Autor: Mateus Lins
Editora: MODO
Páginas: 228
Classificação:3/5 estrelas

Com uma história batida e até gostosa de se ler, Mateus Lins, com hoje dezessete anos, faz sua estreia como autor, apresentando um reino que deve enfrentar,  despreparados, a ameaça de uma bruxa vingativa.

No romance, Mira, com então nove anos, é a meiga princesa de um reino pacífico. Cheia de deveres e proibida de passar pelos portões, o único momento  do dia que a diversão é garantida para a pequena é quando seu amigo, Pedro, filho do “lixeiro” do Reino, aparece para brincar com ela.

Com seus dias sempre monótonos  é uma surpresa para Mira quando lhe é apresentada sua nova conselheira, Elen. Os instintos da princesa dizem para não confiar em Elen, mas todos no castelo parecem adorá-la. Anos depois, a máscara cai e Mira, acompanhada de seu fiel amigo Pedro, começa a maior aventura de sua vida, com seres encantados e muita magia.

Vários pontos me incomodaram em O Reino de Mira, mas há lados positivos, como em toda obra. Já li diversos livros da Modo, mas esse foi o primeiro em que encontrei ilustrações lindas que souberam refletir a magia do livro, mas quanto a revisão a editora continua pecando nesse quesito, infelizmente.

Em uma palavra, posso definir esse livro como doce, com unicórnios, magos, seres da floresta, reis e princesas, e, claro, o primeiro amor, ou seja, tudo o que uma fantasia tem direito. E o autor não passa muito disso… não tem nenhuma grande história, nenhuma grande surpresa. Em O Reino de Mira, faltou surpreender.

Mas tudo bem, até aí dá para agradar o público infanto juvenil, mas então eu esbarrei, logo no primeiro capítulo, com “inferir”, “consenso”, e páginas depois até mesmo com “inenarrável” que, acredito eu, foram colocadas na obra para enriquecer o vocabulário, porém as mesmas não condizem com o público ao qual se destina a obra. Com uma história tão simples, pedir um público mais culto para o romance é quase como pedir algo impossível.

Ainda sim, O Reino de Mira não é um malfadado romance de estreia, só precisa de um empurrãozinho para colocá-lo nos trilhos certos, seja para um lado mais adulto ou não.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
4645 pessoas visitaram
Publicado em 26/02/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Comentários
  1. Jean Souza disse:

    Primeiro tenho que dizer que achei a capa muito bonita, belo trabalho da Editora Modo, acho que se formos avaliar seriamente todas as obras tem suas falhas e como acredito que seja o primeiro livro do Mateus Lins os erros são perdoáveis, ansioso para ver as ilustrações ^^

  2. Emeraude disse:

    Capa interessante, vou ler! 🙂

  3. Juliana disse:

    Interessante!

  4. Desde que o autor não tinha ainda uma editora, eu acompanhava o trabalho do Lins. Gostei porque ele finalmente arranjou um modo de publicar. A capa não é assim tão bela, mas mesmo assim quero ler esse livro. Parece ser mais um livro de fantasia. Não sei se será épico – não espero tanto – mas apenas uma leitura pra agradar.

  5. Fabiana disse:

    Nossa, a capa do livro é uma das que mais me encantam no ramo da literatura nacional. Sinceramente, o trabalho do capista foi impecável e nada batido… Eu gosto de histórias sobrenaturais, e nem sempre são batidas assim. Talvez a história não tenha passado do “esperado” na sua opinião, por você já estar familiarizada com o ramo de literatura fantástica. Afinal, é um ramo que tem tido muito respaldo atualmente. E talvez as palavras mais rebuscadas não tenham sido colocadas aí propositalmente, mas sim, tenham apenas fluído, porque mesmo sendo jovem, eu acredito que o autor já tenha tido bastante instrução e contato com tais palavras. Quando se escreve um livro, acredito que o autor o destine para o público de mesma idade dele. E sinceramente, qualquer pessoa de 17 anos, na adolescência, já teve contato com tais vocábulos e com certeza se interessa por uma história sobrenatural e principalmente por um romance, principalmente nós mulheres. Enfim, eu gosto muito desse livro e a história do autor me encanta. Espero tê-lo em breve na minha estante!

    1. Gabrielle disse:

      Um a pessoa de dezessete anos provavelmente tenha encontrado-se com essas palavras em algum momento da vida, é verdade, mas o conteúdo do livro eu destinaria a uma criança que goste de conto de fadas, e não um adolescente. (; Claro que vai de gosto, como sempre.

  6. Beatriz Dias disse:

    Adorei a capa, estou louca para ler esse livro e a resenha me deixou mais animada ainda.
    xx

  7. Sabrina Mazzoni disse:

    A capa por si só, já é linda!
    Fiquei triste ao saber do conteúdo, esperava um pouco mais.
    Algumas editoras e selos, não dão a devida atenção a alguns livros, e isso é triste. Pois na hora de ler, todo leitor fica revoltado.

  8. Bela disse:

    Quero muito resenhar sobre esse livro no meninafofoqueiramf!!! \o/

  9. ana caroline basto fonseca disse:

    amei a resenhaa.

  10. Thicy Lopes disse:

    Muito bonita a capa!!
    Gostei bastante da resenha, nela fala os pontos positivos e os negativos do livro, e mesmo com os pequenos defeitos fiquei interessada!!

  11. Thielen Costa disse:

    A capa a meu ver, a um ar de suspense ao livro. É uma pena ele não ser lá grandes coisas… Eu gostaria de ler, e espero que ele me agrade, pois tenha paixões por livros de fantasias. *-*

  12. Natália Silva disse:

    A capa é uma das mais bonitas que eu já vi , agora o livro …. deixa um pouquinho a desejar .

  13. Acho que se já li umas duas resenhas sobre esse livro é muito. A sua está muito boa e me fez ficar com mais vontade ainda de ler. A capa do livro é bem legalzinha.

  14. Jéssyca Laryssa disse:

    unicórnios, magos, seres da floresta, reis e princesas…tudo que eu amo *-*

  15. Heráclito disse:

    como faço para entrar em contato com o site?

Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!