Autora: Samantha Young
Editora: NAL
Páginas: 384
Classificação: 5/5 estrelas

Depois de anos sofrendo abusos de seus pais, Jo só tem sua imagem e seu irmão para mantê-la de pé. Então aparece Cam e sua imagem cai por terra.

Johanna Walker cuida de sua família há anos. Seu pai a espancava, sua mãe é uma alcoolatra, e seu irmão é todo seu mundo, e por Cole ela está disposta a tudo. Até mesmo deixar que outros tenham uma imagem errada dela. A única que sabe a verdade sobre sua família e seu passado é Joss, e Jo quer que continue assim.

Eu vou te foder tão duro, afundar tão profundamente em você, que você nunca vai funcionar sem que eu esteja sob sua pele. Nunca.

Jo sempre escolheu os homens com quem sai de acordo com o que é melhor para seu irmão e o que ele pode fornecer à ela. Faíscas nunca foram sua prioridade. E então aparece Cameron MacCabe.

Cam é sexy, divertido, e um idiota… Se a primeira impressão é a que fica, esses dois não foram feitos para estarem juntos. Logo de cara Cam a trata como se fosse uma prostituta. Ele não conhece seu passado e todas as batalhas que Jo vem enfrentando, e Jo não deveria se importar com o que ele pensa… Mas ela se importa.

Quando Cam não só começa a trabalhar no bar onde Jo trabalha, mas também é seu novo vizinho, fica impossível eles não se aproximarem. E quanto mais próximos estão, mais a defesa de Jo se esvai, e com os segredos sendo revelados e a paixão chegando ao pico, talvez seja o momento de Jo finalmente fazer algo por ela.

Jo e Cam são o encaixe perfeito. Eu tinha minhas dúvidas se a autora não perderia o ritmo após On Dublin Street — afinal eu estou acostumada a ler mais seus romances sobrenaturais, que são ótimos, e estava incerta se os romances contemporâneos de Samantha Young seriam tão bons quanto. Mas não só os protagonistas são ótimos, essa é uma doença que todos os personagens possuem, desde o irmão mais novo de Jo aos melhores amigos de Cam, entre outros novos personagens. Melhor ainda foi conferir que a autora não deixou de lado quem já é muito amado em nossos corações, Joss e Braden. Ambos estão melhores do que nunca, e mal vejo a hora de conferir um novo conto protagonizado por eles.

Mas voltando a história atual, Cam é o tipo de cara que mata as borboletas na barriga e as troca por cavalo correndo a 200km por hora. Pensei seriamente em chamar o médico e me prevenir contra um ataque cardiaco. Já Johanna vive com um sorriso  falso, não peita seu namorado para não criar conflitos, não se veste como bem quer com medo de seu verdadeiro eu não agradar, mas por baixo dessa máscara ela é uma mulher batalhadora que só quer que seu irmão tenha um futuro melhor, que termine a escola e seja feliz, mesmo que isso seja a custa de sua felicidade.

Cam me disse que eu era mais. Como alguém que não me conhece em absoluto se atreve a me dizer que eu era menos?

E no meio de ambos há Macom, o namorado de Jo. há E você quer odiar  Macom, mas, cara, não dá. Eu não sei o que a autora anda colocando na água dela e de seus personagens masculinos, mas a mulher é incapaz de criar um personagem ruim. Se ela fizer vinte livros para cada um deles eu ainda vou achar pouco.

Com narrativa fácil e uma história viciante, esse livro é puro fogo. Mal começava as partes quentes no livro, e por quente não quero dizer sexo, mas sim os trechos com Cam em modo alfa, e eu já me estremecia toda. Cheguei a ficar com medo de como seria ler a cena de sexo, as chances de passar mal eram grandes, juro.

Mas Down London Road não é só uma história de fazer seu coração ir a mil e dar tremedeira na mão. Mais uma vez a autora envolveu questões psicológicas em seu romance, com aquele tipo de drama que dá vontade de pular tudo e ler o final para garantir que tudo ficaria bem. Jo tem uma auto estima lá no chão, é a famosa história de dizer a uma criança dez vezes que ela é burra e imprestável e logo ela acreditará que é verdade. Foi isso que Jo sofreu em grande parte de sua vida, e nossa protagonista só precisava de alguém que tivesse fé nela para mudar isso, e Cam foi o cara certo para esse trabalho.

Sem perder o ritmo, essa é mais uma história de amor onde os protagonistas possuem o encaixe perfeito, e fica impossível dizer qual livro foi melhor, esse ou o anterior. Mas, na dúvida, leia os dois, e, assim como eu, espere também ansiosa pelos próximos.

