Autora: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras
Páginas:
 184
Classificação:
 4/5 estrelas 

Originalmente publicado em 93, O Príncipe da Névoa é o primeiro romance de Carlos Ruiz Zafón, um dos autores espanhóis mais lidos da atualidade, e com seu primeiro romance fica claro que ele estava sim se encaminhando para uma grande carreira.

O livro passa-se na Segunda Guerra Mundial, e gira em torno da família Carver. Em 1943, o pai de Max Carver decidiu mudar toda a família para um vilarejo no litoral. Nem todos na família estão animados com a mudança, e a situação só piora quando acontecimentos estranhos permeiam a nova moradia dos Carver.

— Vá para o inferno — disse, mal contendo a raiva.
— Minha cara menina, é de lá que venho — replicou Cain.

A irmã de Max, Alicia, tem sonhos perturbadores, a nova casa possui um jardim fantasmagórico, e para adicionar à equação de coisas estranhas e misteriosas acontecendo no vilarejo, há anos naufragou um barco em seu litoral, e da tragédia só saiu um sobrevivente, todos os outros corpos desapareceram.

Com a ajuda de Roland, o neto do faroleiro do vilarejo, e sua irmã Alicia, Max tenta investigar o mistério, mas quando descobrir a verdade ele e seus amigos devem lutar para que uma nova tragédia não aconteça e, enquanto correm contra o tempo, eles se agarram a esperança de que ainda podem sair vivos dessa.

Quatro estrelas é a nota que eu daria para um escritor que me apresentasse seu primeiro romance e eu me deparasse com a história que me deparei, cheia de magia e lenda, mas vale deixar claro que eu não classificaria com essa mesma nota um romance de um autor que já carrega mais experiências, mesmo porque a história é pequenina e acredito que um autor com mais tempo na praça trabalharia mais um ou outro ponto. O que é inegável é o talento intrínseco em Carlos Ruiz Zafón, e como o tempo tratou de melhorar ainda mais sua escrita.

De longe o personagem que mais gostei foi de Max, um garoto bem comum e cheio de medos (isso de protagonista não ter medos não cola), que ama sua família e quando preciso não titubeia em colocar sua coragem para trabalhar. Outro personagem que gostei foi Alicia, mas fiquei com a sensação de que a garota merecia mais espaço para que o leitor pudesse realmente conhecê-la. Terminando o triângulo há Roland, com seu próprio passado repleto de segredos.

O Príncipe da Névoa, em suma, é uma obra que vale a leitura. Tem tudo o que um jovem adulto precisa: primeiro amor, aventura, e muito mistério. O livro jamais será taxado com o melhor do autor e quem começar a lê-lo com as expectativas lá no teto não vai ficar muito contente com o que encontrará. O livro é algo único, com medos que todos já passamos alguma vez na vida (até hoje ouço vozes quando está tudo em silêncio e tenho pesadelos que me dão vontade de ir para a cama de minha mãe), então só pela sensação de nostalgia a leitura é válida. Já imaginou se todos seus medos infantis, com monstros no armário, vozes sem corpos e gatos pavorosos fossem reais? Bem, Zafón não só imaginou, como tornou tudo real em seu livro.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
4694 pessoas visitaram
Publicado em 19/05/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Amo o Zafón, mas este livro ainda não tive a oportunidade de ler. Ele escreve maravilhosamente bem.

  2. paulino disse:

    Nunca li nada do autor,você recomenda começar por esse ou começo pelos mais famosos como A Sombra do Vento

  3. Mônica Oliveira disse:

    Sua resenha me deixou meio confusa..Tb deve ser pelo fato que nunca dei atenção ao livro a sinopse e nem nada..Sou daquelas que a primeira impressão é a capa ou o autor do livro se for no caso um autor que já li e acompanho..é como vc disse é livro de “principiante” mais tem potencial como já provado…ele é dos principais escritores espanhóis ..Mais não me interessei pela leitura. não faz meu tipo

  4. Larissa Santana disse:

    Eu não me importei com o livro porque a capa me desanimou desde o início. Eu acho feia, não me encanta em nada. Odeio quando isso acontece! Você acaba perdendo a chance de ler ótimos livros por causa da aparência.

  5. Natália disse:

    parece interessante…

  6. bianca guimaras disse:

    amo esse livro é perfeito

  7. Naty C disse:

    Nunca li nada do autor, mas os seus livros estão na minha lista de desejados. Apesar desse não ser o melhor livro do autor pretendo começar com esse pois acho legal ver como o autor conseguiu evoluir a sua escrita com o tempo.

  8. Rafaela S. disse:

    Nunca li nada do Zafón mas estou com bastante vontade pois ouvi falar muito bem dos livros dele, principalmente de Marina.
    Ótima resenha!

  9. Amanda Ishi disse:

    Confesso que nunca tinha me interessado muito por essa história, porém você e suas resenhas tem o dom de me fazer mudar de opinião.
    Fiquei curiosa pela história e talvez quanto eu tiver mais tempo possa pegar para ler.
    Beijoos

  10. Zafon, o cara bem falado por ai, eu tenho uma coleção dele inteira aqui, mas ainda não senti aquela vontade de ler sabe?

  11. Cristiane Silva disse:

    Não achei que é o melhor dele, pelo que já vi, mas achei bem legal a história. Por ser desses primeiros livros chega a ser melhor começar por ele pra quem nunca leu nada e depois ver a evolução do autor. Queria começar a ler por esse.

  12. Juliana Jesus disse:

    Esse é um dos autores que eu tenho medo de ler, muitas pessoas falando que ele é bom, mas eu tenho medo de dar a cara no chão. Gostei da sinopse e de sua análise e que me fez ter vontade de ler o livro, quem sabe na próxima promo do submarino eu não compre.

  13. Gabriella Alvim disse:

    Quando vi esse livro no submarino nem me importei muito com ele, mas depois de ler sua resenha, fiquei muito curiosa. Vou esperar por uma promoção do submarino para ter o meu!

  14. Esse me parece ser um bom livro pra ler debaixo das cobertas,com um chocolate quentinho e ir devorando esse livro aos poucos. Adorei saber e conhecer um pouco da história dele. Me deu uma vontade louca de comprar e começar a ler. Adorei e vou ler, logo,logo.

  15. Nattacha disse:

    Eu nunca li nada do autor, então tenho um pouco de receio ao me aventurar por esse livro, por ser sua primeira obra, eu tenho medo de não curtir e não dar chance para mais nada dele dali pra frente.
    Mas pela sua resenha, para um autor iniciante ele mandou muito bem né, todos os elementos que um livro precisa, e o brinde é você já ir desfrutando da essência do autor, que com certeza já tinha traços para um grande sucesso!
    Tenho que ler algo dele, e saber se vou curtir tudo isso mesmo!
    :*

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!