Autora: Ali Cronin
Editora: Seguinte
Páginas: 272
Classificação: 3/5 estrelas

Nada é Para Sempre é o primeiro volume da saga garota <3 garoto, sendo que cada um, excluindo o último volume, focará em um personagem diferente de um grupo de adolescentes. Nesse volume, nos é apresentada Sarah, a garota  certinha da turma. Em suas férias, Sarah e sua família foram a Espanha, e a protagonista conta como conheceu Joe, um garoto por quem se apaixonou.

E enquanto Sarah narra seu não-tão-tórrido primeiro amor, nos é apresentado  Ashley, Donna, Cass, Ollie, Jack e Rich, adolescentes de personalidades totalmente diferentes uma das outras, mas que funcionam bem juntos, e também dão um ar, digamos, mais saudável ao livro, porque Sarah por si só cansa, e muito.

Sarah é boba, ela insiste, persiste, e não percebe que para haver uma relação é preciso duas pessoas que realmente queiram isso. Tudo bem, o primeiro amor raramente é bonito, apesar do que dizem os contos de fadas e filmes melosos, mas na história de Sarah ela é ainda mais infeliz em sua escolha do tal primeiro amor, e nessa brincadeira o leitor também fica infeliz de ter que acompanhar tudo isso em mais de duzentas e cinquenta páginas.

Não é a leitura que foi cansativa, e sim a personagem em si. Tremo só de pensar que Sarah volta como protagonista no último volume da saga, mas é sempre possível que até lá uma Sarah mais madura tenha se formado.

Quanto ao cenário em si, Ali Cronin soube decifrar o mundo adolescente e colocar isso no papel. Os adolescentes são maldosos, muitos acreditam que seu drama é a pior coisa que pode estar acontecendo no mundo atualmente, mas também há o lado bom, com amizades verdadeiras que vão levar por toda a vida, e uma confiança exacerbada e maravilhosa, de causar inveja, no mínimo.

Para variar, a diagramação, revisão e capa da Seguinte continuam espetaculares, com uma textura nesse último quesito que me faz parecer uma tarada, é impossível não ficar passando a mão e imaginar como foi o trabalho para chegar a isso e, claro, o que falta para as outras editoras começarem a seguir esse mesmo método.

Mesmo esse livro não sendo o que eu esperava, estou ansiosa pelos próximos volumes, apesar de minhas expectativas quanto à eles diminuir bastante. A relação entre os amigos, e Cronin abordar o universo adolescente de um jeito bastante condizente a realidade, desde o sexo até as drogas, me faz acreditar que ela também saberá amadurecer seus personagens e ensinar uma ou duas coisas aos leitores no processo.

Cadastre-se e receba novidades e ofertas
2078 pessoas visitaram
Publicado em 20/02/2013
Deixe seu comentário com o Facebook
Deixe um comentário

EDITORAS & PARCEIROS

Copyright © 2016 Livros&Citações. Todos os direitos reservados
Notícias, resenhas e indicações de livros!