Já sabe, o mundo sempre vai tentar fazer de você o que ele quer que você seja. As pessoas, o tempo, eventos, todos vão tentar moldar você e te fazer pensar que não sabe quem você é. Mas não importa o que eles vão tentar fazer à você, ou que nome vão tentar colocar em você. Se você aguentar firme, você pode passar por isso e seguir sendo você apesar de tudo. Seja Caledonia. Isso pode ser o nome que alguém deu a uma terra, mas isso não mudou a terra. Melhor ainda, nós abraçamos esse nome, mantivemos ele, mas isso nunca mudou a terra. Seja Caledonia.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
19591 pessoas visitaram
Publicado em 09/05/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Ahhhhh Samantha vai querer nos enlouquecer com os livros num é? Ah aparece Joss e Braden! Como assim Johanna namora com um cara não ruim e pega outro melhor? Gente, cadê esses homens aqui?
    Gabi, vc que sabe da minha super memória esses personagens apareceram no on dublin street? Outra, essa road é da Irlanda né? Bem que a Nora nos alertou dos sexy guys da Irlanda…. rs
    Tem previsão de mais livros?
    bjoooos

    1. Gabrielle disse:

      Tudo na Irlanda, meu bem, mal vejo a hora de ir para lá, e olha que não curto um ruivo! hsuahusahusa o próximo só deve sair ano que vem, mas os dois primeiros provável que saia esse ano no Brasil

  2. Mônica Oliveira disse:

    Ainda não li o livro 1 dessa série mais estava com um pé atrás de continuação mais depois da sua resenha PAREI NA HORA , quero ler todos HAHAHAHAHA

  3. bruna disse:

    Adorei a resenha! E você realmente sabe como chamar a atenção, rs. Lá estava eu, dando uma olhadinha rápida no facebook para ver se uma amiga repondeu minha mensagem e me deparo com essa capa linda e aquela citação, digamos, de impacto, rs. Mesmo estando super sem tempo agora, não consegui deixar para ler a resenha depois, rs.
    e agora você complicou muito minha vida, pois colocou mais um livro na minha lista já infinita, rs

    bjus

    1. Gabrielle disse:

      hsauhsaushausahu é uma frase de efeito mesmo, bota efeito nisso! rsrs que bom que gostou, eu adoro os livros da Young há tempos e é bom ver que ela está ganhando público no Brasil

  4. Renata santos silva disse:

    Acabei de descobrir no cebo a irmandade da adaga negra é divino espetacular pena que eu nao tenha todos beijos

  5. Camila Rocha disse:

    Alguem sabe onde tem esse livro em portugues??? Quero muito ler…

  6. NOSSA! adorei a resenha, fiquei super ansiosa pra ler.
    Não conhecia essa autora.

  7. Helena disse:

    Acabei de ler, gostei muito!Eu sempre fico tensa com continuações, mas ela acertou em cheio!
    Queria q ela fizesse um livro pra cada personagem rs
    Acho q Hannah e Marco seriam ótimos! E o Cole também.
    🙂

  8. THAISA disse:

    por favor onde baixo livros new adult ?

  9. Janne disse:

    “Cam é o tipo de cara que mata as borboletas na barriga e as troca por cavalo correndo a 200km por hora”… Preciso de mais alguma informação pra saber que o livro é bom? NÃAAAAO!!! kkkkkkk

  10. THAISA disse:

    POOOOOOOOOOOOR FAVOR ONDE BAIXO ESSE LIVRO ?

    1. Gabrielle disse:

      A Quinta Essencia/LeYa publicará o primeiro livro ainda esse ano, mas Down London Road ainda não tem previsão

  11. Fabiéle Fernandes disse:

    Nossa só pela resenha temos a confirmação de como o livro é bom…ou o Cam…rsrsrsr quero muito ler…Mas vou ter que procurar o primeiro, pois ainda não li.

  12. JOANICE FONSECA disse:

    ADOREI A RESENHA COMO FAÇO PARA BAIXAR ESTE EM PORTUGUES (JÁ FOI PUBLICADO?).

  13. Luna disse:

    Adorei a resenha.. Gaby vc poderia me dizer vai ter outro dessa série? e mais um conto do Branden e Joss?

    1. Gabrielle disse:

      O conto ainda não está confirmado, mas próximos livros estão sim. Se não me engano, o terceiro sai ainda esse ano

  14. Camila disse:

    Heey, adorei a resenha, mas fiquei um pouco confusa, esse livro é continuação de “On Dublin Street”??

    Parabéns, o site é ótimo;D

    1. Gabrielle disse:

      é sim, mas os protagonistas são diferentes (obriigada)

  15. Simone disse:

    Olá Gabi, eu não acho esse livro para comprar e nem baixar, já li o primeiro e amei, queria muito ler esse, vc tem alguma indicação da onde conseguir ??? Obrigada…

    1. Gabrielle disse:

      Oi, Simone. Está disponível em inglês nesses sites http://www.goodreads.com/work/compare_prices/21971325?book=16140408

  16. Janaina Silva disse:

    Olá Gabrielle…adoro seus comentarios sobre os livro e gostaria muito de poder ler este titulo, vc teria ele em portugues e poderia mandar pro meu email? Ou alguem q esteja lendo os comentarios poderia me enviar realmente estou muito empolgada pra ler ja avia solicitado q alguem me enviasse o 1° tbm e fico no aguardo. Muito obrigada e vc esta de parabéns.

    1. Gabrielle disse:

      Le, eu não posso distribuir ebooks, vai contra política de parcerias, vou ficar te devendo );

  17. HELOISA disse:

    Meninas, vcs tês o pdf em español ou português??? podem me passar([email protected])??
    Obgda, bjim, boa leitura tdas 🙂

  18. juliana disse:

    Estou com esse livro traduzido. Acabei de baixa-lo. A tradução esta otima (é do grupo CEL).Quem quiser deixa o email, logo abaixo, que envio. bjos

    1. Célia disse:

      Por favor, você pode enviar para mim?

    1. juliana disse:

      Acabei de enviar Tatiana 🙂

  19. Guell disse:

    Alguém pode me enviar esse livro traduzido, não consigo encontra-lo. Por favor! Obrigada

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!