Autora: Laurie Frankel
Editora: Paralela
Páginas: 318
Classificação:  5/5 estrelas

Sam Elling – um gênio da computação – trabalha em uma empresa de encontros virtuais, no entanto, ele ainda não conseguiu encontrar seu amor. Ele decide fazer um software onde as pessoas podem encontrar sua alma gêmea com base no que fazem em seus computadores e comum interesse. Por meio desse programa, Sam conhece Meredith. E se apaixona instantaneamente e vice-versa. No entanto, por causa dessa criação a empresa onde ambos trabalham começou a perder clientes pelos mesmos estarem conhecendo suas almas gêmeas.

“Era difícil porque é difícil sentir saudades de uma pessoa que você mal conheceu. É difícil sentir saudades de alguém que você não se lembra. Sentir saudades é se lembrar. São o mesmo o ato. São partes integrantes uma da outra.”

E por causa disso Sam é demitido. Mas continua em um relacionamento com Meredith, aparentemente tudo está bem… Até a avó dela morrer. E ela fica desolada, Sam simplesmente não sabe o que fazer para tirar um pouco dessa dor de sua amada. Assim, começou a desenvolver outro software onde Meredith poderia conversar com a sua avó, com base em todas suas conversas antigas. RePlace foi criada e se tornou um sucesso, com pessoas de todo tipo usufruindo de seus serviços e dessa forma diminuindo seu luto.

Adeus, por enquanto é uma obra magnifica. Com uma história um tanto inovadora, Laurie nos surpreende ao tratar de um tema tão delicado: a morte. Mas, ela conseguiu se dar bem com o mesmo. Fiquei simplesmente impressionada com esse enredo, me apaixonei completamente. Os personagens são muito bem estruturados, a história, como já disse, inovadora e com uma escrita em terceira pessoa, simples e suave de ser digerida pelos leitores.

“Você está morrendo. Parte meu coração, mas é verdade. Você é meu coração. Você é meu amor. E você é meu deus, meu progenitor, meu criador. E ainda assim você, até você, vai envelhecer e ficar mais devagar.”

Esse livro nos faz refletir a respeito do que fazemos na nossa vida. Como tratamos as pessoas ao nosso redor, o que queremos deixar para depois que morrermos. E, além disso, ele trata do amor. Até que ponto iriamos por amor? O quão forte é esse sentimento? Essas perguntas nos passam a mente à medida que lemos essa história incrível. Sam se preocupa tanto com Meredith, quer tanto agradá-la, faz o software, diminui o sentimento de perda dela e de várias outras pessoas. No entanto, ele se encontra perdido ao perceber que terá que passar pelo mesmo processo que todos os seus clientes.

Recomendo esse livro para qualquer pessoa, para ler em qualquer momento. Mas já adianto que quando for lê-lo já se prepare psicologicamente visto que se trata de assuntos delicados. Mesclando amor e fim,  Laurie Frankel me ganhou novamente.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
32963 pessoas visitaram
Publicado em 24/03/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Gabriela vi os real da editora falando desse lançamento e de cara já me interessei, mas como são muitos livros que vejo, que me recomendam e que quero acabei por esquecer completamente de Adeus, por enquanto. Poxa, olha que leitura incrível tô perdendo!
    bjs

    1. real = release na minha digitação neurótica =D

  2. fiquei bem interessada por esse livro depois dessa resenha, parece ser muito bonitinho

  3. Adorei a resenha!
    Não conhecia o livro, mas acho que adoraria ele! Achei bem criativa a estoria e ainda nos faz refletir sobre nossa vida.

    Beijos!

  4. Rafaela S. disse:

    Ja sei que vou me emocionar muito lendo esse livro! Achei bem interessante a proposta da autora de misturar tecnologia com Sentimentos, mas eu acho que a mensagem que o livro quer passar que mais me chamou atenção. Amei sua resenha.

