Chamas na Escuridao

Autora:  Sadie Matthews
Editora:  Companhia Editora Nacional
Páginas:
 384
Classificação:
 3.5/5 estrelas

Chamas na Escuridão é o mais novo romance erótico a entrar no mercado editorial brasileiro, primeiro volume da trilogia After Dark de Sadie Matthews a sair pela Companhia Editora Nacional.

Você pode achar que vai conseguir mudá-lo, mas não vai.

O livro começa nos apresentando Beth, uma garota que foi à Londres após se graduar e sofrer um baque emocional. Ela tem algumas semanas para conhecer gente nova e arrumar um emprego, formar uma nova vida e deixar o passado para trás. E então ela conhece seu vizinho…

Dominic é consultor do mercado financeiro, lindo e charmoso. A química entre ele e Beth é grande, e cair na sedução é questão de tempo. Mas conforme a paixão cresce, Dominic sabe que uma relação entre eles é impossível. Ele nasceu para dominar, e não quer que Beth entre nesse mundo sombrio por ele. Entretanto, Beth já está bem grandinha para tomar suas próprias decisões, e vai ensinar isso e mais algumas coisas para Dominic.

Bondage, disciplina, dominação, submissão, sadismo e masoquismo… mais alguém tem preconceito com livros envolvendo essas práticas? Eu não digo que tenho preconceito, pois é algo comum em muitos livros eróticos, mas é tão cansativo encontrar mulheres se moldando ao seu parceiro a bel prazer deles. É algo clichê nesses livros, até eu ler Chamas na Escuridão, e UAU!

Primeiro, vamos focar em Dominic. Diferente de muitos livros, ele não é um protagonista taciturno, que vive de cara fechada e com respostas curtas, pelo contrário. Ele é divertido, amigo, sincero, e, mesmo eu adorando mocinhos de mal com a vida, foi refrescante encontrar algo diferente. Já Beth é um tanto desmiolada, vive no mundo da lua (tão eu), imaginando situações de hora em hora (tão eu²), e no início achei isso bem estranho, mas conforme a história rolava foi ficando divertido, e acabei adorando essa personagem decidida, ela passou bem a mensagem que vive em minha mente sempre quando encontro livros do gênero: por que a mulher tem que se submeter a situações degradantes para apimentar a relação, amor não basta?

Sim, sejamos sinceras, apimentar a relação sempre é bom, e incrementar com alguns brinquedinhos não é pecado algum, mas há um limite, claro que há, mas como saber qual é o limite, e como respeitá-lo? Foi exatamente isso que Sadie Matthews passou para o papel. Não só sua sinceridade foi um choque, mostrando que nem tudo são flores, mas a forma como narrou toda a sedução foi ótima, nada mecânica.

Beth e Dominic precisam modificar a si mesmos para que a relação entre eles dê certo, entretanto o resultado que eles vão encontrar será suficiente para que o amor  continue? O BDSM finalmente deixou de ser complemento para formar um bom drama, e até eu, super chata com livros envolvendo o termo, sucumbi à narrativa. Aguardo ansiosa pelo próximo, e indico para todos que gostem de um bom erótico.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
20457 pessoas visitaram
Publicado em 23/06/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. bianca disse:

    sou uma preconceituosa assumida quando se trata de BDSM, acho horrivel o quão baixo isso leva a mulher, é tão desprezível a submissão que me da nos nervos.

    1. Gabrielle disse:

      agora imagina um livro onde a protagonista faz essa mesma crítica, Bi, é bem isso Chamas na Escuridão.

  2. Luzia disse:

    Me passa o livro por e-mail por favor.

    1. Gabrielle disse:

      Luzia, o livro ainda não está disponível por ebook, mas você encontra em pré-venda na Saraiva (;

  3. Gileide disse:

    Oie, bom estou lendo Chamas na Escuridão e não estou gostando muito não, achei a Beth um pouco boba, ela vai viajar para esquecer uma decepção e ai se “apaixona” por um cara do nada, não se parece em nada com 50 tons, ao contrario, estou decepcionada.

    1. Gabrielle disse:

      Eu não li Cinquenta Tons, mas ela não se apaixona, pelo menos no início, é só sexo msm. Eu achei isso também no início, isso de ela ficar imaginando tanto, mas dps acostumei

  4. Marina Alves disse:

    Eu estava meio na dúvida se iria ler esse livro, mas depois dessa resenha, SUPER irei 🙂
    Também já não aguento mais esse lance das mulheres fazerem de tudo para o cara e blábláblá!

    Agora é ficar pobre comprando mil livros e ser feliz!

  5. cibela disse:

    ola li todos os eroticos mais falado do mercado e ai estou esperando o chamas da escuridão será que vcs tem outro assim para indicar enquanto espero…..

  6. talita disse:

    eu já li todos,serie Crosfire,50 tons,a trilogia completa…vou começar a ler “chamas na escuridão” e vamos ver se gosto…eu gostei do 50 tons que trata um pouco de BDSM…mas fiqeui impressionada com a atitude das mulheres desses livros….não fizeram nada de que não gostassem…alias adorei a forma como a E.L.James aborda BDSM…já na serie Crossfire,não existe BDSM…já é uma coisa mais suave..mas não perde sua essência..

    adoro ler,sou suspeita pra falar…

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!