Autora: Rachel Hawkins
Editora: Galera Record
Páginas:
 304
Classificação:
 4/5 estrelas

Sortilégio é o primeiro volume de uma saga sobrenatural que tem tudo para conquistar os corações de milhares de leitores. O livro gira em torno de Sophie, uma adolescente que descobriu há alguns anos seu status de bruxa e vive aprontando das suas. Ela acredita que com seus poderes pode ajudar outros, mas como de boas intenções o inferno está cheio vários de seus feitiços costumam sair ao avesso. E quando Sophie atrai mais atenção do que o desejado em um baile, seu pai ausente entra em jogo e decide castigá-la: ela deve ir para Hex Hall, um reformatório para prodígios, mais conhecidos como bruxas, fadas, lobisomens, entre outros seres sobrenaturais.

Em Hex Hall, o menor dos problemas são seus poderes. Mesmo frequentando uma escola pipocando de sobrenaturais, Sophie deve enfrentar um grupinho de garotas superpopulares, uma colega de quarto com uma dieta sangrenta, um fantasma e se apaixonar, para variar, pelo garoto mais charmoso do lugar. Para piorar, garotas estão sendo atacadas e há um grupo lá fora comprometido em acabar com os prodígios. Se Sophie quiser ajudar, dessa vez ela precisará fazer direito, porque qualquer erro pode ser o último.

E foi toda essa mistura louca entre o mundo normal de uma adolescente — brigas entre grupinhos, se apaixonar — com o sobrenatural que fez essa história tão gostosa de ler. Sophie tem um humor tão refrescante e a evolução da própria protagonista é visível conforme a história se desenrola. Descobrir quem você realmente nasceu para ser pode ser um processo doloroso certas vezes, e isso cabe bem nesse jovem adulto, não só em relação a protagonista, mas também quando pensamos em outros personagens. Hex Hall não é um conto de fadas, e a autora decidiu investir pesado na temática preconceito. E entre os ambientes onde o preconceito mais rola solto, escolas lotadas de adolescentes está no topo da lista. Hawkins fez ainda melhor e resolveu incluir personagens homossexuais na trama. Jen é maravilhosa e de longe uma de minhas figuras favoritas na história.

Infelizmente, Rachel Hawkins não escapou de um clichê já conhecido dos leitores de YA: o medonho triângulo amoroso; de um lado temos Archer, adorado por todas, e de outro há Cal, com seu jeitinho sombrio. Sim, a autora não explorou tanto esse fator, mas é difícil não ficar dividida. E eu não sei onde está escrito que é uma regra obrigatória dos romances para jovens — sobrenatural ou não — ter um triângulo, e confesso que sempre fico desgostosa quando me deparo com isso.

Com um final eletrizante, a autora conseguiu deixar um gostinho de quero mais no ar e a impressão de que o que está por vir será ainda melhor. Imaginar Hawkins deixando de lado os clichês já conhecidos e mais do que usados e abusados na literatura para focar em seus personagens brilhantemente construídos e seus conflitos já é suficiente para deixar meus olhinhos brilhando enquanto aguardo a sequência.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
3818 pessoas visitaram
Publicado em 24/04/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. camila rosa disse:

    Eu já havia visto esse livro só que primeiro eu havia visto o segundo volume na livraria e já tinha ficado louca por ele, ai eu descobri esse e fiquei com mais vontade ainda de ler, espero conseguir um exemplar pra mim logo dos dois.

  2. Mônica Oliveira disse:

    Comprei Hex Hall quando ainda era a capa antiga (chorro litros por isso).
    Mais adorei a história..e tipo a série tinha tudo para crescer cada vez mais e mais..
    Sophie e suas descobertas cada hora uma surpresa, no início do livro Sophie pensa que é uma coisa e no final se descobre que na realidade ela é totalmente outra e isso dá o enredo para o desenrolar da série..fora que seu interesse romântico acaba sendo a decepção para ela no final o que nos deixa triste =/
    Comprei o segundo livro na FNAC e não vejo a hora de poder ler..mais tenho vários outros em frente…vai demorar um bocadinho.

  3. Nossa ouço tanto falar dessa série, mas não tive vontade de ler.

  4. Vanilda Procopio disse:

    Gosto muito de sobrenatural mas não sei por que essa série ainda não me chamou a atenção. Talvez seja por esse clichê dos YA.

  5. Maicon disse:

    Acho que essa é a primeira resenha que eu leio desse livro em que não descem a lenha na personalidade louca da garota. O mais estranho é que esse é justamente o aspecto que mais chama minha atenção, rs.