  5. Que incrível! Como essa autora conseguiu pensar nisso? Que tema lindo e, ao que parece, bem abordado! Quero ler. Não fazia ideia do que se tratava, mas agora vejo que adoraria ler. É o típico “triste” que vale a pena, certo? bjs

    ssentrelivros.blogspot.com.br

  6. Talita Colonheze disse:

    Diferente de tudo o que eu já li! Confesso que não tinha me interessado por esse livro, principalmente por causa da capa muito pouco chamativa (pelo menos para mim), mas sua resenha me convenceu 🙂

  7. Sempre que leio livros assim fico pra baixo, então prefiro passar longe!
    O que eu gostei nele msm foi a capa 🙂

    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/
    Mais Uma Página

  8. Mariana Bricio disse:

    Ia comentar exatamente a mesma coisa que a Michelly. Sou apaixonada por livros de sobrenaturais, guerras e afins, pois me levam pra outros mundos, e eu adoro isso, já livros assim me deixam mega pra baixo e isso (lógico) me incomoda 😐

  9. Viviane dos Anjos disse:

    Primeiro eu já tinha gostado da capa desse livro, depois naveguei um pouco aqui e ali e parece unânime que este livro oferece uma história interessante de se ler, diferente das típicas histórias sobre amor e perda, a autora aborda um tema tão delicado de maneira tão cativante e pelo que li nessa resenha esse livro é uma obra com grandes chances de ganhar uma adaptação para as telonas.

  10. WANNESSA QUEIROS disse:

    Realmente uma obra inovadora deve ser interessante acompanhar Sam e Meredith,muito fofa a atitude de Sam para diminuir a dor do luto de Meredith pela perda da avó!
    A parte das reflexões que o livro nos permite fazer sobre várias atitudes em relação à vida,é um ponto positivo

    1. Millie disse:

      Kewl you should come up with that. Excnlleet!

    2. Farão Gintama? Cara. acredito que deviam focar é nos projetos antigos, lançado-os e colocando alguns em dia, ao invés de fazer animes pelos quais os outros fansubs fazem, e fazem muito bem, é o caso da hacchi em Gintama; eles são conhecidos pelo ótimo trabalho em gintama. E eles não droparam.

    3. Pues sí señor, ¿y por qué no iba a ser una sardina? Es una sardina. Tal cual.Y con esto hemos terminado con las cinco incognitas, hoy has estado brillante, cuatro de cinco. Muchas gracias a todos, y en especial a los acertantes, Jose y María Jesús.Salud y República

    4. http://www./ disse:

      Olá , eu tomo Qlaira faz 2 meses , mais n sei se ela realmente previne a gravidez pois eu e meu namorado quase fizemos sexo mais n ouve penetração e ele usou camisinha tem algum risco deu engravidar ?

  11. Bruna Costenaro disse:

    Acabei de dizer na resenha de Proteja-me que adoro livros que trabalham luto, e eis mais um. Esse parece ser melhor do que o anterior, e já está na lista de compras! É sempre bom pensar o que estamos fazendo com nossas vidas.

    Boa Resenha!

    Miquilis

  12. ana caroline basto fonseca disse:

    a acapa ñ chamou muito a atenção , mas vou ter q dar uma chance depois desse 5.

  13. Cinthia Granizo disse:

    Hahaha… um agência para união de casais …que deu certo…que coisa mais fofa…”pares perfeitos”… ou uma máquina de comunicação com os entes queridos…seria tudo de bom…se realmente existisse…

  14. Mônica Oliveira disse:

    Nossa achei tão lindo a história…O cara simplesmente cria algo para ajudar a amada superar a perda..só isso já me ganhou né ??
    A história parece ser muito linda e profunda..mais não é um tipo de leitura que eu curta…Valeu Gabs pela resenha.

  15. Thais Fogaça disse:

    Fiquei super com vontade de lê… parece ser uma historia super fofa!

  16. Bia Medeiros disse:

    Esse livro é lançamento né? Li a sinopse dele, já tinha marcado como desejado na minha wishlist e a sua resenha é a primeira que leio dele. Só me fez gostar ainda mais desse livro e querer lê-lo o mais rápido! Gostei muito da ideia super inovadora (um software onde se pode ter contato com gente que já morreu? nunca vi em nenhum outro livro rs) e o livro se encontra na minha área que to cursando a faculdade. Quero muito lê-lo!

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!