encontrar seu verdadeiro amor , apesar de já ser casada. Lailah Hayek, uma mulher que no passado quis mudar o mundo, mas teve sua chama apagada após o seu infeliz casamento, e Nadine Safi, esposa de um ex-embaixador.

Você vai começar um novo capítulo de sua vida . Ponha fim neste e comece do zero. Para que carregar o passado nas costas?

Todas essas mulheres tem suas vidas entrelaçadas umas as outras após se encontrarem no Cleópatra. Maha Akhtar construiu uma narrativa onde conhecemos as personagens como são nos dias atuais e também sabemos mais sobre seus passados. Por se passar no Líbano, país que sofreu muito com a guerra, todas as personagens tiveram suas vidas afetadas de alguma forma pela mesma, e várias delas de forma trágica, certas vezes fica difícil até mesmo  segurar as lágrimas e é arrasador  ver como a vida nem sempre é um mar de rosas.

O que não me agradou muito foi que antes mesmo de chegar ao meio do livro eu já estava um pouco um pouco exausta com a leitura. Talvez Maha Akhtar tenha prolongado um pouco demais alguns pontos, o que deixou a leitura um tanto cansativa.

Quando sabemos do que necessitamos, descobrimos quem somos.

Mel e Amêndoas nos dá a lição de que nunca é tarde demais e de que não devemos perder a fé e a esperança em dias melhores e acreditar nos seus sonhos. Todas as histórias dessas mulheres, de uma forma ou de outra, nos mostram isso. Outro ponto notável nessa obra é que com o desenrolar da trama também vamos conhecendo a cultura do país e crenças de cada personagem. Eu fiquei deslumbrada e é incrível como mulheres completamente diferentes uma das outras conseguem formar um laço tão forte. Recomendo para todos que gostam de uma ficção mais adulta envolvendo adversidades em um cenário hostil.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
3236 pessoas visitaram
Publicado em 08/08/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. bianca guimaras disse:

    não gostei desse livro, seguiu um caminho que me desagradou bastante

  2. Vanilda Procopio disse:

    Não conhecia o livro mas gostei dessa ideia de saber mais sobre outras culturas e especialmente por se tratar de experiência de mulheres. Às vezes ficamos tão focados em nosso mundo que esquecemos as dificuldades pelas quais outras pessoas, de culturas diferentes, passam.

  3. Yasmin disse:

    Não conhecia o livro,mas achei bem bacana o enredo,com personagens muito reais. A lição que é transmitida ao leitor tbm é muito bonita, sobre sempre ter fé,acreditar em dias melhores e não desistir dos nossos sonhos. Quero ler com certeza. 🙂

  4. Rafaela S. disse:

    O livro não faz muito o meu gênero, mas se houver uma oportunidade, vou ler para conferir esta história que parece ser tão diferente.
    Beijos

  5. Hannah disse:

    Totalmente diferente das coisas que eu já li. Mas, qual é o segredo inimaginável? Fiquei curiosa!

  6. não conhecia esse livro, mas parece ser diferente, fiquei a fim de ler ele,embora não faça muito meu gênero literário!

  7. Oliveira disse:

    Esse livro me cativou devido o cenário em que ocorre, e devido a tradição e cultura. Deve ser lindo e ao mesmo tempo triste devido o impasse psicológico que há nele.

  8. Gabriella Alvim disse:

    Achei a capa do livro linda, mas não me interessei por ele. O enredo não me chamou a atenção, apesar de ser bem diferente das coisas que eu costumo ler

  9. Taís disse:

    nunca ouvi falar desse livro, dps quero dar uma olhada melhor

  10. Naty C disse:

    Achei interessante a parte da cultura do pais, mas foi só. O livro em si não chamou minha atenção, duvido que eu o leia.

  11. Isabelle disse:

    capa linda e eu costumo adorar esses livros que tratam de outras culturas, mas esse não me chamou atenção :~

  12. Nattacha disse:

    Não conhecia esse livro ainda, mas fiquei bem impressionada com a trama que ele apresenta, pela capa não dá para dizer que se trata da vida dessas mulheres, mas fiquei bem curiosa para saber mais sobre elas. É sempre legal ler um livro para nos dar animo para vida, que nunca devemos desistir das coisas e que nunca é tarde para tentar qualquer coisa, ao ler algo assim me encho de energia e aplico isso para mim mesma. Gosto disso as vezes! :*

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!