The Midnight Heir (The Bane Chronicles Part #4), de Cassandra Clare e  Sarah Rees Brennan

Magnus pensou que nunca voltaria à Londres, mas ele foi atraído por uma oferta da linda Tatiana Blackthorn, cujos planos são mais sinistros do que Magnus pode suspeitar. Em Londres, com a mudança de século, Magnus encontra amigos antigos e conhece um jovem muito surpreendente… James Herondale, com dezesseis anos.

Replica (Replica Trilogy #1), de Jenna Black

Nadia Lake vem de uma família Executiva do alto escalão do Estado Corporativo. O casamento dela foi arranjado com um membro da família mais poderosa do seu estado, o que significa que ela terá uma vida de privilégios, mas também de muita atenção pública, sendo seguida por fotógrafos em todos os lugares e sua vida privada exposta nos tabloides Mas seu futuro está seguro, pelo menos enquanto ela continuar com uma imagem pública perfeita -0 o que não é fácil quando seu noivo é um notório playboy.

Nathan Hayes é o herdeiro da Paxco e Controlador do antigo Estado de Nova Iorque, além de ser criador da tecnologia de replicação humana, tecnologia que cada estado e cada país no mundo matariam para ter. Mesmo que Nadia e Nathan não estejam apaixonados, eles são bastante próximos, e eles (e o mundo) estão suficientemente felizes com a sua união.

Até que Nathan acaba sendo morto, e pelo que todo mundo sabe Nadia foi a ultima pessoa a vê-lo vivo.

Quando o novo Nathan acorda nos tanques de replicação, ele sabe que deve ter morrido, mas ele não consegue se lembrar de quem o matou. Juntos, Nathan e Nadia deverão descobrir o que aconteceu sem revelar os segredos que aqueles que Comandam o Mundo matariam para proteger.

Fear of Falling, de S.L. Jennings

Inspirado em uma história real.

Não posso recordar a última vez que me senti completamente segura. Segurança parecia mais como um luxo para mim, reservada para aqueles que tiveram sorte de ter uma infância perfeita. Para aqueles que não levam cicatrizes feias que os mantêm presos em um constante terror debilitante. Tenho esse medo por toda minha vida. Mas quando o conheci, pela primeira vez, não era possível fugir mais.

Ele assustou o inferno fora de mim de uma forma que excitou cada fibra do meu ser. Não foram as tatuagens ou os piercings. Não era o calor que irradiava de seu corpo e me encobria sempre que estava próximo. Era… ele. O assustadoramente belo homem que ameaçava alterar vinte e três anos de rotinas e rituais, e me fazer confrontar meus medos.

Meu nome é Kami e estou constantemente com medo. E a coisa que mais me assusta é também a que mais quero.

Brilliance, de Marcus Sakey

Em Wyoming, uma garota lê os segredos mais obscuros das pessoas pela forma em que cruzam os braços. Em Nova Iorque, um homem detecta os padrões na bolsa de valores. Em Chicago, uma mulher pode ser invisível por estar onde ninguém está olhando. Eles são conhecidos como “brilhantes” e desde 1980 um por cento da população nasce como eles.

Nick Cooper é um deles; um agente federal, Cooper tem dons que o fazem excepcional na busca por terroristas. Seu último objetivo talvez seja o homem mais perigoso vivo, um brilhante com sangue nas mãos e com a intenção de provocar uma guerra civil. Mas para alcançá-lo, Cooper deve violar tudo o que acredita — e trair sua própria raça.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
3608 pessoas visitaram
Publicado em 15/07/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!