Autora: Jenny Han
Editora: Galera Record
Páginas:
 288
Classificação:
 5/5 estrelas
 

É inevitável. Capas bonitas sempre me atraem. Foi isso o que primeiramente me chamou atenção em O Verão Que Mudou Minha Vida. Mas, infelizmente, a preguiça me impediu de lê-lo logo quando foi lançado, o que é trágico, pois eu não tinha ideia do que estava perdendo ao adiar sua leitura.

Para Belly tudo se resume as férias de verão, quando viaja para a casa da praia onde ela, sua mãe e seu irmão passam esses meses com outra família. Belly é apaixonada por Susannah, mãe de Jeremiah e Conrad – o seu primeiro amor. No verão apresentado no livro, as coisas estão diferentes do que costumavam ser. Belly percebe que cresceu e já não é mais a mesma criança de antes. Susannah, uma de suas pessoas preferidas, está lutando contra o câncer, e seu amor por Conrad só aumentou. E ela mal sabe o que lhe aguarda durante essas tão esperadas férias…

Na trama é tratado aquele tema adolescente da puberdade, quando as meninas começam a se sentir diferentes, “mudadas”, por assim dizer, que é quando Belly vê que está crescendo e seus desejos só fazem aumentar. Eu particularmente gostei muito do tema ser abordado, pois é algo que todas as adolescentes se identificam e quem já passou por essa fase também entende. O relacionamento com sua mãe, que é meio complicado, mas durante o verão melhora um pouco, não é nada mais que a realidade que temos hoje.

Narrado em primeira pessoa, no livro os capítulos são intercalados entre o presente e os verões passados, o que também me agradou, visto que fica mais fácil o entendimento de toda a trama. Jenny Han fez personagens que você facilmente se apaixona, onde você se pega se lembrando de alguns de seus conhecidos, com tamanha semelhança que é possível enxergar com a nossa realidade. Não é nada menos que prazerosa a leitura fácil que temos com personagens tão interessantes.

E também temos o que não podia faltar: romance. Algo notável é o fato de que Belly é apaixonada por Conrad, mas isso não a impede de aproveitar sua vida. Ela não se prende apenas ao sofrimento de que ele talvez não a ame, ao contrário, seu primeiro beijo foi com Jeremiah e ela tem um pequeno caso com Cam – um garoto que ela conheceu melhor durante as férias.

Em suma, é um ótimo livro. Traz-nos a tona todos aqueles sentimentos que tínhamos ou temos como adolescentes e ainda nos faz sentir aquele gostinho do verão. Com uma leitura rápida, personagens significativos e uma trama relaxante e atraente, é uma excelente obra para se ler no clima das férias e nos causar aquela nostalgia gostosa.

“Foi um verão que eu nunca mais esqueci. Foi o verão em que tudo começou. Foi o verão em que fiquei bonita. Porque, pela primeira vez, me senti assim, bonita. Em todos os verões até este, eu acreditava que as coisas seriam diferentes. A vida seria diferente. E naquele verão finalmente foi. Eu fiquei diferente.”

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
5823 pessoas visitaram
Publicado em 15/05/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Renan Araujo disse:

    Esse livro é a minha vida ,estou procurando pelo dois e até hoje não encontrei !

  2. Ana Luiza disse:

    Eu surtei quando terminei de ler esse livro em busca da continuação. Tive que traduzir o terceiro aos trancos e barrancos! hahaha é lindo, é complexo, é verdadeiro. Amei!

  3. Ânely disse:

    Esse livro é tão perfeito! <3

  4. Rayme disse:

    sei lá, parece ser um livro muito bom e tudo, mas o que mais me atrai nele é a capa 😛
    como já vi muitas resenhas positivas dele, quero lê-lo, mas não com tanta urgência…

  5. Adorei a resenha. Gosto muito desse tipo de livro, só a capa que não gostei.

  6. Adorei este livro também. Sei lá, achei tão verdadeiro, real. Bjs

  7. Beatriz Belo disse:

    Oi, eu estou a ler no momento e eu sou como tu, as capas bonitas me chamam sempre a atenção. Visite o meu blog (: bjs

  8. Tatiana disse:

    Comecei a trilogia pelo segundo livro da série, “Sem Você Não é Verão”, que inclusive, achei maravilhoso e não tive dificuldades para entender, muito menos desconfiei que ele se tratava de uma série. Desconfiando do final “deixado a solto”, joguei o título na internet e acabei descobrindo a trilogia. E como esperado, estou louca para ler o primeiro! E dessa vez, seguir a ordem, haha.

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!