  6. Diana andrade disse:

    todo mundo fala bem dessa serie… acho que vou ler algum dia, mas por enquanto não chama muito minha atençao

  7. Fabiéle Fernandes disse:

    Eu tenho o livro com a capa antiga, comprei e li anos atrás, e agora to triste porque minha coleção vai ficar estranha rsrsrsrsr… Não vejo a hora de sair os outros livros, eu adoro a história, a Sophia é doida e muito sem noção!

  8. Rafaela S. disse:

    A algum tempo atrás este livro estava na minha lista de desejados, mas acabei me sentindo sufocada por essa coisa toda de vampiros, lobisomens e bruxas que acabei desistindo de ler…
    No entanto, parece ser um livro muito bom… não pretendo ler agora, mas quem sabe mais pra frente 🙂

  9. Paty disse:

    Por mais que falem bem dessa série, sei lá tenho um bloqueio com ela e não sinto a mínima vontade de ler, rs. Não sou mto fã de histórias de ir para um reformatório/escola especiais para bruxos (se seja lá qual for o ser estranho hehehe). Achei a capa bonitinha, apesar de simples. Não é um livro que eu tenha vontade de ler, mas também não é um daqueles que eu coloco na minha lista negra de livros que nunca lerei, rs.

  10. vannessa queiros disse:

    Oi Bruna,adoro as capas assim mostrando uma dualidade,com certeza uma saga sobrenatural que conquistou muitos leitores,deve ser interessante acompanhar a jornada de Sophie durante suas aventuras.
    Aquele mundinho da escola sobrenatural,já trazem problemas suficientes,imagine agora com poderes onde seus feitiços costumam sair ao avesso.

  11. Viviane dos Anjos disse:

    Gosto muito de livros com temática sobrenatural, antes já havia gostado do livro pela capa e após ler a resenha acima já estou mais apaixonada por esse livro, e acho que essa temática de bruxaria é muito interessante, recordei de Harry Potter e outro livro A Iniciação – Círculo Secreto da L. J. Smith.

  12. Dani Marjorie disse:

    Eu gostei do enredo, mas como tem continuações eu prefiro esperar pra ler, pois sou muito ansiosa…rs Só comecei a ler 16 Luas agora por conta disso e já estou me arrependendo, pois o último volume ainda não foi lançado aqui…rs

  13. Gabriela Alves disse:

    Ótima resenha

  14. Dalila Souza disse:

    (acho que já tô ficando repetitiva com esse negócio de “QUERO TAAANTO ESSE LIVRO), mãããããs… QUERO TAAANTO ESSE LIVRO!

    A Giu Fernandes (do Amount of Words) sempre fala bem dessa série e depois de ler sua resenha, quero MAIS ainda!

    Ah, mas boa parte dos leitores gosta de um triângulo amoroso (no qual euzinha, SEMPRE torço pro underdog).
    Não sou muito fã de livro de bruxas, mas tem outros seres então SIM, quero MESMO!

    Beijoca, Bruna!

  15. COmecei a ler a resenha com a postura: não vou gostar do livro, só que adorei a resenha e já quero! Acho que aquela antiga capa foi a responsável pela minha broxada ahahhaha. Bruna todos YA tem triangulos amorosos, por que diabos? Tomara que nos próximos livros o romance não ofusque toda a trama adolescente do Hex hall, meio impossível, é que não consigo deixar minha desconfiança de fora que o triângulo vai funcionar rs, sempre já vou achando que vai ser uma merda.
    Acho essa capa tão linda, que me espanto com quem decidiu pela outra!
    bjs Bruna.

  16. Thais Fogaça disse:

    Nunca tive muito interesse por essa saga, acho que aquela capa anterior tem culpa nisso rsrs! Mas lendo sua resenha até despertou um interesse por ele… aff vou ficar pobre porque minha lista de livros só cresce!!!

  17. Gizeli R. Meister disse:

    Eu estava super em dúvida se poderia gostar dessa série! Passei a “conhecê-la” no próprio site da editora. Pela sua resenha pude ter a certeza de que essa vai ser mais uma série a entrar para a minha meta de leitura, pois tem tudo o que mais gosto: mistério, sarcasmo e triângulo amoroso!

  18. Nattacha disse:

    Acredita que desde o lançamento dessa série aqui no brasil eu não tenho vontade de ler esses livros? Não sei se porque ele segue esse modelo clichê de YA sobranatural e tudo mais, mas esse livro não me chama atenção, ai ao ler resenhas como as sua até me da aquela vontade mais como não tenho o livro em mãos ela passa, e na hora de comprar sempre deixo ele por outro livro que quero mais. Acho que vou aguardar mais informações sobre os proximos volumes e ai se eles se destacarem do mais do mesmo quem sabe eu leia!
    Parabéns pela resenha! :*

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!