Sonhador

Autor:  Pam Muñoz Ryan e Peter Sis
Editora: LeYa
Páginas:
 224
Classificação:
 5/5 estrelas

O Sonhador conta a infância e adolescência do poeta como o garoto chamado Neftalí, de saúde fraca e imaginação gigantesca. Por estar proibido de sair, Neftalí, aos oito anos, depende de sua imaginação e seus sonhos para viver mundo a fora. Enquanto cresce, conhecemos seu pai, sua Mamadre, seus irmãos, e outras pessoas que fizeram com que o poeta se encaminhasse para o futuro brilhante como ganhador do Nobel de Literatura, entre outros feitos.

Aproxime-se… se tiver coragem.

Eu nunca imaginei que uma ficção biográfica de um poeta poderia ser tão bem escrita, principalmente quando a encontrei em forma de gravuras e então topei com uma escrita que não tem intenção de se mostrar cansativa, com os autores, Pam Muñoz Ryan e Peter Sis, trabalhando duro para exibir ao leitor a alma que tornou Pablo Neruda um dos maiores poetas do século vinte de forma clara e singular.

A sensibilidade com que a trama foi exposta para o leitor e sua simplicidade foi tocante, repleto de ilustrações e de uma narrativa fácil que foi impossível não chorar em trechos que, se narrados por outra pessoa, eu provavelmente não me emocionaria tanto. O livro possui um apelo para um público mais infantil, mas evoca sentimentos que qualquer pessoa, indiferente se mais velha ou mais nova, acaba sendo sugada para sua história.

Se senti falta de algo, é de uma exploração mais profunda na vida adulta de Neruda — isso nunca foi o intuito desse livro, e eu nem esperava que isso acontecesse, só é algo do qual estou desejosa. Li O Sonhador porque, de forma indireta, o poeta está ligado a uma autora da qual sou muito fã e leitora assídua, Isabel Allende. E apesar de nada disso ser abordado, me apaixonei pela alma que conheci nesse livro, mesmo que parte da história contada seja ficção.

— Então é isso? — perguntou Neftalí — Os assassinatos de inocentes vão continuar? Todo mundo vai agir como se nada tivesse acontecido?

— Neftalí, sempre há algo que pode ser feito. Por agora, vou aceitar, por fora. Mas, por dentro,  eles nunca poderão fazer com que eu desista de meus verdadeiros sentimentos. Vou esperar. E depois vou recomeçar (…)  Eles podem ter silenciado o La Mañana, mas nunca vão silenciar minha caneta.

O livro aborda os preconceitos que o autor viveu, seu primeiro amor, problemas familiares, e como começa a se formar o poeta pelo qual Neftalí ficou conhecido, e de bônus também percebemos a busca de um país melhor e a veia de rebelião que Neruda possuía já em sua infância. Seria impossível se tornar o ícone que tornou-se sem essa veia, mesmo que anos depois pode ter sido essa busca por um país melhor a dar fim à sua vida.

A leitura está mais do que recomendada!

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
4009 pessoas visitaram
Publicado em 11/06/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Hortência disse:

    Gabiiiii quero demais esse livro! Li/ leio, ouvi/ouço desde pequeninha os poemas dele, por ter um pai terrivelmente patriota sofri influência direta de toda cultura chilena e amei conhecer alguns escritores de lá, e o Pablito é muito amô! Não querendo puxar o saco da terrinha de papa mas tem muito escritor bom lá né?

  2. Naty C disse:

    Esse livro parece muito bom. Sempre fui uma fã do poeta e achei interessante poder conhecer um pouco mais dele por essa ficção biográfica.

  3. bianca guimaras disse:

    quando vi essa capa, eu me perguntei como esse autor me conhecia, kkkk, sou muito brisada!

  4. Mônica Oliveira disse:

    Nossa parece ser totalmente diferente daquelas biografias que estamos acostumadas…deve ser bem legal vc ler a história de um poeta de uma forma diferente do que simplesmente relatada e Pablo é o tão FAMOSO !

  5. Cristiane Silva disse:

    Acho que esse é mais pra quem é fã. Vi algumas resenhas mas nem deu vontade de ler. É bem feito sim, aborda um tema bom, fala da vida do autor e tudo mais, mas não me interessou muito não =/

  6. Juliana Jesus disse:

    Só pela resenha que você escreveu posso escrever que esse livro deve ser lindo! Sabe me tocou mesmo com o pouco que você disse, não gosto muito de poesia,mas tenho vontade de compra-lo,lê-lo e presentear uma pessoa querida.

  7. Amanda Ishi disse:

    O livro parece ser lindo! Nunca li nada do Pablo Neruda, mas morro de curiosidade.
    Beijoos

  8. paulino disse:

    O livro parece ser fantastico ,acho q a imaginação pode te levar a todos os lugares,vou comprar esse livro agora kkk

  9. Que bom que este livro seja tão enriquecedor. Adorei seus comentários a respeito do livro e da grande imaginação de Neruda. Adoraria ler.

  10. Um livro que aparenta ser ótimo nas suas palavras, mas que a capa não me agradou em nada :/

  11. Nattacha disse:

    Nunca tinha ficado com vontade de ler uma biografia, até ler a resenha dessa, gente que forma leve e encantadora de contar a história desse grande poeta e sem ser chata, fiquei muiiito curiosa para ler agora, e até me pergunto se outras biografias, fossem escritas de formão tão descontraída não leria outros livros do genero!
    Gostei muito, e vou procurar para ler com certeza!
    :*

  12. Gabriella Alvim disse:

    Biografias não me chamam a atenção, mas esse livro parece ser muito bacana! Estou bem curiosa, ainda mais depois de ler seus comentários a repeito. Fiquei com muita vontade de conhecê-lo!

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!